Mar de expectativas

sábado, janeiro 31, 2015



Às vezes bate um medo por talvez as coisas não darem certo, sabe? Nunca fui a garota das listas, nem me dei bem colocando metas para mim mesma, mas sempre dei vida a muitos sonhos e venho os nutrindo constantemente, tenho corrido por cada um deles, mas aprendi a exigir menos de mim, parei de exigir perfeição.

Sou como qualquer outro ser humano, cheia de falhas e imperfeições, mas precisei de uma drástica aula de matemática para isso. Sabe quando você faz uma prova achando que está indo bem em cada questão? Foi essa a sensação que tive durante toda aquela aula, até que o professor entregou a prova e lá estava minha nota 2,5, em uma avaliação que valia 15. Não tenha pena nem ache que sou tão ruim assim em matemática, embora prefira as letras um fato como esse nunca havia acontecido comigo. Chorei todas as lágrimas que andavam guardadas e lembro da minha mãe beijar a minha testa e dizer que não eu precisava ser perfeita sempre, o mais importante era o esforço e isso eu havia feito.

Naquele dia quente de abril senti um peso sair dos meus ombros, deixar que a expectativa da perfeição fosse embora era como mergulhar em um mar de águas cristalinas em uma manhã de janeiro. Senti a água adentrando meus poros, enquanto meus cabelos dançavam com as ondas. Deixei aquele mar revigorada, ciente de que cada onda podia apagar um erro e ser capaz de me dar uma nova chance.

Minha mãe me ensinou que mais importante que os resultados são as suas jornadas até eles, é através de cada uma delas que você aprende, cresce, se entristece, se diverte... É durante a jornada que você vive, é ela que vale a pena, e serão as lembranças dela que povoarão a sua mente quando os resultados chegarem.
Minha jornada não é tão longa assim, quase 19 anos não é muita coisa, mas é o suficiente para abrir os olhos e desejar não perder tempo. Quero levar a vida com mais doçura e leveza, quero deixar que as ondas me ensinem mais, desejo me preocupar mais em ser feliz do que em conquistar grandes pódios.

Minhas expectativas são simples, quero continuar fazendo o que amo, o que faz meu coração sorrir. 
Quero escrever minhas histórias com uma xícara de café quentinha do lado e ter lembranças engraçadas ao lado dos meus amigos. Desejo alguém que escolha caminhar pela jornada da vida de mãos dadas comigo... Mais passeios pela areia gelada em tardes de verão, mais livros, mais músicas, mais fotografias. Mais risadas e amores. Mais alegrias e menos dores. Minha expectativa é de vida, de uma vida que valha a pena, uma jornada que me fará sorrir com satisfação quando chegar ao fim. 

***
Este texto faz parte do projeto Mais que Palavras, que consiste em dar um empurrãozinho em escritores desafiando a escrever um texto por mês sobre um tema que selecionamos através de votação. O tema deste mês foi expectativas e nunca encontrei tanta dificuldade em escrever um texto, mas enfim consegui! Espero que tenham gostado! Se você gostou da ideia do projeto e deseja participar é super bem-vindo!

São várias blogueiras participando do projeto, então vou indicar apenas três textos, através destes 3 vocês podem descobrir mais!

You Might Also Like

9 Comments

  1. Belíssimo texto!! Adorei a comparação com o mar!!! Uma vida mais leve, mais doce e sem tantas expectativas. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto! Me vi um pouco nele porque acabava me cobrando demais. Na escola, faculdade, trabalho, relacionamento e em todos os projetos da minha vida até hoje. Quando percebi que deveria aproveitar mais e ter menos expectativas, consegui ser mais feliz.

    Ah, e obrigada por ter indicado meu texto ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai, Daiany! Mais leveza e mais felicidade *-*
      Ah, não tem que agradecer! Beijos :*

      Excluir
  3. Amei o texto! E que se as nossas expectativas não sejam cumpridas, as surpresas da vida sejam melhores ainda!
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! rs
      Fico feliz por ter gostado, Mika *-*
      Obrigada pela visita, beijos!

      Excluir
  4. Thaís, eu amei o teu texto. Eu também sou dessas que não gosta de criar metas nem grandes expectativas, prefiro viver um dia de cada vez.

    beijos
    www.colecionandoprimaveras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai, Ellem!
      Que bom que gostou ♥
      Obrigada pela visita! Muá :*

      Excluir
  5. Simplesmente maravilho , parece que estava descrevendo um pouco de mim.(haha)
    Que Deus continue te capacitando para escrever coisas maravilhosas como esta.
    Não vejo a hora de compartilhar com minhas amigas haha.
    Bjão e Deus abençoe!!

    ResponderExcluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!