A menina que fazia nevar {resenha}

quarta-feira, junho 25, 2014

(Imagem: Reprodução/Poaeglitter)

Oi meninas, que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês! Vocês se lembram quando dei várias dicas de leituras aqui no blog e entre elas estava A menina que fazia nevar? Disse que faria a resenha logo e de fato li o livro naquela semana mesmo, mas toda vez que tirei um tempo para gravar o vídeo com a resenha, não deu muito certo, num vídeo minha irmã apareceu dando tchau no finzinho em outro não consegui me concentrar na história e montar ao que prestasse e por foi... Para deixar de enrolação, decidi vir pelo método tradicional.

Título: A menina que fazia nevar  
Autor:  Grace McCleen  
Páginas: 312
Ano: 2013 
Editora: Paralela 


Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. Basta acreditar que a Terra Gloriosa, como ela chama sua maquete, é realmente o paraíso prometido onde um dia vai viver ao lado da mãe. Aos dez anos, Judith vê o mundo com os olhos da fé, e onde os outros veem mero lixo, ela identifica sinais divinos e uma possibilidade de criar. Assim, constrói bonecos de pano e inventa para eles histórias felizes na Terra Gloriosa. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte. Um pequeno milagre, é assim que ela interpreta esse e outros sinais parecidos. Tão pequeno que muitas pessoas poderiam pensar que não passa de coincidência, mas Judith sabe que milagres nem sempre são grandes, e que reconhecê-los é um dom de poucas pessoas. Longe de ser benéfico, no entanto, esse poder traz consigo uma grande responsabilidade. Afinal, seria certo usar a Terra Gloriosa para se vingar de Neil Lewis, o colega que a maltrata todos os dias na escola?
Conheci a história de Judith através de alguns trechos liberados no tumblr, a sabedoria da protagonista de A menina que fazia nevar chamou a minha atenção e não resisti, encontrei o livro na internet e comecei a lê-lo, passei um feriado todo agarrada a trama e só consegui largar quando cheguei ao fim. Vi muitas resenhas que diziam que a história era uma mistura de doce com amargo, de fato nós acompanhamos uma aventura singela ao lado de uma criança que logo vai descobrindo que a vida não é tão fácil quanto parece.

Judith McPherson é uma garotinha de 10 anos que cresceu somente com o pai devido a morte da sua mãe após seu parto. O pai muito religioso criou sua filha mostrando a ela que tudo o que realmente importa é a fé, e ambos assim como a comunidade que frequentam são vistos como lunáticos pela população da cidade que vivem.

Judith se acostumou a ser chamada de estranha e ser definitivamente uma garota sozinha, por consequência passou tempo demais da sua infância em seu quarto divertindo-se sozinha, ali descobriu sua brincadeira predileta: a construção da Terra Gloriosa. A Terra Gloriosa é um aglomerado de sucata e muita criatividade, um lugar perfeito para onde Judith vai com o pai e encontrará a mãe após o Armagedom.

Após um problema tenebroso para uma garotinha de 10 anos surgir na escola, Judith acaba descobrindo que milagres realmente podem acontecer e que ela pode fazê-los através da Terra Gloriosa, e uma aventura um tanto quanto surpreendente começa a acontecer na vida de garota.

Judith aprende que muito mais do que ler bíblia e abrir mão de prazeres da vida, a fé é crer que Deus pode todas as coisas e confiar Nele acima de tudo. Claro que ler a bíblia é fundamental e seguir Seus princípios necessário, mas precisamos ser mais do que religião, precisamos ter Deus em nosso coração.

O livro carrega uma linda mensagem sobre milagres que toca o coração de todos aqueles que se disponibilizam sentir. Uma leitura que te divertirá, revoltará, fará refletir, torcer pela garotinha e se surpreenderá com o fim... Confesso que desejei uma continuação e até hoje não me conformo com a falta de algumas páginas, mas enfim não posso fazer muito quanto a isso, posso?

 

Quotes:

Tudo é possível, em todos os tempos e em todos os lugares e para todos os tipos de gente. Se você acha que não, e só porque não consegue ver como está perto, como só precisa fazer uma coisinha que tudo vai começar a acontecer para você. Milagres não têm que ser coisas grandes e podem acontecer nos lugares mais improváveis; os milagres dão mais certo com as coisas mais simples. (P. 33)


Eu sei como é a fé. O mundo no meu quarto é feito dela. Com fé bordei as nuvens. Com fé recortei a lua e as estrelas. Com fé colei tudo junto e fiz todas essas coisas cantarolando. Porque a fé é igual à imaginação. Ela vê uma coisa onde não há nada, dá um salto e de repente você está voando. (P. 33)


Milagres não tem que ser grandes e podem acontecer nos lugares mais improváveis. Ás vezes são tão pequenos que as pessoas nem percebem. Ás vezes os milagres são tímidos ficam puxando as mangas, esperando você percebe-los, e depois somem. Muitas coisas começam bem pequenas, É um jeito bom de começar por que ninguém nota você é uma coisinha de nada perambulando, cuidando da própria vida. Aí você cresce.


Acho que as pessoas não acreditam nas coisas porque têm medo. Acreditar às vezes significa que você pode estar errado e, se você está errado, pode se machucar.
Para finalizar, vou deixar o booktrailer que é uma graça *-*:





Espero que tenham gostado!
Alguém por aqui já leu? Me conte o que achou.
E se você que ainda não leu quiser o livro em pdf, basta me pedir
que envio. 

Beijinhos, pandas :*
Paz!

You Might Also Like

5 Comments

  1. É um blog encantador encontrei o seu blog enquanto navegava pela net, não li muito, mas gostei do que vi e li,espero voltar mais algumas vezes,deu para ver a sua dedicação e claro sempre aprendemos ao ler blogs como o seu.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário.
    Abraço fraterno.António.
    Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir
  2. Comprei esse livro por causa da sua resenha.
    Estou louca para começar a ler.
    Adorei a sua resenha.
    Beijos, Nath
    http://blogdacantini.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaah, queeeero esse livro! Mas que coisa mais linda. A história tem a minha cara! Precisoooo! <3

    ResponderExcluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!