[Devocional] Uma lição sobre paciência

O amor é paciente, o amor é bondoso. — I Coríntios 13:4

Minha paciência começou a se esgotar depois de cinco minutos vendo meu pai com dificuldade para assinar o cartão de Dia das Mães que eu lhe havia comprado para que desse a mamãe.

O Alzheimer havia afetado suas habilidades motoras, assim como sua memória. Ele sofria para segurar uma caneta, quanto mais para escrever algo. Quando lhe perguntei pela terceira vez se precisava de ajuda, ele disse:

“Não sei o que escrever.”

“Como assim, papai?”

“Não consigo decidir se quero assinar o cartão dizendo ‘Com amor, Bud’ ou ‘Eu te amo, Bud’.”

Depois de ouvir essas palavras simples, esperei alegremente outros vinte minutos enquanto papai lutava pacientemente para assinar o cartão para a mulher que ele amava desde o ensino médio. Quando enfim terminou, não havia mais dúvidas. Embora fossem garranchos trêmulos, ele havia conseguido escrever “Eu te amo, Bud”.

Papai morreu meses depois. Mamãe guarda com muito carinho aquele cartão do Dia das Mães. E eu guardo com carinho a lição que papai me ensinou naquele dia: a paciência é amor em ação.

A paciência do amor nunca desiste.

— Linda Cox.

— Devocional do livro “Bom dia! Leituras diárias selecionadas por Gary Chapman”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *