Minhas favoritas dos Arrais



Oi meninas! Que saudade louca de vocês *--* Como vocês sabem comecei a estudar semana passada e como acabei de me mudar ainda estou sem internet. No momento estou furtando a internet da Rural haja E por causa da minha longa jornada sem internet passei as últimas semanas sem fazer a coluna "Minhas favoritas de..." e desde que criei a coluna pensei em fazer um post com eles. Algumas das minhas canções favoritas são dos irmãos Arrais. Suas canções são inspiradoras, edificantes e ricas em sabedoria. É uma missão de risco escolher apenas algumas como favoritas, já que os dois CDs são incríveis, mas vou tentar! rsrs

- 17 de janeiro

"Eu olhei a tristeza nos olhos e sorri..."

- Além

"Mas não deixa a tempestade cobrir sua vontade de atravessar as nuvens e viver,
Olhando o horizonte que não está tão longe e esperar no Deus que vai além..."

- A voz

"Pois Ele é a voz que fala ao coração
Sobre esperança e um futuro além do que se pode ver..."

- A esperança

"Pois se tudo mudou e em Cristo eu sou mais do que sou. Pra trás eu deixo o homem que fui e as casas que eu construí longe de Ti. Se tudo mudou eu abro as velas da embarcação na esperança que pela manhã avistarei o porto onde te encontrarei..."

- Mais

"Sou mais que um vencedor, sendo que eu sempre fui o segundo em tudo que eu vivi. E me chama amigo, não sou mais são escravo, eu sou um filho, eu sou teu..."

Quais são as favoritas de vocês? 
Me conta *-* 
Vou tentar postar mais. Não me abandonem, não me esqueci dr vocês rsrs
Beijos :*
Paz!

16 on 16 {Projeto Literário}

Oi de novo meninas!  Semana passada conheci a blogueira Gabriela Freitas, ela estava criando um Projeto Literário baseado no projeto fotográfico 6 on 6 e eu quis muito participar. A ideia do projeto é o seguinte, um número x de blogueiras vão postar no dia x um texto com o tema escolhido durante o mês por elas, no nosso caso nós somos em 16 blogueiras e postaremos todo dia 16.

O tema deste primeiro mês é "Deixe seu recado após o sinal.", a ideia é deixar um recado para seu "ex amor", pode ser fictício ou o desabafo que você tanto quer fazer mas não tem coragem. Confesso que o tema não é tão simples pra mim, mas desafio é desafio né?


Procurei seu número na minha agenda, o pequeno papel rosa ainda estava colado nela, sua letra se destacava na cor azul, o número podia ter sido apagado da minha memória com o tempo, mas as lembranças das vezes que o disquei jamais se perderiam. Diferente da garota que eu era há dois anos atrás, peguei meu celular e disquei o velho número, tocou intensamente até cair na caixa postal.
Lá estava sua voz, forte mas ao mesmo tempo doce, distante mas tão viva em meu coração, esperei o bip enquanto fortaleci meu coração e tentava formular as palavras certas...
"Oi, espero que você ainda se lembre da minha voz. Te devo essa ligação desde a sua última ligação, queria voltar no tempo e ser mais corajosa, queria ter tido força pra vencer aquela barreira que criei que não permitia que ficássemos juntos. Não deveria te dizer isso, mas... Toda vez que passei pela sua rua imaginei você vindo de encontro a mim, suas mãos envolvendo minha cintura e meu coração se alegrando por descobrir que seu abraço seria um dos meus locais preferidos no mundo. Talvez isso seja coisa de criança, mas sempre esteve preso aqui no meu peito.
Mas eu não liguei pra isso, não liguei pra ficar dizendo o que queria ter mudado no passado. Na verdade quero te agradecer por você ter sido um verdadeiro príncipe o tempo todo. Obrigada por ter me enxergado quando mais ninguém o fizera, obrigada por ter se tornado um amigo primeiro e por ter ouvido todos os meus desabafos. Obrigada por compartilhar seus sonhos comigo e ter sonhado ao meu lado. Obrigada por ser a minha lembrança de amor platônico e por ter sido um grande amigo.
Quem sabe a vida ainda não traz você de volta? Quem sabe a gente ainda não se esbarra? Espero que eu não esteja tão descabelada e soada da próxima vez, estou cansada de te assustar assim! (risos)    
Quero que você seja feliz, quero que você encontre alguém que te faça o cara mais feliz do mundo e que te coloque um apelido ainda pior do que eu te dei. Quero que você sonhe com ela, que você tenha filhos lindos e que ela reconheça o seu valor. Quero que todos os seus melhores sonhos se realizem e que você encontre o Senhor todos os dias. Quero que ela assista seus animes ao seu lado e que vocês possam andar de mãos dadas sempre... Quero que ela te faça feliz tanto quanto eu gostaria de ter feito.
Eu sempre vou amar você..."
Meus minutos acabaram, o celular bipou mais uma vez e a ligação se foi. Havia lágrimas em meus olhos, pela primeira vez em dois anos estava leve, solta, ele havia feito mais parte de mim do que havia imaginado. Estava feliz, estava pronta pra ser a mulher que sempre quis ser: firme, decidida e corajosa pra amar.

Gostaram da ideia do projeto? Gostaram do meu textinho? Espero que sim! E se vocês tivessem que fazer uma ligação dessas? O que diriam? Quero saber hein rsrs

 Ah, não deixem de acompanhar os textos das outras blogueiras participantes, okay? *-*


Camyli;  Marlana;  Jade;  Nikki, Andressa, Fernanda e Jacqueline;  Lianne;  Deyse;  Sara;  Ariana Ghiovana;  Jeniffer; Gabriela; Mari; Maria Fernanda;

Tenho medo de... #33


Oi meninas! Como está sendo o sábado de vocês? Espero que bom! O post é programado, porque estou me mudando pro Rio de Janeiro hoje e vou passar o dia todo dentro de um ônibus \o/ haha - detesto viagens de ônibus ;s - mas enfim... Sábado é dia do  52 Semanas e o tema de hoje é Tenho medo de...

Não conseguir realizar meus sonhos - Ah, gente! Vejo tanta gente frustrada porque não conseguiu realizar seus sonhos ou porque sua vida não foi da forma que queria... Eu confio em Deus e deposito Nele os meus sonhos, abro mão de qualquer sonho meu pra viver o Dele, e é isso que quero ser uma sonhadora que vai conquistando os planos de Deus, então não me vejo distante disso, não realizar sonhos é um grande medo.

Cobra - Só de ver na tv elas já conseguem me deixar arrepiada, tenho pavor! ;s

Ficar sozinha - Sabe essas pessoas que perdem os parentes e ficam sozinhas? A minha família não é tão grande nem tão pequena, então acho que será mais que possível ter sempre alguém por perto, mas só a ideia de perder alguém que amo muito já é terrível =/

Besouro - Eu tinha 14 anos quando em uma noite quente resolvi dormir no chão meu quaro bem debaixo da janela. Coloquei um ventilar velho e gigante, daqueles que ficam na janela e eles puxam o ar lá de fora, sabe? E o que foi que ele me trouxe? Um besouro! O bicho entrou em meu ouvido e foi um desespero total! Tinha que ir pro hospital porque estava doendo demais, ele machucou meu ouvido, furou com as asas e o casquinho grosso e me deixou com trauma grande. Não tenho nem medo não, é pavor mesmo! rs

Facas - Imaginar o corte de uma faca é terrível pra mim, uma cena de terror inaceitável!

E vocês do que tem medo? 
Tem alguma experiência trágica com inseto? Me conta haha
Beijos :*
Fiquem na paz!





Descansa no Senhor, seu amor vai chegar



Oi meninas *-* Como vocês estão? Espero que bem. Preparei um post para as solteiras pro Dica de Princesa de hoje sem nem saber que hoje é o dia dos solteiros haha Então pra comemorar o dia, uma mensagem de força e esperança!

Você se lembra da história da princesa Bela Adormecida não é? Você se lembra dela ficar adormecida numa torre esperando pelo beijo do seu príncipe? O beijo que a libertaria de uma terrível maldição, a traria para a vida, para uma vida de verdade. Enquanto lia mais sobre esse assunto para preparar o post de hoje, vi um paralelo entre a história da Bela Adormecida e sobre como Deus quer que estejamos para esperar pelo cara - ou caso você seja um garoto, pela sua moça - lá no site Não Morda a Maçã e com o meu ponto de vista vou compartilhar com vocês.

A maioria dos adolescentes hoje tem o desejo de viver intensamente e essa mania dos nossos colegas acaba refletindo em nós cristãs também, me lembro que aos 13/14/15 anos, eu sonhava em ter um namorado, todas as minhas amigas tinham e eu sequer podia falar sobre perder meu BV, porque tecnicamente eu não tinha vivido nada ainda. Graças à Deus, esse desejo de viver tudo passou bem depressa, mas ainda vejo muitas garotas e rapazes querendo isso, muita gente querendo viver o hoje como se não houvesse amanha, ou seja, "vou beijar mesmo", "vou beber mesmo", "vou dançar mesmo" e por aí vai...

Acontece que essa vida de loucuras que duram apenas um dia não deixa uma observação de que tudo o que você vai viver vai refletir no seu coração e na sua mente uma hora. Entre os começos e fins de relacionamentos, a garota vai acabar descobrindo que seu coração já está machucado demais e pode acabar concluindo que o amor não existe de verdade. Entre nosso desejo de viver tudo agora, nós acabamos afastando as vontades de Deus, porque para Ele tudo tem seu tempo.

E é aqui que a senhorita Aurora entra, Deus não quer que você pare de viver, que você se tranque em uma torre e que fique esperando por outra pessoa para começar a escrever uma história, mas Ele deseja que seu coração descanse, que você confie que Ele pode sim e vai te dar uma história de amor. Deus quer que você deposite seu pequeno coração nas mãos Dele, que seu coração repouse nas mãos do Rei.

Você não é qualquer uma, minha querida você é filha do Rei e apenas um príncipe é digno de sua mão. Que a parte sentimental da sua vida, descanse em um sono doce assim como Aurora, para que quando o amor bater na sua porta você ouça a voz de Deus dizendo: "É da minha vontade, chegou o tempo de amar."

A Bíblia diz em Cânticos 3:5: "Mulheres de Jerusalém, eu as faço jurar pelas gazelas e pelas corças do campo: Não despertem nem incomodem o amor enquanto ele não o quiser." Quando nós criamos histórias com as nossas próprias mãos, nós com certeza vamos colher o que plantarmos e Deus não terá nada haver com isso. O amor no tempo errado pode trazer grandes consequências, e principalmente pode te levar para distante da pessoa que Deus tem preparado pra você.

Muita gente fica aí mendigando amor de outras pessoas, fica se arrastando atrás de pessoas que não querem nada com elas, se humilhando, se perdendo... Ah, menina deixe Deus ajudar você. Entregue nas mãos de Deus seus sonhos, conte a Ele como você quer que seu casamento seja, como você imagina seu vestido de noiva e quais serão as músicas, enquanto nós oramos e descansamos o Senhor vai agindo, porque para Ele nada é impossível. Se você quer um casamento no altar, é lá que ele deve começar.

Seja como Aurora, descanse, deixe o amor dormir nos braços do Pai até o tempo dele chegar. Mas não vá descansar demais, esteja sempre orando, clamando pelo seu príncipe e esperando da melhor maneira possível. Também não vá deixar de viver, principalmente na obra do Senhor, vá trabalhar, descubra o seu dom e o use para Deus. Agora é a hora de descobrir quem você é, não durma nesse quesito haha

Pode confiar em Deus, Ele está trabalhando nos detalhes. Seu casamento já tem data marcada! Descansa menina, descansa!


Adicione à playlist: Leandro Borges

Quase sempre estou atrasada com dicas musicais e para a minha surpresa depois de lançar a coluna "Minha favorita de..." com as canções da Fernanda Brum, acabei conhecendo no youtube as músicas do cantor gospel Leandro Borges e estou tão apaixonada que preciso/necessito contar para vocês! Acho que ele nem todas conhecem então quem sabe você pode ir se preparando para adicionar mais melodias à sua playlist de favoritas?

A primeira canção dele que ouvi foi Cresça que ele cantou com Vanilda Bordieri, confesso que de início fiquei um pouco relutante e pensei em não ouvir, porque não gosto muito do estilo das canções da Vanilda (embora minha mãe ame e sempre toque alguma música dela aqui em casa), mas ouvi mesmo assim e não resisti, amei a canção e fui atrás de outras dele.



Leandro Borges é um jovem cantor e compositor do sul do país. Ele compõe músicas desde pequeno e possui canções gravadas por grandes nomes da música gospel, como Vanilda Bordieri, Suellen Lima e Eliane Silva. Entretanto, ele veio a gravar seu primeiro cd em 2011, Pelo Reino de Deus. Em 2013, o cantor lançou seu mais novo cd, Deus, Eu e Meu Violão e a cada dia tem alcançado mais destaque tanto como compositor quando como cantor. E já está sendo intitulado como uma das maiores vozes masculinas do pentecostal brasileiro.

Leandro Borges possui um estilo pop-pentecostal, sua voz é doce, suave e ao mesmo tempo que suas canções são animadas elas trazem calma e leveza para a nossa jornada. Seus hinos cantam e profetizam sobre vitória, sobre o quanto vale a pena ser fiel, e principalmente sobre o amor e cuidado que Deus tem com a gente.






Nos Detalhes já é uma das minhas favoritas *-*


Preparei uma playlist com as canções que mais tenho ouvido de Deus, Eu e Meu Violão:




Confesso que gostei mais das canções do 2° CD e vocês podem ver pelo post mesmo, porque só compartilhei as canções dele haha Mas vale a pena procurar os dois e ser abençoada
por essas canções do céu!

Alguém já conhecia o Leandro? Quais suas canções favoritas dele? 
E você que não conhecia, gostou? Espero que sim! 
Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês!
Beijos :*


Dicas para o primeiro dia de aula na universidade


Oi princesas! Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês! Como está sendo o seu dia? Espero que abençoado. Segunda-feira que vem começo a viver o meu sono de menina: estudar em uma universidade. Como contei neste post, sou caloura de História na UFRRJ e quem me acompanha no blog desde o ano passado sabe do quanto sonhava em iniciar a faculdade. Muitas viram meu testemunho, compartilharam suas histórias aqui e curtiram cada post da série Futura Universitária, assim como disse meses atrás, assim que meu sonho começasse a tornar realidade mudaria o nome da série para Princesas Universitária e tentaria compartilhar o máximo possível das novidades, curiosidades e experiências com vocês.

Pra manter meu coração são até segunda-feira, vou iniciar o primeiro post da série hoje, que pode ser bem útil pra quem vai começar a faculdade por agora também. Cada ano foi marcado por um primeiro dia de aula diferente, mas duas coisas sempre foram iguais eu conhecia alguém na escola e sempre tinha a presença da minha mãe. Dessa vez vou ser um peixe fora d'água completo, vou estar longe de casa em outro estado! E dessa vez não vou conhecer ninguém mesmo haha

Estou bem tranquila - até agora, pelo menos - em relação a conhecer pessoas novas, então minha curiosidade hoje está mais aguçada sobre o que esperar do primeiro dia de aula, vamos a ela?

Material - Em minhas buscas pela internet encontrei algumas blogueiras que disseram para deixar pra comprar o material só depois que as aulas começaram. Porque assim você poderá saber a quantidade de matérias que vai ter e pode comprar o caderno de acordo... Como eu não pensei nisso acabei comprando de uma vez, e parecia uma criancinha feliz na papelaria haha

Pra não ficar sem nada opte levar um caderninho ou agenda onde você possa anotar o que seus professores disserem, anote também os livros que eles já disseram que são necessários para ler e já comece a procurar por eles, seja na biblioteca da universidade, entre seus veteranos, internet...

Roupa - Os meus veteranos são bem legais e estão preparando muitas surpresas pra gente, e como eles são bem legais já nos avisaram pra ir com uma roupa simples, porque ela vai sofrer com o trote! O que vou usar ainda não sei, sou péssima pra escolher roupas, mas quando for contar como foi meu primeiro dia de aula tento mostrar o que escolhi usar, okay?

Trote - Os trotes das universidades federais são muito conhecidos, os veteranos de história disseram  que não vão pegar pesado com a gente, mas nunca se sabe né? rsrs Tenho medo dessas coisas e vocês? Alguns trotes são legais, como pintar os calouros, colocar pra pedir dinheiro - coisas que eles já disseram que vão fazer -, ou doar sangue, essas coisas... Mas tem aqueles veteranos sem graça que gostam de aprontar com a cara dos outros, portanto se começarem com brincadeirinhas que não te agradam seja forte e se afaste delas. Ser você mesmo lá é tão importante quanto tirar boas notas!

Seja você - Assim como eu e talvez você, todos os seus outros colegas tem as mesmas aflições, sonhos e desejos que você. Talvez alguns já tenham ido pra faculdade, mas esse ano será uma novidade pra eles também. Ser nós mesmos é fundamental, porque não dá pra ficar bancando outra pessoa durante 4/5 anos, certo? Manter sua fé, sua postura, seus ideais é muito importante também, Deus abriu a porta, não vamos nos perder, hein!

Ler sobre esses assuntos tiraram algumas das minhas dúvidas e a de vocês? Deixe no comentário sua dúvida que vou tentar respondê-la o mais rápido possível! Tem uma experiência divertida de primeiro dia de aula, me envie quem sabe não posto por aqui e nós trocamos experiências juntas? *-* 

Desde já parabenizo a todas que estão realizando seus sonhos também e aquelas que ainda não conseguiram aguardem, seu sonho vai chegar, tudo tem seu tempo! 

Por conta da minha mudança e preparativos não conseguirei postar o 4º capítulo de
Uma aventura à dois hoje, vou tentar me adiantar e postar em breve, okay? I'm sorry ;s

Abraços de panda *-*
Paz!
 

Minhas favoritas de Fernanda Brum


Oi gente! Como vocês estão? Pra variar das postagens grandes, porque sei que algumas princesas não gostam de ler tanto assim haha e porque ainda não dei nenhuma dica desde os primeiros dias da semana passada, resolvi trazer algumas músicas hoje. Sempre ouvi algumas músicas da Fernanda Brum e reconheço, ela canta muuuito! Mas nunca fui de ouvir todas ou estar sempre ouvindo, só que desde ontem à noite, senti uma vontade enorme de ouvir as canções dela e elas falaram muito comigo. Então resolvi montar uma playlist com as que eu mais gostei e compartilhar com vocês!

E assim acho que nasce um novo quadro para a nossa coluna Melodia, "Minhas favoritas de...",  como dar dicas musicais novas é complicado - vocês já sabem como sou atrasada nesse quesito rsrs - então que tal compartilhar as minhas favoritas com vocês e as senhoritas me falarem as de vocês? Se o nome for piegas, brega ou sei lá mais o que rsrs, me avisem e dê uma sugestão ta bom? rsrs

A Fernanda tem tantas músicas que eu me perdi nelas rsrs, então vou ficar muito feliz em saber quais são as de vocês!










Eu ouvi essa música da Fernanda ano passado e foi impossível não me impactar com ela, além da canção a ministração em si tem uma presença do Senhor muito marcante e vem contando uma história que tem se tornado realidade na vida de muitas garotas. Que Deus possa curar seus corações e trazer novamente seu valor. 

As minhas favoritas também fazem parte da sua playlist? Quais são as favoritas de vocês?
Me conta *-*
Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês!
Beijos :*

Imperfeitas princesas que escolheram lutar

By Olivia Paige.


Oi meninas! Como vocês estão? Espero que bem. Todo mundo já deve ter reparado que o nosso cantinho está de cara nova, a verdade é que amo mudar e como agosto é mês de muitas mudanças, resolvi mudar por aqui também. O post de hoje é uma mensagem/estudo de incentivo e força, antes de compartilhá-lo com vocês, é na verdade uma mensagem pro meu próprio coração. É uma reflexão que fiz sobre um dos períodos da história de Ester e espero que fale tanto a vocês quanto falou comigo.

Após Ester conquistar a coroa e se tornar esposa de Xerxes, Mardoqueu - primo que criou a moça como filha - acabou descobrindo que dois oficiais do rei estavam indignados e conspiravam para assassinar o rei. Como um homem bom e justo, Mardoqueu foi até Ester e contou-lhe sobre o que ouvira, Ester por sua vez informou ao rei em nome de Mardoqueu. Após a informação ser investigada e dada como verdadeira, os dois oficiais foram enforcados.

Após esses acontecimentos, o rei promoveu Hamã dando-lhe uma posição mais elevada do que a todos os demais nobres, honrado todos os oficiais do palácio curvavam-se e prostavam-se diante de sua presença, exceto Mardoqueu. Hamã não gostava nem um pouco da atitude de Mardoqueu e sabendo que ele era judeu, decidiu criar um plano de execução que exterminaria todos os judeus do império de Xerxes. O plano foi aceito por Xerxes e colocado em andamento.

Da mesma forma que Hamã se enfureceu com a pessoa que Mardoqueu era, com sua fidelidade para com Deus e sua bondade, satanás vive enfurecido conosco e tenta de todas formas nos paralisar. Ele quer nos fazer prostrar diante dos prazeres do mundo nos afastando de Deus e dos planos Dele para nós.

Em meio as dificuldades da vida, ela ainda parece ser muito simples para os adolescentes ou jovens, nossas únicas preocupações deveriam ser a escola, a faculdade que vamos escolher e a busca pelo primeiro emprego, fazer amizades, aproveitar a melhor fase da vida e outras coisas simples assim... Mas quem decidi viver uma vida espiritual de verdade, sabe que o mundo vai muito além do que os nossos olhos são capazes de ver e que há um inimigo mais importante do que aquelas garotas na escola que não gostam da gente.

Nós não podemos ficar "boiando na maionese", temos que cuidar da nossa coroa se não satanás as arranca de nós. Todas as mulheres da Bíblia tiveram relacionamentos sérios e profundos com Deus, cada uma delas enfrentou sua própria tempestade e venceu porque confiavam inteiramente no Senhor.

Quando Mardoqueu viu o que aconteceria com o seu povo, ele surtou, na verdade todos os judeus surtara, as cidades viraram uma loucura e o povo começou a jejuar, chorar e se lamentar. Ester inicialmente não sabia de nada disso, ela estava no palácio longe da realidade de seu povo e só descobriu a verdade porque pediu que um de seus ajudantes descobrisse o que estava deixando Mardoqueu tão louco.

Mardoqueu pediu que Ester fosse até o rei interceder por seu povo, mas naquela época uma pessoa só podia se aproximar de Xerxes se fosse chamada por ele, e Ester não era chamada a sua presença há mais de 30 dias. Imagine-se na posição de Ester. Imagine o povo que você tanto ama sendo condenado a morto e você não poder fazer nada? Você é rainha, deveria todo poder para proteger as pessoas, mas está de mãos atadas porque não pode se aproximar do rei...

Acontece que Mardoqueu era persistente demais para deixar essa história de lado e ele não concordou com a ideia de Ester de não se aproximar do rei. Ele disse a ela que só porque ela era rainha agora, talvez sua vida fosse poupada, mas a dor de ter perdido a oportunidade de ajudar seu povo jamais deixaria seu coração. Ainda lhe disse que talvez foi para aquele momento que Deus lhe deu a posição de rainha.

Como você ficaria numa situação dessa? Como você reagiria se soubesse que a única forma de você realizar o chamado de Deus para sua vida era a forma também como você poderia acabar morrendo? A história de Ester é parecida com os relatos que ouvimos de pessoas que foram evangelizar na Ásia e acabaram sendo aprisionadas ou mortas, só que Ester teve seu reinado provado ali, ela poderia ter escolhido o conforto e se esconder atrás de sua coroa, mas ela preferiu reagir, assim como uma princesa do Senhor deve fazer.

Ester então respondeu a Mardoqueu: "Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei." (Ester 4:16)

Sozinha Ester não teria conseguido se aproximar do rei, mas ela sabia que com a benção de Deus tudo seria diferente. Todas nós sabemos que a oração é uma das maiores armas do cristão, mas na hora da guerra nós acabamos não nos lembrando dela. Às vezes nós estamos tão ocupados em lamentar, em nos desesperar, em julgar a Deus e Sua vontade, que esquecemos que é na prova que amadurecemos e que Deus não nos livra da prova, mas sim na prova.

Precisamos ser corajosas como Ester, precisamos nos fortalecer no Senhor e ir enfrentar nossos inimigos. Por que ficar no comodismo? Você quer ser mais um jovem simples ou quer viver as maravilhas que Deus tem pra você?

Talvez essa prova que você tem enfrentado seja o motivo da sua vida, não que você tenha que sofrer e perder, mas sim vencer, viver as vitórias que Deus tem preparado e ser testemunho do poder Dele. Não fique ai parada achando que as bençãos vão cair do céu, corra atrás dos sonhos, dos planos do Senhor, não fique com os olhos presos a tempestade que tem tumultuado a sua vida. Seja como as princesas da Bíblia, tenha histórias para contar!

{Para conhecer mais os detalhes deste período de Ester, leia Ester 2 à 4.}

Espero que vocês tenham gostado e que Deus tenha falado com vocês!
Tem dicas de estudo? O que mais quer ver no blog?
Deposite sua opinião nos comentários, vou recebê-la
com muito carinho! *-*
Paz.
Beijos :*

Uma conversa com Deus



Nós estávamos caminhando pelo parque cheio de crianças, era novamente dia dos pais e mais uma vez eu via crianças saírem correndo dos brinquedos indo de encontro com os braços acolhedores e amorosos de seus pais. Meu coração tremeu com aquelas cenas e pela primeira vez me vi com uma pequena inveja daquelas crianças.

- Eu sei o quanto você queria viver algo assim. - ouvi Sua voz imponente bem ali perto de mim. Deus caminhava comigo, como se fosse algo que Ele fazia diariamente.

- Por que não tenho isso então, Pai? Se o Senhor sabe que eu precisava disso... - uma lágrima desceu quente pela minha bochecha e o nó que se formava em minha garganta se fechou ainda mais. Ele se aproximou de mim e com umas de Suas mãos secou a lágrima que escorria, a outra mão segurou uma das minhas mãos.

- Tudo tem seu tempo, minha querida e nada é em vão. O que você vive hoje será testificado amanha. - Nós recomeçamos a andar e pela primeira vez naquele dia uma paz inundou todo o meu coração. - Sabe filha, você é um grande projeto Meu, bem sei que você não pensa isso de si mesma, às vezes até pensa que não será nada, mas Eu sei quem você é e Sou quem te dar o valor devido, afinal você é minha obra prima.

Lágrimas rolaram novamente, agora não eram de tristeza, mas sim de alegria. Embora meu pai não pudesse compartilhar desse dia tão especial comigo, eu descobri que tinha outro Pai, o meu Pai do Céu que estava a todo instante comigo.

- Alguns não acreditam na sua história, mas querida eles vão se surpreender com ela. Em cada capítulo há uma assinatura minha e Eu não escrevo histórias ruins. Não importa o tempo, um dia você irá correr para os braços do seu pai e ele vai receber você, porque foi para isso que Eu os criei, para ser família, para ser pai e filha. - Ele me deu um abraço, o melhor abraço do mundo. - Não se preocupe, Eu sempre estarei aqui. Vou enxugar suas lágrimas, te dar motivos para sorrir, sorrir com você e sonhar também. Vou te ajudar a enfrentar os pesadelos reais que surgirem pelo caminho e ir realizando meus sonhos para você no tempo certo. Não se preocupe, querida menina, você é Minha Filha. Você é Filha do Rei.

-  Eu te amo, Papai.

Ele sorriu para mim enquanto nos aproximávamos do carrossel, Ele me deu um bilhete e disse que era pra eu aproveitar as voltas, porque assim como o carrossel a vida passa muito depressa e nós devemos aproveitar o melhor dela. Enquanto o carrossel girava, vi Deus sorrindo e acenando pra mim, como se eu fosse a garota mais especial do mundo!

Feliz dia dos pais, melhor Pai do mundo ♥

52 Semanas - #31 & #32

Créditos


Oi princesas! Como vai o sábado? Espero que bom ♥ Estou atrasada como sempre no 52 semanas - atrasar já faz parte de mim! ;s - ainda bem que desta vez é só uma semaninha rsrs

Semana 31 - Quando não tenho nada pra fazer, gosto de...

Ler - É mais do que uma coisa pra fazer quando não tenho nada pra fazer, é uma paixão mesmo. Vocês entenderam né? haha

Escrever - Sempre tem uma história rodando na minha cabeça, um caderninho é sempre útil!

Ver seriados e filmes - Amo me jogar na minha cama, se estiver frio me enrolar na minha coberta e ver meus filmes e seriados favoritos ♥

Ver/ouvir programas com a minha mãe e dar boas risadas - Sabe aquele programa "Casos de família"? Só tem casos hilários naquele lugar, mamãe e eu morremos de rir com aquele povo.

Ver filmes infantis com a minha irmã - Filmes infantis são leves, engraçados e fofos, minha irmã ama e de vez em quando me arrasta pra ver um, é sempre uma delícia *-*

Semana 32 - Ainda quero aprender:

Dançar - Sou toda dura e não sei dançar nada ;s Queria aprender dançar pelo menos valsa, porque quero que toque no meu casamento ><

Me maquiar - Sou muito básica nesse quesito, não sei nada além de passar rímel. Preciso trabalhar nisso!!

Cantar - Quero muito fazer aula de canto um dia *-*

Dirigir - Sou extremamente desastrada, mas quero aprender a dirigir, principalmente pra fazer longas viagens de carro.

E vocês, o que fazem quando estão livres?
 E o que ainda querem aprender? 



O guardião de memórias {resenha}


Oi realezas! Como disse no primeiro post desta sexta-feira animada \o/, estou postando a resenha do livro que li nessas últimas duas semanas. Espero que gostem. 



Autora: Kim Edwards
Editora: Arqueiro
Ano: 2009
Páginas: 368

Sinopse: Com mais de três milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos, O Guardião de Memórias é uma fascinante história sobre vidas paralelas, famílias separadas pelo destino, segredos do passado e o infinito poder do amor verdadeiro. Inverno de 1964. Uma violenta tempestade de neve obriga o Dr. David Henry a fazer o parto de seus filhos gêmeos. O menino, primeiro a nascer, é perfeitamente saudável, mas o médico logo reconhece na menina sinais da síndrome de Down. Guiado por um impulso irrefreável e por dolorosas lembranças do passado, Dr. Henry toma uma decisão que mudará para sempre a vida de todos e o assombrará até a morte: ele pede que sua enfermeira, Caroline, entregue a criança para adoção e diz à esposa que a menina não sobreviveu. Tocada pela fragilidade do bebê, Caroline decide sair da cidade e criar Phoebe como sua própria filha. E Norah, a mãe, jamais consegue se recuperar do imenso vazio causado pela ausência da menina. A partir daí, uma intrincada trama de segredos, mentiras e traições se desenrola, abrindo feridas que nem o tempo será capaz de curar. A força deste livro não está apenas em sua construção bem amarrada ou no realismo de seus personagens, mas, principalmente, na sua capacidade de envolver o leitor da primeira à última página. Com uma trama tensa e cheia de surpresas, O Guardião de Memórias vai emocionar e mostrar o profundo - e às vezes irreversível - poder de nossas escolhas. (Skoob)

“A vida é feita de escolhas” todo mundo sabe perfeitamente dessa verdade na teoria, mas ninguém pensa nela nos momentos de grande decisão e acaba tomando decisões no impulso. Foi num dos momentos mais importantes da sua vida, durante o parto de sua jovem esposa, Norah, que o dr. David Henry faz uma terrível escolha que mudará a história da sua família para sempre.

Durante uma noite coberta pela neve, Norah começa a dar à luz três semanas antes do esperado. Por causa da neve, um médico amigo da família é impedido de chegar à clínica para fazer o parto de Norah, mesmo estando inseguro, David se relembra das anos de estudo e dos partos que fizera tentando encontrar forças para ele mesmo ajudar a esposa. Ao lado de sua enfermeira Caroline, eles dão início ao trabalho de parto, tudo ocorre bem e o bebezinho Paul nasce perfeito, enquanto David se prepara para os últimos momentos, Norah começa a entrar em trabalho de parto novamente e o médico se surpreende, o nascimento de mais um filho, uma menina que eles se quer sabiam que estava ali!



Ao olhar para a pequena Phoebe, David nota pequenos traços que diferem a filha de outras crianças, traços que só um médico reconheceria. A menina tem Síndrome de Down. Phoebe é como uma porta para o passado e logo David começa a se recordar da infância difícil, fatos que ele esconde até mesmo da esposa. David cresceu numa cabana pequena próxima à montanha, seus pais eram simples agricultores que sempre lutavam para dar o melhor aos filhos. Sua irmã mais nova era mirrada e ficava doente com muita facilidade até que a família descobriu seus problemas de coração, e logo assim que a menina completou 12 anos acabou falecendo.

A dor de perder a irmã nunca foi superada por David nem por seus pais, e agora ao olhar para sua pequena filha e ver os traços de uma doença que maltrataria não apenas ela, mas toda sua família, o médico vê como única solução pedir que sua enfermeira a leve para uma instituição que cuida de crianças parecidas.

Submissa, Caroline embarca numa viagem de carro até o local, mas fica apavorada com o que lá encontra, movida pela emoção e amor, a enfermeira decidi ir embora da cidade e criar Phoebe como sua filha. David, motivado pelo medo não conta a esposa a verdade, diz para ela que a filha deles morreu e ali abre um buraco na história dos dois, buraco que os suga um pouquinho a cada dia.


Uma decisão que muda toda uma história.

Os primeiros capítulos acontecem em 1964, época em que a síndrome de Down era pouco conhecida e sofria grandes preconceitos. Durante a história de Ken, nós voltamos ao passado e entramos no universo de uma família que luta para conquistar direitos para crianças com Down, vemos também a dor de uma mentira e o quanto perdoar é importante.

O guardião de memórias é aquele tipo de livro que te faz analisar sua própria história, analisar seu próprio futuro ou há quem você deve perdoar. Como disse lá em cima, é um livro sobre escolhas e suas consequências.

O único ponto negativo do livro pra mim foi a rapidez com que o tempo passa, gostaria que algum capítulos tivessem sido maiores, mas ao todo o livro é muito bom e merece um bom lugar na estante. Com certeza me deixou com gostinho de quero mais! 

Hoje acabei descobrindo que o livro virou filme em 2008, assim que assistir falo um pouquinho sobre ele por aqui. Alguém já leu o livro? Ou ficou com vontade? Deposite sua opinião nos comentários *-* 

Beijos :*





José nos ensina a perdoar



Oi meninas! Tudo bem? Espero que sim. Há muitas semanas não faço um Dica de Princesa com um estudo né? Estava sentindo falta disso e durante esses últimos dias enquanto lia o livro O Guardião de Memórias - que vou fazer a resenha ainda hoje - o tema perdão ficou rondando pela minha cabeça. Às vezes passamos por algumas más situações onde acabamos magoando alguém que amamos ou sendo magoadas e simplesmente não conseguimos nos livrar dessa mágoa. Sempre que olhamos para determinada pessoa vemos o que ela fez conosco ou o que fizemos por ela.

Muita gente acaba ficando com medo de pedir perdão, ou se acha bom demais para dar o braço a torcer, mas não acaba percebendo o quanto essa mágoa é capaz de machucá-la e mudá-la. Às vezes por causa de um erro lá no passado mudamos toda uma vida.

Sempre que falei aqui no blog da história de José acabei mostrando mais a parte sonhadora e batalhadora de sua vida, mas hoje quero mostrar o quanto José perdoou as pessoas que o haviam magoado. José tinha apenas 17 anos quando foi friamente vendido pelos irmãos, ele foi bruscamente afastado de seu pai, de sua família, de tudo o que conhecia. Se nós achamos difícil nos mudarmos sozinhos para uma cidade distante para ir estudar ou trabalhar, imagine você sendo afastado por que foi vendido pelos irmãos?

A nossa vida é realmente feita de escolhas, escolhemos se vamos viver na luz ou na escuridão, e quando José escolheu permanecer firme com o Senhor, ele liberou o perdão, ele não viveu preso as duras armações de seus irmãos. Se José tivesse escolhido mastigar aquela mágoa todos os dias, ele chegaria a um ponto terrível onde já não mais teria relacionamento com Deus, assim ele não poderia mais interpretar sonhos nem viver os sonhos de Deus para a sua vida, porque toda a sua história iria girar em torno do mal feito por seus irmãos que ele carregaria dentro do coração.

A bíblia diz em Mateus 5:23-24: "Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta." Esse versículo me leva a pensar que quando não perdoamos nosso próximo nós demos lugar a raiva e a ira, o que nos impede de fazer de bom coração tudo em relação ao Senhor.

Eu sei que perdoar não é fácil, principalmente quando uma das pessoas que você mais ama vive te pisando, te humilhando, te desacreditando e por impossível que pareça perdoar essa pessoa é possível. É possível olhar para o seu inimigo e desejar a ele todo o amor do mundo, porque você não estará olhando-o com os olhos da carne, mas com os olhos espirituais.

Sabe quem usa o seu pai para te humilhar? Satanás. Sabe quem usou aquela amiga para roubar o seu sonho ou te humilhar em certo lugar? Satanás. Sabe quem usa o seu patrão para pisar em você? Satanás! Ele vive armando para as nossas vidas, ele quer atingir aquele ponto mais fraco seu, roubar sua alegria, massacrar seu sorriso, destruir seus sonhos e te afastar cada dia mais de Deus, porque ele sabe que Deus muito te ama e quer que um dia você vá ser feliz com Ele na imensidão azul.

Nós somos humanos, nós erramos, nós pecamos, mas escolher melhorar, escolher mudar, escolher perdoar é uma atitude divina que pode te libertar do mal e mudar sua vida.

Após a morte do pai de José, seus irmãos tiveram medo que José não mais os ajudaria por causa do possível rancor que ele ainda carregaria. Com medo, os irmãos mandaram um recado a José dizendo que o pai havia pedido antes de sua morte que o filho perdoasse os irmãos, ao ouvir o recado José chorou. Seus irmãos vieram até o Egito e prostraram-se diante dele dizendo que agora eram seus escravos, mas José os disse: "Não tenham medo. Estaria eu no lugar de Deus? Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muito. Por isso, não tenham medo. Eu sustentarei vocês e seus filhos"(v:19-21) . (Gênesis 50: 15-21)

Não cabe a nós julgar o erro dos outros mesmo que eles estejam martelando em nosso coração, Deus é nosso Juiz e Ele intercederá por nós. Perdoar pode ser a coisa mais difícil que você vá fazer, mas não impossível. Deus está conosco nesta jornada e ao pedirmos que Ele nos ajude, o Espírito Santo cuidará do nosso espírito e diariamente perceberemos a diferença.

Comece a pedir que Deus limpe o seu coração, peça para ter os olhos da fé, para que assim ao você olhar para aquela pessoa que tanto te magoou você a veja com o espírito e entenda que Deus quer te usar para abençoa-lá também.

Que sejamos como José, que possamos ver que Deus trabalha na tempestade e que ela é a forma de nos amadurecer e nos usar para levar a luz a mais vidas.

 "Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas" (Mateus 6:14-15). 

Que a paz e o amor do Senhor sejam conosco sempre!
Beijocas :*







Agosto é mês do amor | 7 on 7



Oi realezas! Como vocês estão? Espero que bem! Hoje é dia de 7, dia do 7 on 7. Pra quem não conhece é um projeto que envolve fotografia, onde um número x de blogueiras, vão postar no dia x um número x de fotos tiradas por elas mesmas... Quantos x, né? haha Mas acho que deu pra entender. O tema desse mês foi ainda mais complicado do que do mês passado, e olha que selecionar coisas que eu salvaria num incêndio não foi nada fácil...

O tema desse mês é Amor e claro eu amo muitas pessoas, coisas e lugares, mas tentei fazer diferente, desfocar de tudo aquilo que já falei por aqui, espero ter conseguido e que vocês gostem. 


Pra quem ainda não tinha visto essa é a minha irmã, nós temos quase 12 anos de diferença e ela é com certeza uma das pessoas que mais amo no mundo todo. Costumo dizer que a Júlia é um presente de Deus, uma bonequinha real que Ele me deu para cuidar. Lembro que orava muito quando pequena para ter uma irmãzinha e quando menos esperei Ele a trouxe. Se a Jú souber que a foto dela está aqui ela me mata haha Mas quero guardar cada momento da gente, porque em breve vou me mudar pro Rio e ela vai ficar no Espírito Santo, então quero me lembrar muito dela nesse mês de amo ♥



Júlia e Regina, uma combinação perfeita haha Toda vez que estou vendo um dos meus seriados e que a minha irmã decide assistir comigo tenho que ficar lendo as legendas pra ela. Isso irrita as vezes, mas acaba sendo adorável também. Depois nós ficamos conversando sobre a história como se fosse real, uma das coisas que mais amo em minha relação com a minha irmã é que posso passar pra ela o quanto o mundo da imaginação é um lugar super legal para se estar. *-*




Bíblia = alimento diário! Deus sempre fala com a gente através dela, não dá pra escapar. Cadernos são onde deposito toda a fé que extravasa do meu coração, onde transformo os sonhos em palavras, onde posso transformar o emaranhado de histórias da minha cabeça um pouquinho de realidade. Músicas me levam pra perto de Deus, me inspiram e me alegram >< Tocando agora Os Arrais, porque não dá pra resistir à sabedoria, poesia e amor.  

Eu costumo olhar pro céu e falar com Deus, toda vez que olho pra esse azul me lembro da Sua presença, Suas promessas, Seu amor imensurável. É lindo saber que o Criador dessa céu azul tão lindo é meu Paizinho e me chama pelo nome *-*


Júlia de novo! *-* 


Essa é uma plaquinha que tem na copa daqui de casa. Ela me inspira e eu realmente acredito em suas palavras ♥

E o que vocês mais amam? Seriam capazes de representar esse amor em fotografias? 
Se já fizeram compartilhem comigo ><

Confiram as fotos das outras integrantes:


Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês!
Beijos :*


Uma aventura à dois #3



Oi meninas! Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês. Como estão? Espero que bem! Há três semanas comecei a postar a fanfic Uma aventura à dois, que foi inspirada nos pedidos das minhas amigas/leitoras, se você ainda não viu pode conferir o 1° capítulo aqui e o 2° aqui. Um dos propósitos do blog sempre foi compartilhar as histórias que escrevo com você e desde o ano passado não fazia isso, então estou amando reviver essa experiência e o carinho que tenho recebido de vocês! Muito obrigada *-*



Capítulo 3

 A noite tinha sido melhor do que Ariel podia ter imaginado, mesmo tendo voltado tarde para casa de Camila, às 8:00 da manha já estava acordada suspirando com os ocorridos da noite passada. Eles não haviam se beijado, mas passaram horas conversando o que tornou aquele momento inesquecível. Felipe segurou a mão dela o tempo todo e eles tiraram os sapatos e caminharam pela areia gelada durante um tempo.

Ela não tinha apenas ganhado um amigo na noite passada, mas sim um parceiro para as suas futuras aventuras. Aquele sentimento que vivera no seu coração há tantos anos, aquele desejo de ir além, de conhecer lugares e pessoas, de viver histórias que nem os livros seriam capazes de contar, não estava mais tão distante, parecia que a chegada de Felipe era uma porta para a realização desses desejos. Felipe era apenas o combustível para esse efeito avassalador que crescia no seu peito.

Naquela manhã Ariel esqueceu-se de orar e se quer perguntou a Deus se Felipe era realmente uma boa companhia, estava ocupada demais pensando no presente que a vida tinha trazido.

Ficou na casa da amiga apenas até depois do almoço, porque sua mãe tinha ligado dizendo que os novos vizinhos iriam fazer uma visita a sua casa mais tarde, parece que seu pai havia convidado o pai de Felipe para um churrasco ou coisa parecida, e é obvio que a garota não perderia sua chance. O pai de Ariel era dono do jornal da cidade e embora quase não houvesse o que ser publicado sobre a pequena e acolhedora Valadares, o pai era responsável pela edição de mais três jornais de cidades vizinhas e ter um bom contato com Marcelo Medeiros, o novo dono da fábrica de papel, seria ótimo para os negócios.

Em momentos como esse Ariel se sentia uma filha tão especial quanto as pequenas irmãs, porque o pai adorava apresentar sua mais inteligente e linda filha, futura universitária. E aquele encontro teria algo ainda mais especial.

Ela correu para casa e assim como no dia anterior foi levada até o quintal pelos gritos da mãe. Diferente da tarde anterior não havia nem sinal de que brinquedos faziam parte daquela casa e o jardim estava mais lindo do que nunca. A mesa que ficava próxima a cobertura da área de churrasco estava impecavelmente arrumada e Mel e Ana estavam brincando como gente grande num balanço de ferro que havia no finzinho do jardim.

- Que bom que você chegou querida, vá logo se vestir que nossos convidados vão logo chegar! – Clarice estava vestida com um vestido florido de margaridas que destacava os cachos ruivos.

- Mãe, você está linda! – Ariel deu um beijinho na bochecha da mãe e foi correndo para o quarto.  
Depois do banho, escolheu vestir uma blusa florida, uma saia branca de renda e um casaquinho salmão, com os cabelos soltos, rimel, um pouco de blush nas bochechas e uma melissa rasteira estava pronta e ansiosa. Voltou para o andar de baixo para ver se a mãe precisava de alguma coisa, qualquer coisa que a distraísse por um tempo e não deixasse que ela ficasse tão presa ao mundo da lua. Infelizmente não havia muito o que fazer, seu pai havia contratado uma pequena equipe de churrasqueiros profissionais que já estavam acostumados a cuidar desses pequenos eventos da família e a mãe já havia dado conta da bagunça rotineira da casa, a única coisa que sobrou foi manter as meninas sentadas em frente a tv vendo mais um irritante filme da Disney enquanto as visitas não chegavam.

De todas as princesas a favorita de Ariel era a Bela, diferente das outras ela não vivera a maior parte do tempo a espera do amor da sua vida nem estava presa ao conto de amor à primeira vista, e mesmo Ariel estando com essa ansiedade para ver Felipe ela sabia muito bem que não estava apaixonada por ele. Ariel acreditava que precisava viver muita coisa ao lado de alguém, para depois descobrir que a amava de verdade. Bela passou um tempo precioso no castelo, ela conheceu quem estava por traz daquela fera, ela viveu aventuras naquele mundo estranho e era assim que Ariel queria descobrir que amava alguém.

A campainha tocou enquanto Ariel obrigava a pequena Mel permanecer sentada no sofá, seu pai caminhou até a porta e a abriu recepcionando os novos vizinhos. Sua mãe logo chegou a sala chamando as três meninas para se reunirem no hall de entrada.

- Esta é a minha esposa, Clarice. E as nossas moças, Ariel, Melissa e Ana. – Richard falou com seu sotaque americano.

Paula, mãe de Felipe, era uma mulher linda, seus cabelos eram negros e os olhos tão verdes quantos os do filho mais velho, além de ser muito simpática. O pai, Marcelo e o filho mais novo, que Ariel acabou de descobrir que se chamava Mateus, eram muito parecidos tinham os cabelos num tom de mel e as mesmas covinhas que davam aos dois um ar eterno de meninos.  

Enquanto eles se cumprimentavam Felipe piscou para Ariel e sorriu como se ambos estivessem escondendo de todos o maior tesouro do mundo. Além de Felipe, Mateus parecia muito interessado nela também e sempre que olhava na direção dele deparava com os azuis dele presos nele, mas não havia malícia nele era como se ele quisesse apenas conhecê-la, seu rosto demonstrava a mesma doçura da primeira vez que eles se viram.

Os pais logo se acomodaram na mesa no jardim e entraram nos assuntos tediosos de adultos, as meninas começaram a correr próximas ao balanço de ferro e Ariel, Felipe e Mateus ficaram sem o que fazer ou o que falar. Na verdade havia muita coisa para ser descoberta, mas Ariel não conseguia conversar com Felipe tão intimamente com o irmão dele do lado.

- Conta pra a Ariel sobre o que você está esperando, Mateus! – Felipe quebrou o silêncio que pairou entre eles durante alguns minutos.

- Contar o que Felipe? – Mateus perguntou com ar sério. Ariel olhou para Felipe que piscou e compartilhou um sorriso de criança travessa.

- Conta pra Ariel que como você não sabe lidar com garotas você escolheu esperar pela garota certa escondido no seu quarto enquanto fica lendo aqueles livros velhos... – Felipe ria como se a atitude de 
Mateus fosse a coisa mais engraçada do mundo.

- Não vou entrar nessa de novo. – Mateus corou e olhou para Ariel. – Com licença, Ariel.
Ele se afastou e sentou num banco de madeira próxima a cerca branca que separava o quintal da areia da praia.

- Funciona sempre! – disse Felipe. Eles se sentaram em cadeiras próximas as rosas de sua mãe. Ariel se identificou com a arte da implicância com os irmãos mais novos.

- Você está servindo ao exército? – Ariel perguntou.

- Infelizmente sim, não sou muito patriota sabe? Acho que desde sempre quis ser nômade e estou me programando pra isso, mas enfim estou quase acabando só falta mais uns dois meses de serviço. Daqui a pouco vou ter que me preparar pra ir aliás.

- Ah. – Ariel fez um bico de tristeza e ficou um pouco triste mesmo, queria passar mais tempo com ele. Felipe deu um beliscão de leve no braço dela implicando com sua carinha de tristeza.

- O que você normalmente faz num domingo?

- Vou a igreja de manhã e nos domingos quentes acabo aproveitando para pegar um sol ou nadar, em dias mais frios ou mais atarefados acabo lendo, estudando ou escutando música. Os meus pais acabam saindo na maioria das tardes de domingo, eles vão pro sítio que meu pai acabou de comprar, acabo ficando em casa porque detesto fim do mundo.

- Amanha eles vão pra esse sítio? – Felipe parecia intrigado, pensativo.

- Acho que sim, por quê?

- Fiquei sabendo que há uns quinze minutos daqui tem uma praia excelente pra pegar ondas, a gente podia ir pra lá amanha... – ele sorriu como última tentativa para convencer Ariel.

- Eu não sei surfar.

- Eu te ensino! Se você não quiser ir escondida deles, eu peço o seu pai. Peço agora mesmo se quiser!

- Ta bom! Mas não precisa pedir agora, vou ver depois se eles vão mesmo sair amanha, se forem é melhor você não pedir, porque eles não iriam deixar mesmo...

- Então ta! Tenho que ir vestir minha farda agora. – Ele se levantou e deu um beijo na testa dela. – Tchau! – ele se afastou parando na mesa onde os pais estavam sentados para se despedir, só depois que ela viu ele entrar pela casa foi que Ariel prestou atenção no tempo, o sol já estava se pondo dando um brilho angelical a casa, Ariel sorriu com a ideia de passar um dia tentando aprender a surfar ao lado de Felipe.

Ela nem percebeu a presença da sua mãe a seu lado.

- Querida, por que você não vai chamar o Mateus? Ele parece tão solitário sentado lá. Vá chamá-lo. – Ariel viu a gentileza da mãe e pensou na mentira que teria que contar a ela para viver o dia seguinte, seu coração apertou por um instante.

- Está bem. – ela se levantou e caminhou até onde Mateus estava. Ele estava com os olhos pregados no kindle, lendo algo muito interessante porque nem prestou atenção na chegada da garota. – Mateus, você não quer ir pra lá?

Ele tirou os olhos do kindle e Ariel viu que ele estava lendo As Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis.

- Acho que daqui a pouco. - Ele sorriu enquanto Ariel sentava ao seu lado, parecia um pouco confuso tentando encontrar palavras. Ariel decidiu quebrar o silêncio.

- Está lendo qual crônica? – ela apontou para o kindle.

- Estou relendo O sobrinho do Mago, é a minha favorita. – Ele ficou olhando a tela se apagar. – Você acha que estou velho pra ficar lendo Nárnia enquanto deveria estar me socializando no churrasco? – ele perguntou inseguro e confuso de verdade.

- Não, não mesmo. Também leio C.S. até hoje e adoro o jeito como Digory e Polly se aventuram por Nárnia, é uma leitura simples e deliciosa, pra qualquer idade. – Ariel se lembrou das noites que sua mãe ficava sentada em sua cama lendo as obras de C.S. pra ela, era de longe um dos seus livros favoritos.

- Sobre o que o meu irmão disse mais cedo... – Ariel assentiu querendo demonstrar que aquilo não importava. – Eu sou um pouco sem jeito com as garotas, mas não é porque tenho medo delas ou coisas assim, é que pra mim não faz sentido viver dias ao lado de alguém que você não ama nem se vê convivendo no futuro. – ele parou olhando para mar um instante. – Pode parecer loucura, mas minha mãe e meu pai sempre me ensinaram isso e sempre achei que valeria a pena escutá-los.

- Não acho loucura, Mateus, é lindo na verdade. São poucos garotos e garotas que decidem isso hoje, mas com certeza valerá a pena.

- E você? Escolheu esperar também? – ele perguntou olhando nos olhos de Ariel.

- Embora os meus pais tenham um bom casamento, eu vi muita gente quebrando a cara por aí... Acho que eu tenho mais medo do amor do que de outra coisa. Medo de ter o coração quebrado, medo de amar alguém que não me ama, medo do amor não estar mais dentro das pessoas, sabe? – Ariel se surpreendeu com a facilidade com que se abriu com Mateus, ela nunca tinha contado isso pra ninguém.

- Eu entendo, é difícil acreditar em amor, sonhos, em sentimentos de verdade nesse mundo tão louco. O mundo é falho, as pessoas são falhas e do mesmo jeito que hoje acreditam amanha se tornam completamente ateus em relação a algumas coisas... É por isso que prefiro continuar confiando em Deus, Ele não falha, não tarda, vem no tempo certo com a coisa certa, na caso pessoa certo. – ele sorriu e se levantou, sua insegurança havia ido embora e agora Ariel via um rapaz decidido e cheio de sonhos. Ele esperou que Ariel se levantasse e juntos caminharam até a mesa onde seus pais estavam sentados.


Durante toda aquela noite as palavras de Mateus ficaram rondando sua cabeça, ela se lembrou da menina que era, a menina que olhava para a lua e as estrelas e sonhava com um amor de verdade, uma menina que tinha tudo pra acreditar no amor, mas que por ver o sofrimento dos outros preferiu se fechar e sonhar apenas em viver aventuras... Talvez Deus tivesse um plano maior para ela do que ela mesma.

Gostaram? Espero que sim!
Não deixem de depositar suas opiniões nos comentários *-*
Beijos :*

Bebê de Outubro {filme}


Oi meninas! Como vocês estão? Espero que bem! No último domingo assisti ao filme Bebê de Outubro e não poderia deixar de compartilhar com vocês, além de uma história linda e emocionante, o filme tem uma filmografia linda que dá gosto de ver! rs


O filme conta a história de Hannah, que durante uma apresentação de teatro acaba passando mal e é levada para o hospital. Após fazer uma série de exames, o médico é obrigado a revelar um segredo que fora guardado a sete chaves para a menina: seu difícil nascimento. Pior do que descobrir sobre seu nascimento é a descoberta de que ela foi adotada, após sua mãe biológica realizar uma tentativa malsucedida de aborto.





O vazio e desespero que sempre fizeram parte da vida de Hannah começam a crescer com mais força, com raiva dos pais por eles terem mentido, Hannah embarca em uma viagem com o amigo de infância Jason e outros amigos do rapaz, em busca de verdades sobre a mãe.

A viagem em busca da verdade obscura sobre o seu passado, acaba se revelando como um leque de oportunidades, Hannah vive o drama do abordo, a rejeição da mãe biológica e a confusão de buscar entender quem se é de verdade. Mas a garota também vive aventuras, encontra o amor e descobre que sua vida é um milagre.



Como disse logo no início além da história ser emocionante, que com certeza fará com que lágrimas ocupem seus olhos, você não vai se arrepender de assistir ao filme, diferente de muitos filmes cristãos, Bebê de Outubro, me chamou a atenção pela qualidade das imagens, musical e dos atores. Além de nos trazer uma grande lição sobre perdão!

Confira o Trailer:




Durante o filme me esforcei bastante para prestar atenção nas canções também e gostei muito de algumas, decidi montar uma playlist com todas as músicas lá no nosso canal, espero que vocês gostem:


E aí, gostaram do filme? Alguém aí já assistiu ou vai? *-*
Espero que a história toque a vocês tanto quanto me tocou ♥
Paz!


No colo de Deus


Oi meninas! Ai, que saudade desesperadora de vocês! Toda vez que volto do meu sumiço apareço com a minha mais nova frase clichê "estava sem internet", o problema é que a OI resolveu ficar de mal comigo e a internet daqui de casa estava funcionando e parando de funcionar no mesmo instante. Desesperada pelo meu sumiço, decidi furtar um pouquinho da internet do meu amigo e finalmente postar alguma coisa... Esse texto surgiu durante o dia em meu coração e não podia deixar de dar vida completa a ele. Espero que ele fale a seu coração tanto quanto está falando ao meu.

No colo de Deus         

Sabe aquele balanço velho lá no fundo do quintal? Aquele mesmo que marcou a sua infância, mas que hoje não passe um monumento nostálgico, ele anda chamando por você, ele quer que você sente lá apenas mais uma vez e que assim seus pés não encostem no chão por mais alguns instantes. Ele quer que você dê vida a ele outra vez e que assim seus longos cabelos castanhos chocolate brinquem enquanto a brisa dança por eles. Vá até o balanço, não para lembrar da infância, do que você teve ou deixou de ter, mas para se lembrar daquela menina corajosa e amorosa que corria por esse mesmo quintal.

Lembre-se do seu sorriso a cada manhã independente do que iria acontecer, lembre-se daquela fé na vida, daquele desejo de vestir sua jardineira e ir explorar o mundo lá fora... Aquela menina era tão feliz, tão livre, tão leve. Ela não se preocupava com a chuva, porque se ela caísse poderia tomar um belo banho na chuva até a mamãe gritar na porta. Se o dia fizesse um sol escaldante, ela sentaria embaixo de uma árvore e iria brincar de casinha com as amigas. Se estivesse de castigo ou presa dentro de casa viajaria pelos livros ou por sua própria imaginação.

Lembre-se daquela menina que queria saber o porquê de tudo, que adorava olhar para o pôr do sol e imaginar o que as pessoas do outro lado do mundo estavam fazendo, lembre-se da fé que ela tinha, da persistência em continuar orando mesmo sem conhecer Deus a fundo. Aquela menina, doce, risonha, sonhadora, olhava pro céu e enxergava em Deus um Pai e em Jesus um amigo.

Aquela menina não morreu nem se perdeu no tempo, ela ainda está dentro de você e é ela quem quer te levar até o balanço. Vai, sinta-se criança mais uma vez. Deixa a luz dos primeiros raios do sol atingirem seu rosto e a leve brisa levar tudo que pesa seu coração. Você é uma menina e a vida é uma roda-gigante, uns dias são mais altos e melhores do que outros, mas a verdade é que você não está só. Sabe esse céu imenso que cobre a cidade? Ele é a casa de Deus e o seu coração também, juntos vocês podem mandar embora toda negatividade, todo peso, toda dor do passado.

Há um ditado que diz que quem vive de passado é museu, Deus não se preocupa com o que você fez ou deixou de fazer, porque a partir do momento que você escolher Ele, aquele ponto final colocado pelo mundo é retirado e uma vírgula é colocada. Deus está te dando mais tempo, mais linhas, uma nova história. Que este balanço não te faça recordar dos momentos ruins ou faça querer voltar a ser criança, mas que você o sinta como o colo de Deus. Que a voz do pecado se calhe e que a de Deus ganhe força. Ele sim te ama e te quer bem. Balance menina, sinta a brisa, sinta o peso indo embora, Deus te renova nesta hora.

Que a nossa semana seja abençoada, cheia de fé, sonhos e esperança.
Que a presença de Deus seja constante *-* 
Paz!





Popular Posts

O blog virou livro!

O blog virou livro!
Compre o nosso livro!

Bom dia, princesa

Bom dia, princesa
Nosso novo livro está em pré-venda, acesse o site da Editora UPbooks e descubra mais sobre esse livro que será benção na sua vida.