Permanecemos os mesmos

segunda-feira, julho 20, 2015


Hoje pela manhã cheguei em casa após encerrar mais um período na faculdade, dei adeus para as terras cariocas e boas vindas para quase trinta dias em solo capixaba. No finzinho da tarde, após um dia sem coisas excêntricas, o que é anormal na minha vida, alguém resolveu cortar uma árvore no meu bairro e não calculou que esta ao cair arrebentaria alguns fios, e com eles o de energia. Pronto: não temos mais luz. Mas como assim? Poxa! Passei o dia inteiro vendo os desenhos da minha irmã e tinha tudo planejado para assistir apenas um episodiozinho de um seriado novo no início da noite, mas... Não dá! Então o que a gente faz? Sai de casa e procura os velhos amigos.

Nós crescemos e tomamos caminhos diferentes, enquanto fui estudar no Rio, um outro amigo se mudou pra Vitória, capital do nosso estado, e está estudando por lá, já minha amiga permaneceu na nossa cidade, está fazendo faculdade aqui e um outro amigo está trabalhando aqui na nossa cidade também... E enquanto vamos vivenciando outras situações, conhecendo novos lugares e pessoas, não podemos mais conversar todos os dias, sentar pra tomar um refrigerante e falar sobre nossos seriados favoritos ou psicologar sobre a vida, mas mesmo assim, mesmo depois de meses sem nos ver nos sentamos na mesma escada de antes e conversamos como se a última vez que tivéssemos nos visto fosse ontem.

Sabemos que temos grandes amigos em momentos assim, quando estamos longe e sentimos saudade de ouvir a voz dele ou chamá-lo para uma ida ao cinema; quando fazemos novos amigos e descobrimos que eles não são tão legais ou nos completam como os antigos, e quando voltamos pra casa depois de um tempo longe e descobrimos que nada pode mudar o que sentimos.

Hoje é dia do amigo e agradeço a Deus por ter tido a oportunidade de me sentar ao lado dos meus hoje. Faltou um, ele não pode me abraçar hoje, não pude me sentir segura em seus braços de irmão, mas ainda sim sei que dá próxima vez que nos virmos nada haverá mudado. Outros amigos também não se sentaram comigo, por distância, por terem ficado na memória ou por tantos outros acasos na vida, mas ainda assim agradeço por cada um deles e pelas marcas que eles deixaram em mim.

Quando olho para a minha personalidade atual vejo traços de outras pessoas, sei quem me ensinou a amar Coca-Cola e me ensinou a fazer Brigadeiro, sei quem me inspirou a ler certos livros e me apresentou a lugares incríveis. Posso fazer uma listinha daqueles que me tornaram uma garota mais destemida e corajosa, e sei quem são aqueles que tanto me desejam bem e vejo seus desejos refletidos no meu dia a dia.

Nós não percebemos, mas as pessoas deixam marcas em nós, algumas são boas enquanto outras ruins, o importante são o quanto esses momentos nos fazem crescer e nos tornam melhores. As boas lembranças devem ser transformadas em quadros e postos em exposição em nosso coração, os sorrisos, os abraços, as palavras de carinho e motivação... mais importante do que ocupar o primeiro lugar dos "Depoimentos" lá no velho Orkut, é ter o coração cheio de primavera, cheio do perfume e das pétalas que fizeram parte de nós.

Os velhos amigos, aqueles que duram, não estarão apenas no coração, eles farão novas primaveras, construiremos novas histórias constantemente. Mesmo que só venhamos a nos ver nas férias da vida, sei que nada mudará em nós, porque tive a sorte de encontrar aqueles que Deus separou para serem dois comigo! Iremos comer lanches durante as segundas-feiras enquanto discutimos se a Dark Emma ficou legal ou não, iremos a lanchonete mesmo tendo merrecas nos bolsos e faremos vaquinhas se precisarmos. Vamos torcer pelas vitórias uns dos outros e estar próximos ao altar no casamento de cada um... Podíamos ter escolhido viver sozinhos, eu podia preferir, como acontece às vezes, meus seriados, meus livros e minhas músicas, podia me trancar no quarto e só sair quando estivesse enjoada, mas conheci a dádiva que é ter um amigo para jogar conversa fora, como é incrível poder contar as novidades a alguém que te quer bem e como é hilário relembrar os micos do passado.

Depois que você tem um amigo de verdade, viver sozinho não é uma escolha legal! A emoção está em ter alguém para segurar sua mão.

Somos amigos,
estaremos um para o outro até o fim.



You Might Also Like

0 Comments

Popular Posts


Compre o nosso livro!