Teletransporte




Em alguns dias nós poderíamos dar a sorte de encontrar algum desses objetos mágicos tanto usados nos filmes da Disney, que tem o poder de levar a gente para outro lugar. Você poderia estar caminhando na sua rua, depois de um dia estressante na faculdade ou no trabalho e ter a atenção roubada por uma moedinha no chão, ao abaixar e pegá-la tudo a sua volta muda, "bem-vinda à um novo mundo!".

Você poderia chegar em um jardim, em um imenso campo ou a beira do mar, poderia haver um castelo e você seria a princesa que eles procuram há cem anos ou poderia ter uma cabana com uma rede e uma xícara de chá quentinho (com a fumaça subindo pelo céu), só para seu descanso. Essa terra poderia ser cheia de aventura ou não, dependendo do que você precisa neste dia. 

Independente do peso que há em suas costas tire esses sapatos que tanto te apertam, solte esses cabelos castanhos e corra pelo campo! Deixe os problemas e as pressões da vida caírem como um grande casaco e permita que seus pulmões busquem com afinco esse ar puro que te envolve. Tem uma brisa correndo por aí, corra com ela e se encante com a maneira suave com que ela faz árvores e nuvens dançarem. Quem sabe você não dança também?

Dançar. Bailar com a vida. Talvez seja tudo que você precise! Tente levar a vida menos a sério pelo menos hoje, aí nesse mundo de conto de fadas que você se encontra. Feche os olhos e solte o corpo ao som do canto dos pássaros, troque toda a sua dor e cansaço por vestido de renda, barganhe suas lágrimas por um sorriso sincero e que as lembranças ruins que andam te perseguindo sejam trocadas por uma linda coroa de flores. 

Solte a menina que há em você e deixe que suas forças se renovem. Pise em poças, suba em árvores, colha flores! Seja você! Se lembre dos seus princípios, dos sonhos de menina há muito guardados, recorde-se das risadas fáceis que costumava sair com naturalidade e de todas as vezes que parou tudo para contemplar a vida...

Hoje, enquanto você não encontra um objeto mágico, faça dessa frase do grande Caio Fernando de Abreu, um lema: 

"Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulhe no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras. o vento leva. Distância, só existe para quem quer. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que improta você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só."  


***

O objeto de teletransporte que encontrei hoje foi este textinho que foi feito enquanto estava em terras capixabas durante as minhas férias de verão. Ele estava guardadinho num velho caderno à espera de ser encontrado para mudar meu dia. E hoje aconteceu. Espero que ele tenha mudado seu dia também! 

Beijos!

2 comentários:

  1. Que lindo esse texto me faz viajar em meus pensamentos e ir além...me teletransportei rsrs...quero viver assim todos os dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém rsrs
      Que nos teletransportamos então, princesa! É maravilhoso *-*
      Deus te abençoe, meu bem! Obrigada pela visita!

      Excluir

 
Princesas adoradoras © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo