Minhas risadas favoritas com Robin Williams


Há quase dois meses um grande nome do cinema americano se foi, Robin Williams. Ele abrilhantou minha infância, quem não morreu de rir com seus lendários filmes durante a sessão da tarde? E ter a surpresa de assistir matérias e mais matérias sobre sua morte na televisão foi terrível, todos quiserem prestar suas homenagens, inclusive o pessoal da bloguesfera, e acabou acontecendo tantas coisas comigo que eu acabei não conseguindo fazer o post que eu queria, mas ainda dá tempo.

Tenho uma mania esquisita: ver a filmografia completa de algumas atrizes, mesmo que os filmes sejam horríveis. Quando eu gosto do trabalho de alguém, eu vou fundo nas minhas pesquisas até desenterrar todos os filmes e vê-los todos. Essa mania esquisita está mais voltada para as atrizes, então nunca vi todos os filmes do Robin, por isso não posso falar de muitos aqui. Vou tentar fazer uma listinha daqueles que foram especiais pra mim de alguma forma, vamos lá?

O homem bicentenário 


 Em 2005, uma família americana compra um novo utensílio doméstico: o robô chamado Andrew (Robin Williams), para realizar tarefas domésticas simples. Entretanto, aos poucos o robô vai apresentando traços característicos do ser humano, como curiosidade, inteligência e personalidade própria. o início da saga de Andrew em busca de liberdade e de se tornar, na medida do possível, humano.

"Isto fica feliz em ser útil" Own ♥

Mrs. Doubtfire - Uma babá quase perfeita


Impedido pela ex-esposa de passar mais tempo com os filhos, Daniel Hillard (Robin Williams) tem um ideia inusitada: veste-se de mulher para pleitear o cargo de babá em seu antigo lar.

Toda vez que paro pra me lembrar dos filmes do Robin que via durante a minha infância lembro deste, e apesar de não me lembrar muito bem da história, ele me traz boas lembranças de risadas e tardes passadas com a minha mãe há algum tempinho atrás. Sinceramente? Preciso muito rever este filme *-*

Jumanji


Em 1869, dois garotos apavorados enterram um baú e, cem anos depois, Alan Parrish, o filho de um empresário, descobre que dentro dele há um jogo chamado× Jumanji. Quando começa a jogar com uma amiga,× Whittle, ele logo é penalizado a ficar na floresta até que alguém tire um cinco ou um oito na soma dos dados. Como na jogada seguinte a garota é atacada por morcegos, em virtude de seu posicionamento no tabuleiro, o jogo é interrompido e ele imediatamente fica preso dentro de× Jumanji. Mas, vinte e seis anos depois, duas crianças começam a jogar e uma acaba libertando× Alan, já sendo um homem bem barbado. Porém, a única forma de deixar tudo como antes é terminar a partida, mas para isto é preciso achar a participante da partida de 1969, que já se tornara uma mulher, ainda amedrontada com os episódios de 26 anos atrás. Juntos eles enfrentam perigos, que surgem a cada jogada, e enquanto o jogo se desenrola a cidade se transforma em um caos, pois animais selvagens, plantas assassinas e até um caçador de pessoas saem do tabuleiro e vão permanecer enquanto o jogo não terminar.


Este é um dos filmes do ator que mais estão claros pra mim, sabe por que? Só tive coragem para vê-lo depois de grande! Sim, EU SOU MEDROSA! Toda vez que ouvia o som do jogo tocando e aqueles bichos saindo pela casa era hora de desligar a televisão e ir brincar de alguma coisa. Venci essa doideira há um ou dois anos, e toda vez que dá na tevê corro pra assistir, tanto o Robin quanto a Bonnie então perfeitos neste filme *-* Fala aí, você tinha medo ou era apenas a bobona aqui mesmo que tinha? kk

Surpresa em Dobro


Dois grandes amigos, um divorciado sem sorte no amor (Robin Williams) e um solteiro divertido (John Travolta), têm a vida virada de cabeça para baixo quando, inesperadamente, ficam responsáveis por cuidar de gêmeos de sete anos quando estão prestes a realizar o maior negócio de suas vidas. Os dois, que não entendem nada de criança, esforçam-se para cuidar dos gêmeos (Ella Bleu Travolta e Conner Rayburn), o que resulta em uma confusão atrás da outra e talvez em uma nova e recém-descoberta compreensão do que é realmente importante na vida.

Talvez este não seja o melhor filme dele e nem tenha tanta graça assim, mas eu gosto! *-*

Há muitos filmes e programas de tevê de Williams para assistir, um dos filmes do top da minha lista que ainda precisam ser vistos é Sociedade dos Poetas Mortos, um dos grandes sucessos do ator. Assim que assistir venho contar para vocês como foi. Estes são os meus filmes favoritos do Robin e o de vocês, quais são? 




Tag - Liebster Award



Oi meninas! Como vocês estão? Espero que bem! Semana retrasada fui tagueada  pela querida Karolyne, blogueira do Um toque de fé e poesia, a fazer a tag Liebster Award, que tem por missão fazer com que blogueiras com menos de 200 seguidores possam se conhecer melhor. De acordo com as regras devo responder 11 perguntas feitas pela Ka e em seguida fazer 11 perguntas e marcar 11 blogs com menos de 200 seguidores para responder a tag também. 

A tag é legal e as perguntas da Karol uma graça! Vamos lá?


1- Porque criou um blog?
Quando criei o blog, o Princesas Adoradoras já existia no facebook, lá eu vinha desenvolvendo frases e textos que motivavam a fé e os sonhos. Escrever lá começou a despertar em mim o desejo de escrever mais, mais textos, mais contos, talvez livros... Embora eu preferisse que pouquíssimas pessoas lessem meus escritos, deixei que eles saíssem das minhas gavetas e fosse compartilhadas aqui. Foi quando criei o blog e comecei a contar histórias, quem lembra do primeiro livro? Confiar? *-* O blog foi dando certo e quando menos vi as postagens aumentaram mudando um pouco de assuntos também. Embora hoje quase não dê tempo de postar mais contos ;s, vou tentar me programar mais!

2- Que carreira profissional pretende seguir?
Sinceramente?! Eu tinha a resposta na língua até mês passado, mas não tenho mais tanta certeza agora. Ter apenas 18 anos nos dá experiência de menos para fazer uma escolha tão importante, mas a gente tenta né? O que sei até agora é que pretendo transformar a vida em palavras, seja como jornalista ou como escritora, se tudo der certo, se for da vontade do Rei, pretendo ser os dois!

3- Que lugar no Brasil tem vontade de conhecer?
Na verdade o país inteiro XD, serve essa resposta? haha Quero pegar um carro e passar semanas rodando pelo litoral. Quero embarcar em um avião e ir conhecer Porta das Galinhas, Fernando de Noronha, Amazonas... Quero pegar um trem num sábado qualquer e ir conhecer os museus, a Biblioteca Nacional, os parques e todos os pontos turísticos cariocas...

4- Uma música?
17 de Janeiro - Os Arrais.

5- Uma viagem dos sonhos?
Desde pequena sonhei com o dia que percorreria o mundo, quero conhecer muitos lugares e como sempre sonhei grande limitar a ter apenas uma viagem dos sonhos é complicado pra mim. Cada lugar tem sua história e seu significado pra mim, gostaria de conhecer todos, mas me contento em conhecer o máximo que puder! Mas um lugar que não pode faltar na lista é A Cidade Santa ><

6- Qual seu Hobbies preferido?
O que estou fazendo agora: escrever *-*

7- Qual o seu livro ou versículo predileto da Bíblia?
O livro de Ester! E o versículo é Salmo 17:8 "Guarda-me como à menina dos teus olhos, esconde-mi à sombra das tuas asas."

8- Comida preferida?
Acho que arroz, bife, purê de batata, feijão, tudo feito pela minha mãe s2 (Que saudade da sua comida, mãe!)

9- Como você definiria o seu estilo?
Às vezes eu não sei se tenho, mas sempre prefiro roupas românticas, talvez eu seja romântica.

10- Qual item de maquiagem você mais usa?
Rímel! Eu amo rímel.

11- Uma coisa que as pessoas provavelmente não sabem sobre você?
Adoro usar roupas velhas. Quase sempre eu não encontro saias, vestidos ou blusas do jeito que imagino nas lojas, as peças que tenho no meu guarda-roupa que são perfeitas para mim - ao meu ver - são peças que ganhei de primas ou amigas, ou roupas que encontrei em algum bazar. Muita gente não gosta, mas eu não ligo de usar roupas assim, claro que depende muito do lugar que você? Na maioria das vezes eu sei de onde veio as roupas, então tranquilo!

As regras:
1. Link de volta a pessoa que te nominou no seu post.
2. Responda todas as perguntas que te deram.
3. Nomeie 11 blogueiras com menos de 200 seguidores para o prêmio.
4. Pense em 11 perguntas originais para os seus nominados responderem.

Minhas perguntas:
1- Se você tivesse a oportunidade de viajar no tempo e poder participar da história de um dos personagens bíblicos, quem você escolheria?
2- O que você queria ser quando criança?
3- Se você pudesse mudar alguma coisa no mundo hoje, o que seria?
4- Seu maior sonho?
5- Se você pudesse escolher um lugar no exterior para viver qual seria?
6- Já sabe o nome que vai dar pros seus filhos? Toda garota já tem alguns pensados *-* Conta pra mim!
7- Com qual personagem literário você mais se identifica?
8- Versículo favorito.
9- Um filme.
10- Um livro.
11- O que não pode faltar na sua bolsa?

Minhas queridas amigas, vocês estão convocadas!
Bárbara - Amada do Rei
Will - Virtuosa com Estilo
Vitoria - Vitoria Martini
Taís - A minha maneira de ser
Marina - Quem sou eu
Sorria Princesinha
Preciosidade de uma jovem de Deus

Não sei mais quem chamar, acho que sou um pouco anti-social por aqui, né? ;s rsrs Mentira, é que as outras blogueiras que conheço já cresceram e não entram mais nesta brincadeira. Mas se você pode e quer participar, fique à vontade! *-*

O que acharam da tag? Espero que tenham gostado!
Beijinhos :*

Estampa de margaridas

We heart ir
Está chegando a temporada das flores e com ela novas novidades invadem as passarelas e os guarda-roupas de quem segue tendências. Embora eu não seja tão apegada à moda assim e quase nunca sei o que está se usando tem um estilo um tanto quanto fofo que vem invadindo as redes sociais por aí, quem ainda não viu blusas ou vestidos com estampas de margaridas? A cada nova foto que vejo fico apaixonada!


Saias, vestidos, blusas, casaquinhos... Tudo foi contagiado com as margaridas! Acho que a tendência é bem romântica, dá pra apostar nela né? 




We heart it

Tem margaridas até nos tênis ><


E aí? Já estão usando ou pretendem usar? 
Quero muito alguma peça com esse tema >< 
Beijinhos leves e suaves como a primavera! Que as flores renasçam e tragam uma 
alegria diferente para nós.
Paz!

A menina que colecionava borboletas {resenha}




Há umas duas semanas fui à uma livraria aqui no Rio e enquanto bisbilhotava alguns livros acabei encontrando A menina que colecionava borboletas. Há algum tempo já estava de olho nele, amo as ilustrações da Malena Flores e foi por ela que queria o livro, movida pela parte do meu ser que compra livros só pela capa, comprei o terceiro livro da Bruna Vieira e esta vem sendo uma das resenhas mais difíceis que já fiz.

Título: A menina que colecionava borboletas
Autor: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
3ª Edição
Nota: ♡ ♡  ♡ 
Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

A menina que colecionava borboletas é uma junção de várias crônicas escritas por Bruna, algumas inéditas e outras já postadas no Depois dos Quinze. A autora ao decorrer das 152 páginas se expõe aos seus leitores contando algumas de suas experiências amorosas, sua ida pra cidade grande, seus medos e sua felicidade.

Depois que comprei o livro e li as orelhas que fiquei super animada, porque imaginei que a autora iria mesmo falar sobre se tornar gente grande, sobre como é sair do casulo e virar uma borboleta. Afinal, a Bruna inspira muita gente e é uma grande garota, mas o livro não me passou tanta positividade assim. Acredito que alguns livros são apenas para algumas pessoas, A menina que colecionava borboletas não me leu, não foi pra mim.

Contudo, apreciei o modo como Bruna escreve, ela possui uma simplicidade pra escrever e faz com que cenas do cotidiano tenham um gostinho de poesia. As ilustrações da Malena estão maravilhosas e dá até vontade de sair arrancando-as do livro e colar nas paredes do meu quarto <3 A diagramação do livro também está perfeita!

Mas na minha humilde opinião acredito que a autora poderia ter escrito sobre centenas de assuntos diferentes, como uma garota sonhadora que sai do interior para a cidade grande, ela poderia ter inspirado mais seus leitores falando sobre sonhos, desafios, coragem... Mas ela acaba se prendendo muito no mundo dos relacionamentos e mesmo que ela seja uma especialista no assunto e o seu blog tenha surgido por isso, há muito mais coisas na vida de uma garota do que relacionamentos amorosos. Bruna passa a maior parte do tempo falando sobre a saída de relacionamentos falidos e à procura de outra pessoa pra ocupar o vazio no seu coração, como se ela só crescesse por causa das experiências amorosas que teve...


"Crescer é assim. Você aumenta de tamanho e ganha mais espaço aí dentro."
"Mas eu detesto este vazio, meu senhor."
"E quem gosta, garota?" (pg. 39)

"As pessoas gostam de dizer que você mudou, mas não querem saber o que te fez mudar." (pg. 111)

"Quando passamos a ser independentes, nossos sonhos se tornam uma bússola, e vamos descobrindo aos pouquinhos para que lado fica a tal felicidade." (pg. 148)


"Acreditar nos sonhos de alguém é uma das formas mais bonitas de demonstrar carinho e amor." (pg. 69)


O livro é bom e bonito, só que ele não entra na minha lista de favoritos. Alguém aqui já leu e possui uma opinião diferente? Adoraria conhecer a sua! E você que ainda não leu... Eu não acabei de te frustar né? Lembre-se cada um tem uma visão diferente, esse livro pode não ter sido pra mim, mas pode se encaixar perfeitamente em você!  


Meu super-herói {Diálogos com Deus}



Eles estavam caminhando pelo jardim quando a menininha de 6 anos puxou a calça do Papai para chamar-lhe a atenção.
- Papai?
- Sim, minha querida. - Ele se abaixou para olhar nos olhos da menina, uma das ações do Pai que a garota mais gostava, Ele via dentro dela, Ele olhava seu coração.
- É verdade que a gente tem inimigos? Como nos desenhos que passa na televisão?
- Inimigos? - o Pai sorriu admirando a curiosidade de sua pequena criação. - Sim, existem inimigos, mas eles não são como os dos desenhos animados. Eles não querem destruir ou dominar o mundo, eles querem afastar vocês de Mim.
- Afastar do Senhor? Por que? Eles não sabem que o Senhor é bonzinho?
O Pai sorriu outra vez enquanto afagava os cachinhos da criança.
- Sim, eles sabem que sou bonzinho. Na verdade, eles sabem o quanto eu amo você e todas as outras crianças do mundo. Eles sabem que eu fiz e faço tudo por vocês, sabem que vocês são meu orgulho, são como à menina de meus olhos. Eles sabem que eu amo muito vocês e é por isso que eles tentam nos afastar, porque eles queriam que vocês não fossem amados.
- Por que? Eles não conhecem o seu amor, Papai?
- Eles conhecem, querida, mas meu amor não foi suficiente para eles.
- Então eles vão fazer mal pra mim e para as outras crianças? - uma ruga surgiu na testa da menina, um ar de preocupação que não deveria estar naquele pequeno rostinho e o coração do Pai estremeceu com a ideia de sua filha sofrer.
- Eles vão tentar muito. Sabe quando os desenhos mostram meninas brigando com outras? Ou quando um papai e uma mamãe brigam muito? Não são apenas essas pessoas que estão brigando, são eles, os nossos inimigos que tentam machucar as pessoas usando outras. Os nossos inimigos não vão ser feios como nos desenhos, às vezes eles vão parecer as pessoas mais lindas do mundo, é por isso que eu sempre digo para você ser vigilante.
- Quer dizer que eu vou ter que vigiar e lutar sozinha contra eles, Papai? - a menina apertou a mão do Pai procurando segurança.
- Não, minha pequena. - Ele a abraçou fazendo-a sentir-se a criança mais especial do mundo. - Como nos desenhos há sempre um super-herói, eu sou o seu. Eu vou lutar por você todos os dias. Eu vou afastar os inimigos com a minha voz, vou ser seu escudo, seu protetor. Sempre que você estiver com medo corra para os meus braços, prometo estar sempre pertinho de você há uma oração de distância. Chame o meu nome e vou estar pronto para te ajudar.
- Então o Senhor é meu super-herói? - a menina sorriu e envolveu os bracinhos no pescoço do Pai. Ele a segurou pela cintura e se levantou. Girou com a menina caindo os dois em gargalhadas.
- Sim, eu sou seu super-herói e ninguém vai machucar a minha garotinha! - eles continuaram sorrindo enquanto os pássaros voavam ao som da felicidade dos dois.

Ele vai cuidar de mim, Ele vai cuidar de você.

"Senhor, muitos são os meus adversários! Muitos se rebelam contra mim! São muitos os que dizem a meu respeito:'Deus nunca o salvará!'
Mas tu, Senhor, és o escudo que me protege; és a minha glória e me fazes andar de cabeça erguida. Ao Senhor clamo em alta voz, e do seu santo monte ele me responde. Eu me deito e durmo, e torno a acordar, porque é o Senhor que me sustém. Não me assustam os milhares que me cercam. 
Levanta-se Senhor! Salva-me, Deus meu! Quebra o queixo de todos os meus inimigos; arrebenta os dentes dos ímpios. 
Do Senhor vem o livramento. A tua benção está sobre o teu povo." 
  
 - Salmo 3.

Um restinho de sexta-feira perfeito pra você *-*
Beijos!

Nem criança nem gente grande, apenas universitária


Oi princesas! Como vocês estão? Espero que bem! Hoje faz um mês que minha jornada na universidade começou, um sonho que se tornou real no tempo certo de Deus. Como tinha dito, antes de começar as aulas, vou contar pra vocês um pouquinho das minhas primeiras experiências e se vocês quiserem continuo contando nos próximos anos haha


Sempre achei que eu iria pagar grandes micos nos meus primeiros dias de aula na faculdade, porque onde há Thaís há grandes micos! Achei que as pessoas iam ser um pouco mais sérias e que o meu mundo todo seria diferente, afinal nós aproveitamos ao máximo o último ano do ensino médio para sermos crianças terríveis, que caem no meio da sala, fazem guerrinha de água no recreio e jogam bola na educação física com os meninos e caem mais do que fazem gols. É, eu fiz tudo isso achando que precisaria me tornar adulta logo e embora uma parte seja verdade, já que agora moro em outro estado sem a companhia dos meus pais e eu tenha que ser gente grande na maioria das vezes, acabei descobrindo que não preciso crescer tanto assim.



Graças à Deus sempre fiz grandes amigos na minha caminhada escolar e desde que passei e fiz minha matrícula na UFRRJ, comecei a orar para que fizesse grandes amigos aqui também e não é que Ele me trouxe um presentão? Conheci uma galera super especial, cada um com seus gostos e manias, com seus sonhos e objetivos, que não vieram pra me completar, mas para somar. E assim como eu eles são bagunceiros, faladeiros - alguns nem tanto -, são crianças aprendendo a ser gente grande! E nós combinamos direitinho.




A universidade é uma porta para um universo completamente novo, desde a semana de integração até ao primeiro almoço no bandejão, tudo exige de você a abertura necessária para experimentar o que é diferente e bom. Nós tivemos o trote, uma aula trote que foi a coisa mais horrível do mundo! Pense no seu pior professor e o multiplique 4 vezes. Nem assim você conseguirá imaginar o professor da nossa aula trote, ele pediu que lêssemos diversos livros em inglês de sociólogos pra semana seguinte e falou que a nossa escolha pra vida era horrível ;s Ele estava frustando os nossos sonhos! kk Já deixo um aviso, se um professor fizer isso nos seus primeiros dias de aula na faculdade se liga porque pode ser trote!

Estou tendo a oportunidade de estudar em uma das universidades mais lindas do Brasil, então não dá pra não se apaixonar pelos prédios antigos e pela natureza da Rural. Embora o sol pareça ter escolhido ficar mais próximo de nós e ir para qualquer lugar exija uma longa caminhada, tudo é ainda melhor do que eu havia imaginado.

O legal da Rural é que cada um pode ter o seu estilo e ter a tranquilidade de andar sem sofrer preconceito ou repreensão. Tem os arrumadinhos de Economia, os mais esportistas de Educação Física, os mais largados da área de Humanas! Tem de tudo um pouco e isso é uma das coisas mais legais, você acaba conhecendo pessoas dos mais diferentes lugares e dos estilos mais diversos, dá pra inspirar muita gente e ser inspirada também.

Claro que a universidade tem seus pontos negativos, é por isso que precisamos crescer também, é importante manter-se você mesmo e ter um vigilância com as pessoas com quem você anda. Orar, vigiar e ter cuidado com o testemunho que dará, afinal fomos chamadas para sermos luz né?

Vou parar por aqui porque senão não paro mais e há páginas e mais páginas de História Antiga pra eu ler, então... Vejo vocês na próxima! Mil beijos e permaneçam na paz do Senhor.



Finalmente encontrei Você! {16 on 16}




Oi meninas! Que a paz e o amor de Cristo sejam com vocês *-* Hoje é dia do 16 on 16, projeto criado por 16 blogueiras que consiste em todo dia 16 do mês postar um texto (seja ele prosa ou poesia) com o tema escolhido pelas participantes. O tema do mês passado foi "Deixe seu recado após o sinal" e o tema deste segundo mês é "Tive que achar alguém para passar os dias ruins". Não sei se ficou muito bom, fiz o texto correndo, mas espero que vocês compreendam a mensagem que quero passar.

16 de setembro de 2014,

Saí da minha aula de Introdução à Sociologia exausta, embora a aula tivesse sido cheia de debates e minha obrigação fosse participar deles e fazer anotações, tudo o que consegui foi ficar viajando em minha cabeça. Assim que saí da sala a ficha caiu pela primeira vez, você não estava ali me esperando, seu sorriso não estava à espera do meu.

Queria que o nosso término tivesse sido apenas um dos meus pesadelos, mas infelizmente era real. Enquanto caminhava pelos antigos corredores da universidade não tomei o caminho para casa, fui até o jardim e sentei na grama aos pés de uma árvore, deveria estar pronto para um momento como esse, deveria saber que a dor vem, mas passa. Depois de 2 términos esperava que o terceiro não fosse assim tão difícil.

Alguns amigos me disseram para ir em uma festa e beber até não aguentar mais, disseram que eu sou linda e que não preciso de você, tentaram me convencer que eu conseguiria qualquer garoto e que ele seria o cara mais sortudo do mundo... Estava cansada desses clichês e ainda mais de pensar que a culpa por todos esses relacionamentos terem chegado ao fim fosse minha.

Não queria desacreditar no amor nem viver por aí paixões de aventuras que preenchessem o meu tempo, queria algo novo, queria ser surpreendida. Fechei os olhos numa tentativa de me afastar da minha atual realidade e foi então que me lembrei de um dos conselhos: “Se não for o tempo certo, tudo pode dar errado.” Talvez o problema não fosse eu nem você, talvez este não seja o nosso tempo, talvez você não seja a minha pessoa e eu a sua.

A verdade é que não precisamos nos desesperar quanto a isso, você não precisa sair correndo atrás de outra garota e nem eu preciso me jogar nos braços do primeiro que passar. Uma vez minha mãe me disse que Deus tinha um plano para cada um de nós e que o amor estava incluído nele. Diferente do que a maioria de nós pensa, entregar a nossa vida sentimental nas mãos de Deus é tão importante quanto pedir à Ele que abençoe nosso dia-a-dia.

Naquela tarde enquanto sentia sua falta, Deus me mostrou o quanto é importante saber confiar Nele e o que é viver por sua própria vontade. Passei os últimos cinco anos entrando e saindo de relacionamentos afundados, colhi mais lágrimas do que sorrisos e tive que aprender lições na dor. Sabe o que tudo isso foi? Desnecessário! Não são esses momentos que quero me lembrar, não é essa história que quero contar.

Durante as horas que passei sentada naquela árvore aprendi que não era um homem quem iria mudar a minha vida ou dar sentido à ela, apenas o Senhor detinha esse poder. Não vou atrás de outro, vou apenas consertar o que está errado. Conheci o Deus de verdade naquele dia, compreendi que sou importante e que se permitir que Ele me ajude a criar a minha história nesse mundo vou colher mais lágrimas do que sorrisos.

Deus preencheu meu vazio, colheu minhas lágrimas e renovou minhas esperanças para o futuro. Aprendi que ninguém precisa de outra pessoa para se completar, só Deus é capaz disso. Agora sou completa por Ele e quando chegar o tempo de amar, o meu amado virá somar, virá multiplicar sorrisos, triplicar abraços, diminuir as lágrimas e somar vidas. Quero que você seja tão feliz quanto eu, quero que você encontre o que anda faltando no seu coração. O seu tempo vai chegar, alguém vai chamar você de amor um dia e pela primeira vez fará sentido.  


Gostaram? Espero que sim! >< 

Confiram os textos das outras participantes também:

Camyli;  Marlana;  Jade;  Nikki, Andressa, Fernanda e Jacqueline;  Lianne;  Deyse;  Sara;  Ariana Ghiovana;  JenifferGabrielaMariMaria Fernanda;

Beijinhos :*


A decoração do quarto de Hazel Grace


Desde que assisti A Culpa é das estrelas em junho - nossa como o tempo voou! - fiquei morrendo de vontade de fazer esse post. Uma das coisas que mais cativaram a minha atenção no filme foram as cenas no quarto da nossa querida Hazel, e embora eu não entenda nada de decoração e nem tenha feito nenhum post sobre isso, há tempos estou pensando nesse post, vamos à ele?


O quarto da Hazel não é nada menininha, ela não está presa como a maioria de nós no universo rosa, ela está mais ligada ao azul o que na minha opinião deixou o quarto mais leve e autêntico. A estante ao lado e por cima dá cama ajudam a controlar o espaço do quarto e as luzinhas deram um toque à parte muito especial. Falando nas luzinhas elas estão arrasando por aí, é muito prático e provavelmente acharemos quem procurar as encontrará em conta, uma dica simples pra quem quer dar uma cara nova no quarto.


Os desenhos, pôsteres e fotos também deixam o ambiente com a cara da dona. Existem milhares de tutoriais na internet explicando formas diferentes e criativas de decorar com fotos, acho super bacana! Em meio aos móveis brancos, um baú antigo aos pés da cama de Hazel dão um toque vintage – sou apaixonada por móveis velhos!  



Enfim, o quarto dela é um daqueles que eu gostaria muito de ter haha E vocês gostaram do quarto dela? Mudariam alguma coisa? Acrescentariam outras? 

Pra conferir nossa resenha do livro - aqui - e nossa resenha do filme - aqui
Espero que tenham gostado! 
Não esqueçam de deixar seus comentários *-*
Beijinhos :*
Paz do Senhor!

Minhas favoritas de Eli Soares...



Oi meninas! Como vocês estão? Espero que bem! O Minhas favoritas de... desta semana é ao mesmo tempo uma dica totalmente nova, porque ainda não falei do Eli Soares por aqui e como suas canções tem me acompanhado há quase um mês sendo uma benção pra mim, por que não compartilhar pra vocês né?



Morada



Eu encontrei um castelo feito pela tua bondade, sustentado pelo Teu amor, iluminado pela Tua glória... ♪

Me ajuda a melhorar



Meu pai o mundo insiste em me comprar, mas eu não quero o que vem de lá, quero agora a glória de Deus... ♪


Minha oração


Hoje minha oração é pra que eu tenha mais amor, como o teu filho que naquela cruz...  ♪

Presente de Deus


Só agora Deus me despertou e me mostrou o amor... ♪

Tudo que eu sou


É tudo que eu Sou, tudo o que há em mim, tudo foi meu Pai que deu. Tudo o que eu tenho, não que eu mereça tudo isso vem de Deus! ♪

Ouvir música nova é tudo de bom, né? Pelo menos eu amo descobrir coisas novas *-*

Informações sobre Eli Soares:

Natural da cidade de Belo Horizonte, Eli Soares dos Reis começou a carreira na música ainda pequeno. Criado em lar evangélico pelos pais, o cantor aprendeu a tocar bateria e violão e já ministrava o louvor nos cultos na programação da igreja aos sete anos. Todos conseguiam enxergar o talento do menino que certamente construiria algo sobrenatural no meio da música gospel.E foi isso que aconteceu: Eli Soares prosseguiu compondo e cantando, mas, em 2009, ao participar do “Festsêmani”, um expressivo festival de música gospel realizado pela Igreja Batista Getsêmani, levou o primeiro lugar. Uma semana depois, foi finalista do concurso de música gospel “Showveiro” realizado pela TV Rede Super e novamente voltou a ser vencedor. A premiação foi a gravação do primeiro CD de Eli Soares que era homônimo e contém 11 faixas.Em julho de 2013, o cantor lançou o segundo álbum intitulado "Casa de Deus" durante uma feira cristã em São Paulo. Na ocasião, o público teve a oportunidade de conhecer as canções através de apresentações e alguns pocket-shows. Porém, foi em novembro de 2013 que Eli viveu o melhor para a carreira ao assinar contrato artístico com a gravadora Universal Music Christian Group durante o coquetel de lançamento da agência UM Entretenimento, a primeira especializada em música e entretenimento gospel no Brasil, e que passa a gerenciar a carreira do artista.O álbum “Casa de Deus”, foi relançado com projeto gráfico inédito pela UMCG no início de 2014. O disco tem 11 músicas inéditas mais uma regravação do clássico "Deus está aqui". Eli Soares vem se destacando no cenário nacional com uma interpretação única de canções que vão desde as baladas pop às letras de profunda adoração. Desde então, o cantor não para realizando shows e eventos em todo o país.

E aí, gostaram do Eli? Pra quem já conhecia qual sua canção favorita dele? 
Saudades loucas de vocês ><
Abraços de panda.
Paz!

Livros que eu acho que todo mundo deveria ler #34



Ah, eu sou a pessoa mais enrolada da terra! ;s Meu 52 semanas é tão enrolado! Mas vou tentar me recuperar mesmo assim, porque sou brasileira e não desisto nunca! haha O tema da semana 34 é "Livros que eu acho que todo mundo deveria ler...", é aquele tipo de post que eu nem consigo pensar por onde começar, porque acredito que cada indivíduo tem uma visão diferente sobre um livro e como eu posso ter amado Crepúsculo você pode ter odiado, mas enfim, desafio é desafio né? E uma das coisas que eu preciso parar de fazer é chamar as coisas de difíceis!
- Bíblia: É sem sombra de dúvida o melhor livro do mundo, diferente de muitos outras, ela não é dessas livros que ficam guardados na estante pegando poeira, ela não é presa ao passada, ela não é um mito, ela é real e se encaixa perfeitamente nos dias de hoje, na minha vida e na sua. Ela é o meio de conhecermos a Deus, de ouvirmos Sua voz e nos fortalecermos para a caminhada até o céu. Confesso que em alguns momentos ela é complicada de ler, mas com o esforço necessário nós vencemos todas as barreiras!
- O colecionador de lágrimas, Augusto Cury: Acredito que quando voltamos nossos olhos para o passado buscando compreender o sentido de alguns acontecimentos, quando buscamos encontrar a essência de certas pessoas e situações nós descobrimos um mundo que nos é novo e que pode nos servir de inspiração para o futuro, assim como de advertência. A Segunda Guerra Mundial é um período negro da história da humanidade, momento completamente desnecessário, porém é uma época que não podemos esquecer e precisamos estar olhando para ela para não cairmos no mesmo erro mais uma vez. Vivemos nos mundo tão desigual, tão desrespeitoso que um Hitler atual poderia conseguir tanto apoio quanto o Hitler do século 20, informação é tudo pessoal e Cury dá um show em seu livro!
- O vendedor de sonhos: Toda a coleção na verdade. Todo mundo deveria aprender a sair do seu casulo, aprender a viver de verdade, aprender a cantar, sorrir sem motivos específicos, sonhar, ser feliz...

- Um amor para recordar: Só para nos lembrar constantemente que o amor não é impossível nem historinha da carochinha. 

E vocês, quais vocês indicariam?
Abraços de panda *-*
Beijos :*



Você não está só


Oi princesas! Que a paz e o amor do Senhor sejam com vocês. Como vocês estão? Espero que bem! Fiz esse texto durante meu devocional esses dias, foi uma mensagem mega importante pro meu coração e espero que toque o seu também.
Deuteronômio 33:26-29
"Não há ninguém como o Deus de Jesurum, que cavalga os céus para ajudá-lo, e cavalga as nuvens em sua majestade!O Deus eterno é o seu refúgio, e para segurá-lo estão os braços eternos. Ele expulsará os inimigos da sua presença, dizendo:"Destrua-os!"Somente Israel viverá em seguranã; a fonte de Jacó está segura numa terra de trigo e vinho novo, onde os céus gotejam orvalho.Como é feliz, Israel! Quem é como você, povo salvo pelo Senhor? Ele é seu abrigo, o seu ajudador e a sua espada gloriosa. Os seus inimigos se encolherão diante de você, mas você pisará as suas colinas."
Quando li essa passagem pela primeira vez não consegui parar de pensar em Deus como um guerreiro, que lá do céu está de olho em mim e sempre quem um inimigo se levanta contra mimEle ordena que Seus anjos venham lutar pela minha vida.
Pode parecer clichê, já que vira e mexe escrevo sobre isso, mas em alguns dias precisamos ser lembradas do quanto Deus é carinhoso com a gente, do quanto Ele se importa, do quanto zela por cada um de Seus filhos...
O mundo se tornou um lugar onde cada um é responsável por si mesmo. Nós convivemos diretamente com a inveja, a maldade, a violência, o roubo de sonhos e confiança. Quem nunca se viu traído? Quem nunca se sentiu solitário? Temos aprendido a nos preparar para situações como essas constantemente.
A menina romântica que ama assistir ou ler contos de fada deve se esconder numa máscara de garota fria e insensível. O garoto tem que ser pegador do contrário ele não é homem de verdade. Nós temos que estar sempre vigiando para não sermos traídos por nossos próprios amigos...
Só eu que não gosto de viver em um mundo assim? Creio que não. Uma canção do Thalles Roberto diz: "É fácil demais viver em paz! A gente é quem complica tudo!" Nós vivemos tão preocupados em sermos só e em nos darmos bem no mundo que afastamos o melhor amigo que alguém pode ter: Deus!
O versículo 29 me levou há uma modificação de "Como você é feliz, Israel!", para "Como você é feliz, princesa do Senhor!", porque apesar de todas as nossas dores e dificuldades da vida aquelas (es) que confiam no Senhor são verdadeiramente felizes. Porque nós temos a certeza de que não estamos sozinhos, de que as nossas más circunstâncias irão nos aproximar Dele e que tudo que plantamos chorando iremos colher sorrindo!
Caminhar com Deus não significa que estamos livres das dores, das traições e tudo mais, mas significa que nossa confiança está antes de tudo nas mãos do Senhor e que Ele nos ajudarpa a suportar qualquer do, qualquer fardo.
"O Deus eterno é o seu refúgio, e para segurá-lo estão os braços eternos." Por onde quer que andemos, seja qual for a nossa luta os braços do Senhor estão sempre nos envolvendo.
Costumo pensar que Deus é tudo que precisamos, ou seja, Ele se encaixa nas áreas que estão em falso para nós. Como um menino que perde o pai, ou mesmo que o tenha, mas ele não está presente, enxergue em Deus um Pai maravilhoso. Costumo pensar que sou apenas uma garotinha e que Deus é o meu Pai, enquanto a minha mãe O vê como um Ancião, um velho senhor muito sábio... O que quero dizer é que cada um tem a sua maneira de ver a Deus e isso nos ajuda a desenvolver um relacionamento com Ele.
Deus nos ajuda na caminhada, Ele nos guia, nos pega no colo quando a dor chega, nos dá uma flor e um algodão doce numa tarde difícil para nos fazer sorrir, dá gargalhadas conosco, torce para as nossas vitórias e nos faz entender a derrota...

O mundo muda aos seus olhos quando você caminha com o Pai! Não se esqueça que você não está só, há alguém caminhando com você a cada instante. 

A Escolha {resenha}



Oi meninas! Eu disse no último post tentaria postar mais, infelizmente ainda continuo sem internet e quando vou para a faculdade tenho tanta coisa pra fazer que acaba não dando tempo de roubar o WiFi, mas hoje finalmente consegui postar \o/ E volto pra fazer uma coisa que queria fazer há muito tempo: ler e resenhar A Escolha, terceiro livro da trilogia A Seleção, Kiera Cass.

Passei as últimas três noites presa no universo de A Seleção, como a pessoa mais enrolada do mundo que sou só li o terceiro volume da trilogia essa semana e A Escolha é um daqueles livros complicados de se resenhar. Na maioria das vezes que estou lendo um livro já penso logo em vocês, "será que as meninas gostariam de ler esse?", "vou falar disso e daquilo na resenha...", "aposto que as meninas gostariam disso...", contudo a Kiera nos faz mergulhar em um universo cheio de aventuras neste último livro, o que acontece entre os corredores reais pode ser dito como fatos indescritíveis!

Blog Eu li e agora


Restam apenas 4 competidoras na Seleção, nossa querida America, Kriss, Elise e Celeste. E apesar de America jamais ter imaginado que chegaria tão longe, novas escolhas aparecem em seu caminho: “será que ela realmente ama Maxon?” e “o que será de Aspen?”, “é possível deixar uma grande história de amor no passado?”, “será que eu nasci mesmo para ser princesa?”

A Seleção é muito mais do que vestidos bonitos, cama macia e a mão de um príncipe à espera da sua, e isso é uma das coisas que mais chamam a minha atenção nos livros da Kiera, nós nunca paramos para pensar nas escolhas que uma princesa deve fazer, nós nunca vemos os sacrifícios que elas fazem por seu povo, os contos de fada só nos contaram as impossibilidades que foram vencidas para viver um grande amor. Kiera não, ela nos apresenta um país cheio de problemas, uma sociedade que sofre de verdade com a desigualdade, com um governo arrogante e ainda vivendo um período de grandes rebeliões.

Talvez você fizesse como as outras garotas se preocuparia mais em conquistar Maxon e se preocuparia um pouquinho com o que acontece lá fora, mas America não, ela deseja ter a oportunidade de viver sua história de amor com Maxon, mas ela também se preocupa com o mundo, com o povo. Ela não é como a Bella em Crepúsculo que só se importa em viver o amor da sua vida, ela quer ajudar as pessoas a sua volta e mesmo que isso saia involuntariamente às vezes, America tem uma força crescente de mudar o mundo em que vive.

Como nos outros livros, America conseguiu me irritar um pouco com seu triângulo amoroso, suas dúvidas, seus receios, seu constante atraso em tomar algumas decisões ou falar em outras me irritaram e acho que a Kiera enrolou um bocado com isso, mas é bem suportável. Como disse devorei o livro em três dias, vale à pena a leitura.

Fora que o livro é recheado de momentos lindos, cheios de amor. Dá vontade de sair marcando cada frase fofa, dá vontade de sair escrevendo pelas paredes do quarto e ficar sonhando com alguém dizendo elas pra você *-* (Tá, já parei com a palhaçada!)

Para a minha surpresa o livro teve uma pitada de ação, foram muitos acontecimentos diferentes durante este último capítulo da história de America e para quem achou os outros livros parados, este não tem nada de parado de garanto.

Como disse no comecinho, America tinha muitas dúvidas, muitas atitudes pendentes, haviam dois homens em seu coração, ela precisava tomar uma decisão, precisava aprender a controlar algumas ações ou ser corajosa para realizar outras. A saudade de casa começava a apertar, mas o castelo havia tornado o seu lar. Havia um desejo crescente de ajudar seu povo e depois do que aconteceu em A Elite, era seu dever assumir algumas responsabilidades por Illéa. E ainda tinha que lidar com o espaço que Kriss havia conquistado no coração de Maxon e com a possibilidade do rei Clarkson obrigar o príncipe a escolher outra.

A coroa estava em jogo e seu coração também. O fim de uma trilogia que vai deixar seu coração na mão.




“Não se preocupe. As melhores pessoas sempre carregam alguma cicatriz.” (página 144)

“Sinto que você não deixará o mundo empurrá-la para uma vida que não deseja. Talvez esteja errado, então me deixe ao menos dizer uma coisa, lute, America. Você talvez não queria lutar pelas mesmas coisas que a maioria deseja, como dinheiro e sucesso. Ainda assim, lute. Não importa o que você deseja, America, vá atrás com todas as suas forças.
Se for capaz disso, se for capaz de evitar uma segunda opção por medo, então não lhe peço mais nada como pai. Viva sua vida. Seja o mais feliz que puder, deixe de lado as coisas que não importam e lute.” (página 264)


“Quero tudo com você, America. Quero os feriados e os aniversários, as épocas corridas e os finais de semana preguiçosos. Quero manchas feitas por dedos sujos de creme de amendoim na minha mesa de trabalho. Quero piadas internas, brigas e todo o resto. Quero uma vida com você.” (página 297)

Quem ai já leu o último livro da trilogia?
Qual sua opinião sobre ele?
E você que ainda não leu? Acha que vale a pena? *-*
Saudades imensas de vocês!
Beijos :*
Paz!

Popular Posts

O blog virou livro!

O blog virou livro!
Compre o nosso livro!

Bom dia, princesa

Bom dia, princesa
Nosso novo livro está em pré-venda, acesse o site da Editora UPbooks e descubra mais sobre esse livro que será benção na sua vida.