A Escolha {resenha}

segunda-feira, setembro 08, 2014



Oi meninas! Eu disse no último post tentaria postar mais, infelizmente ainda continuo sem internet e quando vou para a faculdade tenho tanta coisa pra fazer que acaba não dando tempo de roubar o WiFi, mas hoje finalmente consegui postar \o/ E volto pra fazer uma coisa que queria fazer há muito tempo: ler e resenhar A Escolha, terceiro livro da trilogia A Seleção, Kiera Cass.

Passei as últimas três noites presa no universo de A Seleção, como a pessoa mais enrolada do mundo que sou só li o terceiro volume da trilogia essa semana e A Escolha é um daqueles livros complicados de se resenhar. Na maioria das vezes que estou lendo um livro já penso logo em vocês, "será que as meninas gostariam de ler esse?", "vou falar disso e daquilo na resenha...", "aposto que as meninas gostariam disso...", contudo a Kiera nos faz mergulhar em um universo cheio de aventuras neste último livro, o que acontece entre os corredores reais pode ser dito como fatos indescritíveis!

Blog Eu li e agora


Restam apenas 4 competidoras na Seleção, nossa querida America, Kriss, Elise e Celeste. E apesar de America jamais ter imaginado que chegaria tão longe, novas escolhas aparecem em seu caminho: “será que ela realmente ama Maxon?” e “o que será de Aspen?”, “é possível deixar uma grande história de amor no passado?”, “será que eu nasci mesmo para ser princesa?”

A Seleção é muito mais do que vestidos bonitos, cama macia e a mão de um príncipe à espera da sua, e isso é uma das coisas que mais chamam a minha atenção nos livros da Kiera, nós nunca paramos para pensar nas escolhas que uma princesa deve fazer, nós nunca vemos os sacrifícios que elas fazem por seu povo, os contos de fada só nos contaram as impossibilidades que foram vencidas para viver um grande amor. Kiera não, ela nos apresenta um país cheio de problemas, uma sociedade que sofre de verdade com a desigualdade, com um governo arrogante e ainda vivendo um período de grandes rebeliões.

Talvez você fizesse como as outras garotas se preocuparia mais em conquistar Maxon e se preocuparia um pouquinho com o que acontece lá fora, mas America não, ela deseja ter a oportunidade de viver sua história de amor com Maxon, mas ela também se preocupa com o mundo, com o povo. Ela não é como a Bella em Crepúsculo que só se importa em viver o amor da sua vida, ela quer ajudar as pessoas a sua volta e mesmo que isso saia involuntariamente às vezes, America tem uma força crescente de mudar o mundo em que vive.

Como nos outros livros, America conseguiu me irritar um pouco com seu triângulo amoroso, suas dúvidas, seus receios, seu constante atraso em tomar algumas decisões ou falar em outras me irritaram e acho que a Kiera enrolou um bocado com isso, mas é bem suportável. Como disse devorei o livro em três dias, vale à pena a leitura.

Fora que o livro é recheado de momentos lindos, cheios de amor. Dá vontade de sair marcando cada frase fofa, dá vontade de sair escrevendo pelas paredes do quarto e ficar sonhando com alguém dizendo elas pra você *-* (Tá, já parei com a palhaçada!)

Para a minha surpresa o livro teve uma pitada de ação, foram muitos acontecimentos diferentes durante este último capítulo da história de America e para quem achou os outros livros parados, este não tem nada de parado de garanto.

Como disse no comecinho, America tinha muitas dúvidas, muitas atitudes pendentes, haviam dois homens em seu coração, ela precisava tomar uma decisão, precisava aprender a controlar algumas ações ou ser corajosa para realizar outras. A saudade de casa começava a apertar, mas o castelo havia tornado o seu lar. Havia um desejo crescente de ajudar seu povo e depois do que aconteceu em A Elite, era seu dever assumir algumas responsabilidades por Illéa. E ainda tinha que lidar com o espaço que Kriss havia conquistado no coração de Maxon e com a possibilidade do rei Clarkson obrigar o príncipe a escolher outra.

A coroa estava em jogo e seu coração também. O fim de uma trilogia que vai deixar seu coração na mão.




“Não se preocupe. As melhores pessoas sempre carregam alguma cicatriz.” (página 144)

“Sinto que você não deixará o mundo empurrá-la para uma vida que não deseja. Talvez esteja errado, então me deixe ao menos dizer uma coisa, lute, America. Você talvez não queria lutar pelas mesmas coisas que a maioria deseja, como dinheiro e sucesso. Ainda assim, lute. Não importa o que você deseja, America, vá atrás com todas as suas forças.
Se for capaz disso, se for capaz de evitar uma segunda opção por medo, então não lhe peço mais nada como pai. Viva sua vida. Seja o mais feliz que puder, deixe de lado as coisas que não importam e lute.” (página 264)


“Quero tudo com você, America. Quero os feriados e os aniversários, as épocas corridas e os finais de semana preguiçosos. Quero manchas feitas por dedos sujos de creme de amendoim na minha mesa de trabalho. Quero piadas internas, brigas e todo o resto. Quero uma vida com você.” (página 297)

Quem ai já leu o último livro da trilogia?
Qual sua opinião sobre ele?
E você que ainda não leu? Acha que vale a pena? *-*
Saudades imensas de vocês!
Beijos :*
Paz!

You Might Also Like

4 Comments

  1. Ah, realmente esse livro é demais, porém aei que tudo aconteceu muito rápido, ficou meio vazio.... Agora aguardando ansiosamente por O Herdeiro! *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Bárbara, senti falta de algumas coisitas mais.. rs
      Aguardando também ><

      Excluir
  2. Ah estou orando pra um principe como Max kkk (brincadeira) mais ele é muito lindo; Amei a resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk, que gracinha >< Ele é lindo mesmo, embora me irrite às vezes kk
      Que bom que gostou ♥

      Excluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!