O que é amor?

segunda-feira, setembro 07, 2015



Infelizmente conheço poucas histórias de amor, vi poucos pares de olhos brilharem enquanto se cruzam após anos de casados e ouvi poucos lábios falaram dos seus cônjuges com orgulho. Conheço mais histórias tristes do que bonitas e isso me faz ficar confusa às vezes. Muitas mulheres (adultas e já casadas) me disseram que aquele romance que os filmes mostram estão longe de ser verdade e muitas até se arrependem de ter casado. Sei que os filmes fantasiam muita coisa e que a vida real é muito mais dura do que uma hora e meia de um longa metragem, mas ainda assim essas pessoas não continuaram a viver o amor depois de casadas?

Penso no que pôde afastá-las. Penso no que nos impede de buscar ser o melhor para o outro e vice e versa. O amor não é tão bonito nas telas de cinema e nas poesias? Nossas canções preferidas não são aquelas que contam lindas histórias de amor? Então por que eles quase sempre não duram? Sou uma criança mimada e não aceito não viver o amor!

Outro dia num ônibus lotado sentido à Seropédica, estava eu em pé, lendo um romance quando minha atenção foi roubada para uma movimentação próxima a mim. Ao olhar para trás, vi um casal de idosos se levantar, muito distante do ponto que eles iriam saltar, o que fez com que eles ficassem em pé por bastante tempo. Como o ônibus estava cheio, não havia muitos lugares em que eles pudessem se segurar, então o senhor caminhou até a porta e conseguiu se apoiar em uma haste de ferro. Para a senhora não havia apoio, então um senhor – lá pela casa dos quarenta – se ofereceu para segurá-la. Ele a segurou pelo braço, mas ela me surpreendeu ao se apoiar com o braço direito no seu velho marido. Ela já estava segura, afinal o outro senhor a segurava, mas no fundo ela ainda não se sentia segura.

O ônibus estava rápido e fazia curvas, talvez na mente dela fosse só uma forma de permanecer mais firme no lugar que estava, mas na mente de uma garota apaixonada percebi que aquilo era amor. Poder contar que o marido vai te segurar até num ônibus lotado.

Quando ele teve que soltar o braço dela para puxar a cigarra vi os olhos da senhora ficarem confusos, e ela procurou outro lugar para apoiar a mão, mas não encontrou. Assim que o braço do marido voltou para onde estivera poucos segundos antes, a senhora entrelaçou seu braço magrelo no do marido e percebi em seus olhos segurança de novo. Pra mim isso é amor e é por um desses que vou esperar.

Aquele casal idoso pode ter passado por uma pilha de problemas. Eles podem ter enfrentado situações e dores que eu talvez nunca vá ouvir na vida, mas eles ainda se seguram um no outro e isso foi um afago para meu coração apaixonado. Sabe, quantos casais você vê trocando carinho hoje em dia? Eles preferem passar mais tempo conversando via whatssap ou mostrando o que há no feed de notícias do Facebook um do outro do que realmente se amando. Também não estou querendo dizer que se amar é se tocar o tempo inteiro, não estou falando de grude, mas de intimidade, de poder olhar nos olhos e falar de qualquer coisa. De serem melhores amigos e não terem vergonha de nada.

Sonho com um cara que vai me amar mesmo com minhas marquinhas de espinhas e que vai segurar minha mão enquanto estivermos resolvendo coisas no centro da cidade. Sei que vou querer compartilhar com ele os detalhes do meu dia e ouvir os detalhes do seu. Quero um peito para chorar nos dias difíceis e palavras bobas para me arrancar um sorriso. Quero ter a oportunidade de fazer a diferença na vida de um cara que vou poder chamar de meu e desejo do fundo do meu coração que ele vá fazer na minha também.

Vamos ter milhas de problema? Quem é que não tem? Mas acredito que se a gente souber colocar Deus na frente de tudo vamos viver o melhor do amor que Ele preparou para os casais. Definitivamente acredito nisso e claro, porque a verdadeira definição de amor é Ele e algo aqui dentro grita que Ele quer trazer esse amor envolvente para todas as áreas da nossa vida!  

Isso tudo foi só por causa do casal de velhinhos que vi no ônibus. É só que me deu vontade de ter a mão dele logo pra segurar a minha... Mas eu espero, não sei esperar ônibus, mas sei esperar por ele e por enquanto fico aqui sendo teimosa e acreditando no amor, afinal uma hora ele chega.      




***

Este texto foi uma inspiração do dia que se encaixou num tema de uma blogagem coletiva do grupo Irmandade das Blogueiras que eu estava super afim de fazer: "O que o amor é: esqueça a definição dita pelos outros, queremos saber para você o que realmente é o amor. " Agora é a vez de vocês contarem pra mim a definição de vocês! 

You Might Also Like

3 Comments

  1. Que lindo texto!! Estou com lagrimas nos olhos. Mais é uma triste realidade não encontrarmos tantos gestos assim e quando os vejo sempre me da mais esperança de esperar em Deus. Definição de amor para mim é simplesmente sentimento que não pode morrer dentro de nos

    ResponderExcluir
  2. Que texto mais fofo. Acho que não há nada de errado em acreditarmos no amor e esperar por ele, afinal se deixarmos isso de lado qual será a graça de uma vida sem amor?

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir

Popular Posts


Compre o nosso livro!