Capítulo 7 (2ª Parte) - Confiar.

sábado, março 30, 2013


Ei, Meninas *-*


Como vocês estão? Estão tendo um bom fim de semana? Espero que sim. Bom como eu disse, estou postando a segunda parte do Capítulo 7, espero que vocês gostem.Obrigada pela paciência e carinho >.<

Beijinhos, Thaís Oliveira. 

Segunda Parte




Passar por uma situação dessas não é fácil, e Sophia não escapou. Dor queimava em seu peito, mesmo tendo paz e sabendo que Deus estava ao seu lado, a carne dela doía..
Imagine a escola toda zombar de você, aqueles que você chamava de amigo darem as costas pra ti, agora você só tem o apoio dos seus pais e de uma única amiga...
Não, a circunstância que invadiu a vida de Sophia não era pra qualquer um, só com o Mestre mesmo para vencer. Enquanto Sophia lutava contra essa rejeição e dor, o inimigo tentava fazer com que uma depressão inundasse o seu coração.
O Mestre porém, enviou uma equipe muito maior de anjos para guardá-la, e quando Jesus chegou acompanhado de seu exército, Ele disse:

 – Assim disse o meu Pai: "Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti". (Salmos 91:7-8) Sophia estará guardada como sempre esteve, mas agora nossa luta é maior. Satanás está indignado Conosco, ele não aceita o fato do Senhor ter perdoado Sophia, não aceita ela ter tomado uma decisão boa e certa. Ele quer fazer com uma depressão a abata, fica tentando fixar pensamentos negativos e destrutivos, e Nós estaremos aqui para fazer com que ele caía por terra. Ela não pertence a esta terra, ela é do céu, foi feita para um dia subir as nuvens e viver Comigo e o meu Pai, Nós não deixaremos que ela caía, não deixaremos morrer a história que foi escrita para ela.

Sophia mesmo sem saber recebeu as palavras e a determinação de Jesus, ela estava obstinada a passar por aquela luta vencendo. 
Quando fugimos das mãos do Senhor, nos deparamos com caminhos triste e dolorosos, falo nós, porque vejo o aconteceu a satanás, ele era um anjo, que foi contra Deus, olha a recompensa por ter seguido um caminho fora da luz...
Longe do Mestre não há vida, não há luz, não há razão, apenas escuridão, dor, morte. Não é isso que Deus quer para os seus filhos e por isso Ele cuida de cada uma de vocês, protege, as guarda.






Durante o jantar daquela noite, Sophia e os pais conversaram bastante.

– Como vão as coisas na escola, querida? – Indagou Ana.

– Para falar a verdade, não muito bem mãe... Mas tive uma surpresa muito boa hoje, sabe quem está estudando lá na escola? – O rostinho triste de Sophia havia sumida, e a garota risonha que adorava contar as novidades surgiu novamente. 

– Quem, querida? – O pai perguntou, se animando com a alegria da filha. 

– A Jú, ela vai estudar lá agora. Ela se mudou para perto da escola, parece que o tio Tiago conseguiu um trabalho novo e tal... A Jú está estudando na mesma sala que eu, nós não nos separamos hoje. 

– Oh, que maravilha, Sophia. Você não precisa ficar sozinha, viu como Deus é bom? – Ana e Gustavo estavam encantados pela alegria que surgia na filha. Eles não estavam satisfeitos com a mentira e toda a confusão que Sophia havia se metido, mas eles estavam dispostos a ajudar. E desde que receberam a triste notícia há três dias, não haviam visto um sorriso sequer no rosto da filha, agora a situação estava ficando diferente. Havia vida, alegria, o brilho que há algum tempo havia ficado apagado nos olhos de Sophia irradiavam. Ela estava voltando a ser a menininha deles de novo e isso era maravilhoso. 

– As pessoas ainda ficam cochichando e inventando histórias estúpidas, isso me deixa triste, é horrível se deparar com tudo isso, mas pelo menos agora eu posso ver quem é meu amigo de verdade, eu aprendei a lição e o mais importante não importa o que as pessoas falam ou pensam de mim, Deus sabe o que eu fiz e não fiz, vocês sabem, a Jú sabe, são vocês meus amigos, é em você que posso confiar...

Augusto pegou a mão da filha, levou até seus lábios e a beijou. Transbordando calma e amor Augusto conversou com ela.

– Sophia, você sempre poderá contar conosco, não porque é nossa obrigação, mas sim por amarmos você. Nós não somos apenas seus pais, somos seus amigos e queremos que você confie em nós antes de confiar em qualquer um lá fora. Às vezes nossas decisões não são do seu agrado, mas tenha certeza que são as melhores, pois não estamos cuidando de você sozinhos, Deus é conosco e todas as noites sua mãe e eu entregamos a sua vida à Ele, pedimos direção e sabedoria para cuidar de você.  

– Você é o nosso presente, a nossa herança Estrela, e só queremos o seu bem. Quando você não concordar com o que escolhemos venha conversar conosco, nós iremos resolver juntos, somos uma família, não queremos ver o seu mal, muito menos dor na sua vida... Deixe que cuidemos de você, ok? – Ana com lágrimas nos olhos se levantou foi até a filha e a abraçou. 

Após o abraço, Sophia pegou a mão da mãe e do pai.

– Eu jamais quis magoar vocês, mas o fiz e como me arrependo disso. Mas eu juro que jamais farei novamente. Nem todos tem a sorte que eu tenho de ter pais tão maravilhosos assim, qualquer outro pai teria acreditado naquela mensagem, teria insultado e julgado a filha, mas vocês me ouviram, me acolheram e entenderam que tudo era uma mentira. Vocês souberam da pior forma que eu menti, e mesmo assim me perdoaram, eu serei eternamente grato por antes de vocês serem meus pais seres meus melhores amigos... Muito obrigada! – Sophia disse chorando e abraçando os pais. 

Todos os anjos que estavam ali para protegerem esta família do Senhor começaram a brilhar cada vez mais, o amor celestial nos eleva e elevou aquela família também. Enquanto eles se abraçavam não resisti e os envolvi em meus braços. 

"Mestre, que esse amor permaneça puro e jamais acabe." Eu pedi a Deus. 
  
 Depois das fortes emoções daquele momento eles terminaram o jantar rindo e conversando mais ainda. Decidiram ir ver um filme antes de se deitar. Assim que o filme acabou, Augusto pegou a Bíblia, desligou a TV e se sentou entre a filha e a esposa. 
                                                                      
– "Ah! O bramido das numerosas nações; bramam como o mar! Ah, o rugido dos povos; rugem como águas impetuosas! Embora os povos rujam como ondas encapeladas, quando ele os repreender, fugirão para longe, carregados pelo vento como palha nas colinas, como galhos arrancados pela ventania. Ao cair da tarde pavor repentino! Antes do amanhecer, já se foram! Esse é o destino dos que nos saqueiam, essa é a parte que caberá aos que roubam." Isaías 17:12-14. – Após ler, Augusto fechou os olhos e meditou um pouco. 

Enquanto via o pai meditar, Sophia se lembrou do quanto adorava estes momentos e o quanto havia fugido deles nos últimos meses. O pai, como cuidador da família não apenas pelo lado carnal mas também espiritual, sempre lia a Palavra Sagrada, meditava e orava, era um costume antigo em casa, e desde pequena Sophia era apaixonada por ele. Quando começou a ler, ela ficava toda animada para que o pai deixasse que ela escolhesse o versículo e lê-se, acho que foi por esse motivo que Sophia aprendeu a ler tão rápido, antes mesmo de ir para a pré-escola. 

– Sabe, quando escolhemos o caminho da morte nos tornamos quem rouba, queremos ficar escondidos da luz, temos que viver correndo com medo que as pessoas venham descobrir nossos erros... Eu também já fui um daqueles que roubam e por experiência própria posso afirmar que não há caminho melhor do que o do Senhor. – Augusto parou, segurou a mão da esposa e olhou dentro dos olhos de Sophia. – Quando adolescente eu também errei Sophia, eu me afastei da palavra e de tudo que havia aprendido, e diferente de você eu não tive pais que entenderam e foram me salvar... Não, eles me deixaram lá, errando cada vez mais, claro a culpa não era deles se eu estava procurando o mal, mas eles não me ajudaram.
"Estavam tão preocupados em brigar, que mal viram o caminho que o filho deles estava seguindo. Eu não me envolvi com drogas, mas me meti em vários relacionamentos errados, saí da minha santidade, perdi a minha inocência. Hoje os garotos querem mesmo é ter experiências, acham ridículo a ideia de um homem ser virgem, mas eu não achava e me guardei até os 18 anos, foi quando eu comecei a errar e perdi o que eu estava guardando para a pessoa certa. 
Para algumas pessoas pode não ser nada, mas para mim era muito. Eu comecei a não querer ir mais a Igreja, não queria que Deus me visse depois do que eu fiz e foi então que comecei a me esconder como um ladrão. 
Mas não dá para se esconder de Deus e sou feliz por isso. Na hora certa, Ele me permitiu encontrá-Lo e mudou a minha vida. Deixei de correr e passei a caminhar na direção da luz de Jesus Cristo." 

Sophia ouviu atentamente o que o pai dizia, ainda não havia ouvido sobre aquela parte da vida dele, e ficou feliz por ele ter compartilhado com ela. 

– O seu pai, você e eu sabemos o que é andar como aqueles que roubam querida, e sabemos o quanto não vale a pena. Andar na luz, caminhar com o Senhor é a melhor escolha. Deus nos ama tanto, fez tanto por nós, deu Jesus para nos salvar, e o que temos de melhor para ar a Ele é a nossa vida. Nós podíamos simplesmente dar a nossa vida a Ele, pelo tudo que Ele já fez, mas com todo o seu amor foi nos prometido algo em troca, VIDA ETERNA. Caminhar livre em direção ao céu é a nossa missão, nosso dever, amém?! – Ana concluiu o pensamento e ajoelhou, sendo imitada pelo esposa a filha. 

– Majestoso Pai, Único merecedor de toda honra e glória, nos prostramos humildemente perante a Ti, para agradecer por mais este dia, obrigada por não nos faltar alimento, por não passarmos necessidade. Obrigada Senhor, pelo teu amor, pela Tua mão misericordiosa sobre nós. Te agradeço pela minha família, pela vida do meu esposo e filha... – Ana parou e Augusto iniciou sua oração. 

– Obrigado Altíssimo por nos guardar nos Teus braços, por não desistir de nós. Todas as vezes que ousamos sair dos Teus caminhos o Senhor nos trouxe de volta. Obrigado, muito obrigado. A Tua bondade é tão maravilhosa, que o Seu amor venha sempre resplandecer sobre nós. Que nossa casa seja luz, que sejamos abençoados... – Augusto parou. 

– Pai, muito obrigada pelos pais que me deste, por sermos uma família tão unida e abençoada. Continue nos abençoando, nos cobrindo com o Teu santo manto... Que os Seus anjos cerquem a nossa casa, obrigada por tudo, tudo mesmo, oramos e te agradecemos em nome de Jesus Cristo, amém!

– Amém! – Augusto e Ana encerraram a oração com a filha. 

– Agora está na hora de deitar, mocinha. Amanha todos nós temos que acordar cedo. – Ana disse ajudando Sophia se levantar. 

– A tua benção, mãe. 

– Deus te abençoe, querida. Boa noite. 

– A tua benção, pai. 

Augusto puxou a filha nos braços e a abençoou.

– Deus te abençoe, minha Estrela. Até amanha. 

Sophia subiu para o quarto. Mal sabia ela, que antes mesmo de pedir a Deus anjos guardando a sua família, a casa já estava cheia deles. 





 


O dia surgiu acompanhado de um sol brilhante e um céu limpinho, tão azul que parecia ter sido pintado agora mesmo. 

Sophia acordou toda animada. Levantou da cama e já se pôs de joelhos para agradecer ao Mestre, antes de começar a se arrumar, viu que tinha um tempinho sobrando e pegou seu Diário da Garota Que Ora e escreveu com uma caneta rosa.

"Hoje o dia nasceu perfeito! Tudo será diferente *--*"

Ela estava determinada que o seu dia fosse perfeito, e realmente cabe a vocês fazê-lo perfeito. Meninas, você tem a companhia de Deus, Ele preparou o melhor para vocês, mesmo que as circunstâncias de hoje não sejam tão boas, vocês tem a Ele como protetor. Tudo depende de como você vê:

  1. Um problema pode virar uma grande lição; 
  2. Um mico na sala de aula, pode se tornar um hilário motivo para risadas mais tarde; 
  3. Acordar com o cabelo todo bagunçado e ele não ter jeito hoje, pode te mostrar o quanto você não é uma boneca toda perfeita que não tem vida, mas uma Princesa do Senhor que é linda pelo que carrega no coração. 
  4. Se você amanhecer chorando, com certeza Deus te dará um belo motivo para sorrir até o fim do dia. 
  5. E os dias que amanhecem simples e parecidos com qualquer outro, tem uma chance imensa para se tornar um dia inesquecível! 
Cabe a você deixar que as surpresas de Deus tornem seu dia perfeito!


Depois de tomar um belo banho, vestir o uniforme e pentear os cabelos, Sophia passou um rímel e acrescentou uma linda teara de lacinho nos cabelos. Ela se olhou bem no espelho e disse: 

  Hoje vai ser melhor, eu crfeio! 

Encontrou com os pais e após tomar o café da manhã, correu para pegar o ônibus. 


Assim que desceu do ônibus, viu vindo em sua direção Júlia, a amiga estava toda sorridente também. 

 Bom dia, amiga!  Jú disse toda animada. 

 Bom dia! Como você está?   Sophia perguntou espalhando sorrisos.

 Bem, muito bem. E você pelo visto também, né?   Jú perguntou rindo. 

 Com certeza! 

Elas entraram na escola, e muitos ainda olharam para a Sophia fazendo piadinhas. Um grupinhos de meninos estava rindo bem do lado delas, foi quando Sophia viu Jú ficar toda vermelha.

Isso não é bom... Baixinha quando fica nervosa sai até da santidade. 

"SOPHIA PARA ELA!" Eu gritei para a Estrela. 

Estrela segurou o braço da Júlia e sussurrou: 

  Deixa pra lá. 

A manhã transcorreu da melhor maneira que se podia esperar perante aquela confusão. Sophia viu algumas piadinhas baratas, ouviu algumas besteiras saindo da boca de altos meninos ignorantes, mas deu o seu melhor para não ouvir nada daquilo. Se ela queria um dia perfeito, um dia diferente, tinha que esquecer esse presente chato. 

– Por que você não vai comigo lá pra casa hoje?  Ela sugeriu a Jú.

– Eu vou adorar. Assim que a aula terminar vou ligar pra mamãe e perguntar se posso. 
    
– Sabe Jú, hoje eu determinei que meu dia seria diferente e vai ser... Eu não vou dar ouvidos a essas pessoas, eu sei que pisei na bola feio, mas o que elas estão fazendo é idiota e mentiroso. Eu não vou cair na deles. Eu durmo tranquila sabendo que não fiz mal algum para ninguém. 

– É desse jeito que gosto de ver. Sabe o que tornará este dia ainda mais perfeito? – Júlia já estava cheia de ideias, mal contendo sua felicidade entre suas enormes bochechas.

– O que? – Perguntou Sophia toda curiosa. 

– Uma tarde cheia de brigadeiro e sessão de fotos, que tal?

– Perfeito, ao som de Marcela Taís, conhece? 

– Claro. Vai ser demais! Ah, mas nós não podemos nos esquecer, vai ter um ensaio de teatro hoje, e a senhorita vai comigo. Fechado? 

– Com certeza! – E continuaram elas programando atividades para a tarde. 

Amigos que antes são irmãos de fé, são bençãos para a vida de vocês. Tenham amigos que as aproximem de Deus! 







You Might Also Like

10 Comments

  1. Thaís, esta história está a cada vez mais me encantando. Em nome de Jesus, você será uma grande escritora :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. own *-*
      Fico muito feliz por estar gostando, MY! >.<
      Amém, eu creio!

      Excluir
  2. Ta ficando, cada vez melhor .
    Princesa você terá grande sucesso escrevendo .

    ResponderExcluir
  3. Ooun *---*, tudoo de bom!
    Deus continue te abençoando viu :D'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amém *-*
      Que Papai do Céu te abençoe muito, muito, muito mais!

      Excluir
  4. Respostas
    1. own *-*
      fico muito feliz por você estar gostando, Princesa!

      Excluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!