Resenha: Salvos pelo Amor

quinta-feira, abril 23, 2015



Em janeiro deste ano, fui convidada pela blogueira e escritora, Joice Tiegs, para fazer parte de um projeto literário chamado Livros que Despertam. O projeto consiste numa parceria entre blogueiros e escritores, que farão com que vários livros da literatura cristã percorram o Brasil, sejam lidos e resenhados para nossos leitores. O primeiro livro que o correio deixou aqui em casa foi Salvos pelo Amor, da escritora carioca Juliane Rodrigues.

Título: Salvos pelo Amor
Autor: Juliane Rodrigues
Páginas: 324
Ano: 2014 
Editora: Obra independente 
Nota: ♡ ♡  ♡ 
    Tudo não passava de uma brincadeira de mau gosto. Ofendido por sua ex-namorada, após ser traído por ela, Nic, guitarrista de uma banda relativamente famosa, vê no fato de Clara não ser uma mulher bonita a possibilidade de provar algo. Mas tudo muda quando ele fica doente. Clara tem que se decidir: abrir a porta de sua casa para o guitarrista arruinado ou deixá-lo à própria sorte. A convivência com alguém tão especial fará com que Nic queira mudar e ser salvo por ela. Ele está certo de que Clara é um anjo, mas anjos existem? Com o convívio, Nic absorve exemplos de Clara e compartilha escolhas que o fazem mudar, mas Clara ainda não está preparada para essas mudanças. Salvos pelo Amor deixa claro que ninguém é tão feio quanto se vê ou tão belo quanto se idealiza. 



Clara é assessora de imprensa de duas gravadoras brasileiras, moça de origem simples que teve que batalhar muito para chegar onde está. Esforçada, bondosa e amorosa, Clara é o tipo de personagem que você acaba se apegando rápido e que faz com que você devore as páginas com cada vez mais veracidade só para descobrir logo o que acontecerá com a mocinha. Como assessora, ela tem que lidar com músicos de vários tipos e manias, e dentre eles está Nic, um guitarrista relativamente famoso que tem um rei na barriga.

Depois de terminar com a namorada (porque ela o traiu), Nic decidi se vingar, e o plano será este: se envolver com a garota mais feia que ele conhece para mostrar para Suzana que ela não é nada! A garota mais feia que ele já viu é Clara, a sua assessora de imprensa, e de mansinho ele vai entrando na vida dela. Uma carona pra casa e um jantar sem ser convidado... Clara desconfia da recente bondade do rapaz, se mantêm distante, mas não o suficiente para impedir que Nic se aproxime, e coitada nem imagina o que está acontecendo. Até que Nic fura com a sua banda, saindo do radar e sobrando para Clara descobrir onde o guitarrista está.

Nic é encontrado por Clara inconsciente na sala de casa, e ao ser levado para o hospital é diagnosticado que ele tem uma doença grave devido ao auto consumo de álcool. Sem ter ninguém para ajudá-lo, Clara se comove com a situação e decidi levar Nic para casa, ele precisa de cuidados, precisa de uma boa alimentação e necessita de vigilância, para que não volte a beber.

Os primeiros dias de Nic são difíceis, ele não aceita com facilidade o fato de ter perdido seu lugar na banda nem de estar doente. Viver com uma pessoa que ele não conhece também não é uma tarefa fácil, principalmente quando vocês são estão diferentes. Clara era religiosa e organizada, enquanto ele só queria estar tocando sua guitarra por ai... Enquanto ele via em Clara uma mulher feia, ela se demonstrava uma pessoa maravilhosa, que decidira mudar todo o seu dia a dia para cuidar dele. Aos pouquinhos, os muros que cercam o coração do rapaz vão caindo e Nic vai mudando de mansinho.

Ambos personagens são cheios de complexos, não é apenas Nic que vê em Clara uma mulher feia, a maioria das pessoas a sua volta parecem ver o mesmo, e até a jovem se vê assim. Clara foi abandonada quando criança em frente ao Amanhecer, uma casa gigante em que um casal muito adorável decidiu criar vários garotos de uma vez só! Clara era a única garotinha ali, e depois da morte da sua mãe adotiva, ela perdeu todo o referencial feminino que tinha. Cercada de homens, Clara cresceu longe das maquiagens, dos cabelos muito bem penteados e das tendências de moda, e tudo isso colaborou para que ela não amasse o que via no espelho.

 

Até Nic aparecer em sua vida, esse complexo parecia estar muito bem guardado no peito, ela não parava para pensar muito nisso sabe? Mas quando você passa a ter um homem o tempo todo perto de você, reparar em si mesma se torna mais natural e caso você já não gostava de si antes, agora que não vai gostar mais... Enquanto lida com seu complexo interior, Nic vai abrindo os seus em uma mesa de cirurgia também.

O primeiro a se apaixonar na história é Nic, ele reluta contra o sentimento: "como poderá amar alguém tão... feia?" Mas a vontade de parar e ficar vendo Clara dormir é maior do que ele pode controlar, seu coração começa a pertencer a ela, e assim desejar se tornar um cara melhor faz parte da sua rotina. Com o estado de saúde melhorando, Nic começa a dar novos passos, encontra um emprego, se torna gentil com Clara e a amizade entre eles vai se tornando algo real. Até que ele se declara para Clara, e ela se descobre apaixonada por ele também...

Seria simples se a história parasse por aí, mas quem foi que disse que o amor é uma jornada simples? Já ouvi dizer que nós precisamos estar prontos para o amor, acho que Clara e Nic não estavam, havia muito para o que melhorar no coração de cada um. Por motivos que não posso falar (spoilers não são legais!), o casal enfrentará uma montanha até o ficarão juntos ou não? E você aprenderá com os dois que beleza e amor não tem nada a ver, a beleza está nos olhos de quem vê, e cada um de nós é belo a sua maneira.

O que faz o livro ser cristão? A autora nos apresenta uma personagem encantadora, como disse acima Clara é religiosa, ela possuí um relacionamento muito íntimo com Deus, o tipo de pessoa que realmente está preocupada com o Deus tem a dizer. O tempo todo o livro nos introduz ao sentido de Beleza e Amor que Deus possui e que deseja nos ensinar. A leitura não é massante, a história não é chata e não há religiosidade na trama (o que quero dizer? O livro não se prende a religiões, mas sim ao amor de Cristo). Ao longo do crescimento mental e espiritual de Nic também podemos ver o quanto Deus trabalha na vida daqueles que Lhe dão permissão!




É uma grande obra, que merece lugar na sua e na minha estante. Comecei muito bem o projeto! :D

Como a obra é independente, para comprar você precisa entrar em contato com o própria autora, que por sinal é uma doçura de pessoa! Que tal darmos uma força para a literatura cristã no Brasil? Nós lemos tantos títulos internacionais, mas há tanta coisa boa na nossa terrinha! Vamos valorizar!

Facebook da Autora
Site do livro
 
Hoje é dia internacional do livro! Trouxe a dica para comemorar este dia tão maravilhoso! rs
Dica aprovada? Alguém aqui ficou a fim de ler?
Espero que sim!
Beijos,
Paz!


You Might Also Like

4 Comments

  1. Aprovadíssimo muito interessante esse livro,senti vontade de ler.Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz, Laura! Que leia logo, logo e que se encante tanto quanto eu *-*
      Obrigada pela visita! Beijos :*

      Excluir
  2. Uhuuuuu!!! Mais uma linda resenha! Feliz por saber que começou bem o projeto.
    Estou animada em pode conhecer tantos blogs lindos!
    Beijoooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comecei super bem, Joice! rsrs
      Fico feliz por ter gostado! Obrigada pelo carinho *-*

      Excluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!