Afrodite, a deusa do amor. Será?

terça-feira, agosto 25, 2015



Princesas, tudo bem com vocês?  Que Deus alcance seu coração através desse texto.

É impossível exagerar a respeito da importância de obter a perspectiva de Deus sobre o amor. Devemos buscar isso. Todos os hábitos negativos do namoro podem ser associados à adoção das atitudes de um mundo caído em relação ao amor. Nos dias de hoje, amor e sexo caminham na mesma direção. Quem ama, faz sexo. E se você não ama, faz também, porque o que importa é o prazer, e viver a vida com prazer é o alvo dessa geração hedonista. Esse conflito de definições sobre o amor não é novo, vem das antigas. Nós como cristãos temos a oportunidade de escolher se seguiremos os caminhos do Mestre ou se vamos descer ladeira abaixo nas coisas e nos padrões oferecidos pelo mundo.

Paulo - o apóstolo,  entendeu exatamente esse conflito na sua época quando escreveu o famoso capítulo sobre o amor na primeira carta aos corintios, capítulo 13. Se você ainda não leu, leia. É lindo! Certo dia li esse texto para uma amiga não cristã, e ela achou lindo, mas na mesma hora em que terminei ela declarou: " - Esse tipo de amor não existe e encontrar um homem que ame assim é impossível". Princesas, esse tipo de amor existe, e está escondido em Deus para aqueles que o buscam.

Pois bem, era um grande desafio para Paulo e não um tanto irônico também. Imagine um pastor escrevendo uma carta de padrões morais para Hollywood? A cidade de Corinto era um sinônimo de imoralidade. Termos como: " Dar uma de corinto...", era o mesmo que se render ao prazer sexual, ou ainda, " hum, essa garota é corínta", já havia uma prerrogativa  de que era uma prostituta. Mas como o apóstolo poderia dar uma perspectiva do verdadeiro amor para essa cidade afundada na perversão? 

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
I Cor. 13:4

A cidade de Corinto, também conhecida como uma cidade de portos, altamente mercadológica elevou o sexo a tal ponto que já havia se tornado uma religião. O templo de Afrodite, a deusa grega do amor, da sensualidade e da beleza contava com cerca de 1000 prostitutas. Paulo teria que  alcança-los de alguma forma, pois como as pessoas entenderiam a declaração de que "Deus é amor" - I João 4:16, quando em cada esquina e de cada bordel alguém oferecia a elas a sua versão do "amor" - prazer sexual?
Será que enxergariam a verdade e a beleza do amor verdadeiro em meio a essa falsidade?

Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
I cor. 13:5

Quem iria vencer em Corinto, Cristo ou Afrodite? Será que a sexualidade triunfaria sobre a abnegação?

Hoje nós enfrentamos os mesmos conflitos. Mesmo que já tenham se passado mais de 2000 mil anos há semelhanças indubitáveis sobre a nossa cultura e a de Corinto. Hoje, assim como antigamente, sexo é um item a disposição. A sensualidade e a sexualidade exageradas nos chamam a cada esquina, se não dos bordeis escancarados nas ruas, nas bancas, revistas, nas baladas e cartazes ou ainda dentro da nossa própria casa, na TV. De maneira sorrateira essa sensualidade vai minando nosso coração através de simples novelas ou de propagandas que para vender em sua maioria utilizam o apelo sexual. De fato, parece que as pessoas respiram isso.

Em meio a essa avalanche, a mensagem silenciosa de Cristo a respeito do amor verdadeiro ainda fala àqueles que escolhem prestar atenção.

Por isso, nossa geração deve se levantar radical. Meu texto dessa terça feira quer despertar você para a santidade. Poderemos brilhar como luz se não nos posicionarmos fielmente a Deus? Que a vontade de casar não seja maior do que vontade de amar a Deus. Minha oração é para que seu namoro seja santo, e que você antes de se envolver com alguém - ore, seja amigo, deem boas risadas juntos e tomem uma coca cola. Que vocês aprendam a chorar juntos e compartilhar sonhos. E em meio a tudo isso, o amor surgirá sem te afastar do ministério, dos amigos, da família, sem quebrar sua dignidade e principalmente, sem te afastar de Deus.

Que Deus te abençoe,
um grande abraço.
#MeninosTambemAmam

Andy

"O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo protege, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, o amor jamais acaba."

I Cor. 13: 6 - 8

You Might Also Like

6 Comments

  1. Nossa que texto Maravilhoso!

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ana,
      obrigado pela visita, volte sempre! *-*

      bjs Andy
      www.andyverissimo.blogspot.com.br
      #BlogDoVerissimo

      Excluir
  2. Gostei muito do texto, o amor é algo puro e sublime, mas infelizmente o mundo tem levado e nos ensinado erroneamente.

    Somos evangélica e arrasamos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Acsa, somos bombardeados por todos os lugares, mas podemos nos esconder em Deus e manter nosso coração nele.

      Obrigado pela visita *-*

      bjs Andy
      www.andyverissimo.blogspot.com.br
      #BlogDoVerissimo

      Excluir
  3. ahh Andy, eu adorei este post! belíssimo texto, deixou-me a pensar muito :) beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Poxa, que bom. Que Deus te abençoe, obrigado pela visita, volte mais vezes!

      bjs
      Andy
      www.andyverissimo.blogspot.com.br

      Excluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!