Me permiti um começo, mas por medo do fim perdi o meio #PH 1


Olá, meninas! Olá dezembro! Olá férias que estão chegando divinamente! haha Como vocês estão? Espero que bem. Dezembro chegou e como as férias estão correndo para meu encontro decidi que é chegado o tempo de inventar moda, é hora de não deixar a cabeça parar de trabalhar e aderir novos projetos, portanto, estou em mais uma edição do Poem a Day!

Sim, é aquele mesmo projeto que fiz em junho, mas não havia conseguido terminar. Dessa vez, vou fazer de tudo para postar todos os textos, e consequentemente teremos posts todos os dias aqui no blog! Um lado positivo do Poem a Day: junho foi o mês que mais postei, tudo culpa dele ♥ Dessa vez vou conseguir chegar ao fim, ah se vou!

Para quem não conhece o Poem a Day é um projeto de escrita criado pela Vanessa Chanice, que tem como missão por escritores/amantes da escrita/ para escrever todos os dias dentro do mês de dezembro, cada dia teve um tema escolhido pela própria Vanessa e nossos textos, crônicas, frases, - como você preferir -, devem partir destes temas.

O tema deste 1º primeiro de dezembro é o começo. Vamos ao meu texto?

Me permiti um começo, mas por medo do fim perdi o meio

Nosso começo foi típico da era digital, você era um amigo da minha melhor amiga, vivia conversando com ela no facebook, e como eu sempre estava no mural dela, você acabou conversando comigo também. Primeiro você comentava nossas fotos, elogiava nossa amizade e nos marcava em postagens bonitinhas suas, até que você me mandou uma mensagem no bate-papo, e diferente do que geralmente fazia, respondi o seu "oi, tudo bem?"

Você não foi como os outros caras, não quis saber se eu tinha namorado ou se estava ficando com alguém, você simplesmente queria saber como eu estava, como tinha sido meu dia, quais eram os livros da minha estante e quais eram meus sonhos...

Rapidamente você deixou o lugar de estranho e se tornou amigo, nossas mensagens se tornaram mais longas e logo saíram do facebook para serem também no celular.

O seu "tudo bem?" parecia um ímã que levava de mim todas as minhas verdades, eu acabava te contando tudo, revelando meus segredos e sonhos, e você ouvia tudo, parecia estar interessado, sempre.

De repente, você começou a demonstrar algo mais, deixei de ser a Maitê e me tornei a sua "gigante", só porque você é grandão e eu uma tampinha, você começou a me marcar em músicas românticas e até encontrou uma só pra gente. As nossas conversas me deixavam com frio na barriga, porque sem querer borboletas estavam voando no meu estômago.

Embora você fosse 10 anos mais velho, e eu tivesse só quinze na época, você era alguém que valeria a pena ter do lado, mas a boba aqui não viu isso, fiquei imaginando todos os nossos contras, talvez meus pais não aceitassem a nossa diferença de idade, talvez eu não soubesse lidar com um namoro, talvez você quissesse mais do que eu pudesse oferecer... Até imaginei que um dia você acordaria decidido a encontrar uma mulher de verdade, já que uma hora você acabaria percebendo que eu era só ma garota.

E era por ser apenas essa garota que os meus lábios nunca tocaram os seus, o meu medo não deixou que as borboletas ganhassem lugar dentro de mim e alcançassem o meu coração num lindo voo...

Não me permiti andar de mãos dadas com você, nem senti seu cafuné, não senti seus braços me envolverem em um abraço apaixonado nem ouvi seus lábios pronunciarem nosso primeiro eu te amo...

Deixei que existisse um começo, mas morria de medo da ideia de termos um fim, consequentemente abri mão do meio, da melhor parte da história. Quem sabe não poderíamos ter nos tornado um eterno recomeço?  

Gostaram do texto?
Espero que sim ♥
Ansiosa pelo tema de amanha!
Beijinhos :*

Para conhecer mais o projeto basta clicar aqui.


5 comentários:

  1. oooownt que texto lindooo e super fofo ameeeei Thais !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom Day *o*
      Fico por muito por ter gostado! Beijinhos :*

      Excluir
  2. Que lindooooo!!! Mais ou menos senti como se parte da minha história tivesse sido contada *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, será que eu li você? rs
      Que bom que gostou, princesa! Beijos :*

      Excluir
  3. Linndo! Até fiquei triste pq eles nao ficaram junto :( Mas é muito fofo q Deus continue t capacitando!

    ResponderExcluir

 
Princesas adoradoras © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo