Como ter um relacionamento constante com Deus?



A sua vida com Deus se parece com uma montanha-russa? É um sobe e desce diário ou você tem mantido constância no seu relacionamento com o Aba? Recentemente, enquanto lia o livro/devocional Faaala Galera, do ministério JesusCopy, Deus falou profundamente comigo sobre a inconstância em que tenho mantido minha vida espiritual. Devido a faculdade, ao trabalho e as minhas correrias  diárias, dei muito mais prioridade ao mundo material do que ao meu relacionamento com Deus, deixando o Aba para depois, acreditando que quando as coisas se acalmassem, eu voltaria a ter um tempo digno com Ele.

Só que a correria é mais uma das desculpas que nos afastam de Deus, e não podemos nos deixar enganar por ela, porque quanto mais nos distanciamos mais difícil é o caminho para a reaproximação. É por isso que Deus tem me ajudado a mudar meus hábitos e gostaria de te dar uma mãozinha caso você esteja passando por um momento parecido.

O Salmo 1 tem muito a nos dizer sobre o tipo de pessoa que devemos ser:

"Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera! Não é o caso dos ímpios! São como palha que o vento leva. Por isso os ímpios não resistirão no julgamento, nem os pecadores na comunidade dos justos. Pois o Senhor aprova o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios leva à destruição!" (v. 1-6 | N.V.I.) 

Ao analisar as palavras de Davi, podemos perceber que existem dois tipos de pessoa, a pessoa árvore e a pessoa palha. As pessoas do tipo árvore são conhecidas por sua constância, enquanto as pessoas do tipo palha são caracterizadas por ser volúveis e inconstantes. 

Douglas analisa que a primeira característica da palha é ser levada pelo vento. Pessoas palhas são aquelas que crescem muito rápido: quando querem desenvolvem um relacionamento com Deus rapidamente, se não oravam, agora oram 2 horas por dia; se não jejuavam, agora jejuam por 21 dias. Mal começam um relacionamento com Deus e já alcançam grandes altitudes. Só que a palha não tem raízes, e de repente caí. Com a mesma rapidez com que se aproximou de Deus, se afasta dEle. A palha também tem a necessidade de ser soprado o tempo todo, e aonde o vento leva, ela vai. Como isso afeta a vida de alguém? Geralmente, essas pessoas são guiadas por modismos e atualidades, sempre buscando algo novo, mais uma vez, não tem raízes. Quando as coisas apertam acabam sendo levadas, afastadas de Deus. Se a tempestade vem, a carrega. Se uma prova vem, logo acredita que Deus não está com ela ou não a ama...

Diferente da palha, a árvore passa por um longo período até o seu crescimento. O relacionamento entre a árvore e Deus se desenvolve com o tempo, sem pressa. A árvore permite que suas raízes cresçam e se espalham pela terra, ficando-se em lugares profundos. A árvore não tem pressa para crescer, pois cresce diariamente, constantemente. Quando a tempestade vem, a árvore não é carregada. As modinhas e as modernizações não a levam de um lugar para outro, pois ela se sustenta em suas raízes. "A árvore não [é frágil], ela aguenta o vento e suporta a tempestade. Se vier a doença, ela permanece, se for surpreendida por uma traição, permanecerá firme. por quê? Porque ela tem raízes que a fazem resistente." (Douglas Gonçalves, p. 28) 

Outra característica da árvore é que ela dá frutos, produzindo alimento para os outros, enquanto a palha é estéril e vive só para si. 

Pare e pense! Você tem sido uma árvore ou uma palha?

COMO SER CONSTANTE?

Se você tem vivido como palha, não perca mais tempo! A hora de melhorar é agora! Mas sem desespero, assim como a árvore você pode crescer devagar, para que suas raízes crescem de forma saudável. Está na hora de você repensar em como tem levado a sua vida, por isso vamos ler o versículo 1 do Salmo 1 de novo.

"Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!" (N.V.I.)
  

  • O que te influência?
Davi está nos fazendo as seguintes perguntas no versículo acima: Com quem você está andando? Onde você está parando? Onde você está se sentando? Em tempos de internet, celulares e tantas mídias, podemos acrescentar: que conteúdos você tem consumido? Quem são os seus conselheiros? Quem te influencia? Pare um instante e pense em todas as contas que você segue no Instagram, nos amigos do Facebook, nos canais que você é inscrita no YouTube... Você tem sido edificada com tudo que anda vendo, lendo e ouvindo? 

Será que estou parecendo neurótica? Há alguns anos atrás eu pensaria a mesma coisa. Diria que nem tudo que eu ouvia, lia ou assistia tinha poder algum sobre a minha mente, mas eu aprendi uma coisa nos últimos anos: tudo o que você coloca na sua cabeça de mansinho, por mais que você não acredite no início, vai se tornando mais atraente com o tempo, e se com o passar dos meses você não aceitar a ideia por completo, pelo menos ela vai parecer tolerável. Tenha muito cuidado com o que você tem colocado em sua mente e coração, talvez você esteja dando armas à Satanás, dando liberdade para que ele ataque o coração.  

  • Priorize o seu tempo!
Talvez você me diga que tudo bem assistir uma bobeirinha aqui e ali, porque você tem tirado um tempo para passar com Deus... Mas veja bem, o seu tempo com Deus equivale ao tempo em que você passa diante do computador/celular consumindo bobagens? Você é livre para ver qualquer coisa, mas só cuide meu bem, para que o que você assista não tenha poder para te afastar de Deus! Se você passa mais tempo com bobeiras do que com Deus, como renovará sua mente? Como não se deixará ser influenciada pelas coisas deste mundo se passa tão pouco tempo com Deus?

Por mais ocupada que você seja, separe um tempo para estar a sós com Deus. Analise as suas obrigações cotidianas... Sempre sobra um tempinho dedicado a "nada", talvez seja a Netflix, ao YouTube, a jogar conversa fora. Reserve um tempo para estar com Deus, encha-se dEle! 

  • Leia a Bíblia | Devocionais | Livros espirituais
Para ter as suas raízes fortificadas é preciso se alimentar das coisas certas! A Bíblia está cheia de ensinamentos preciosos e Deus quer te revelar tanta coisa! Passe um tempo do seu dia estudando a Palavra do Senhor! Não precisa ler tudo de uma vez, crie estratégias que se encaixem no seu dia a dia. O mais importante é ler e meditar no que você tem lido. O salmista nos ensina no Salmo 1, que a pessoa árvore medita na Palavra dia e noite! O que é isso? É não se esquecer do que as Escrituras dizem, mas meditar com a cabeça e com o seu coração em tudo aquilo que leu. Saboreie a Palavra do Senhor e deixe ela criar raízes em seu ser!

Devocionais e livros espirituais podem te ajudar e muito nesse processo de crescimento espiritual! Reserve um tempinho para essas leituras e deixe que Deus fale com você!

  • ORE!
Como ser amigo de alguém que você não conhece, com quem não conversa? É impossível! A oração é o que nos aproxima de Deus, é através dela que compartilhamos com o Aba nossas aflições, medos, frustrações, ao mesmo tempo em que contamos sobre os nossos sonhos, compartilhamos nosso dia a dia, e agradecemos por tudo o que Ele nos fez! Nossa alma precisa/anseia por ter esses momentos com Deus, torne a oração um hábito em sua vida!

Em I Tessalonicenses somos aconselhadas a nunca deixar de orar (5:17), e o que é orar a todo instante? É falar com Deus durante o seu dia. Seja no ônibus, no trabalho ou na escola. Conversar com Ele através dos seus pensamentos e também por sua voz! Compartilhe momentos com o Aba no seu dia a dia, Ele anseia em ouvir a sua voz! 

Você quer crescer como uma árvore? Então crie estratégias no seu dia a dia para estar com Deus, conversar com Ele e aprender mais dEle! Isso só te aproximará ainda mais de Deus e encherá a sua vida ainda mais de sentido. Você ficará cheia da água da vida e ainda jorrará na vida de outras pessoas! 

Em quem você confia?

Via We Heart It


Recentemente tive a oportunidade de passar mais de 27 horas sentada na poltrona de um ônibus, cruzando três estados. Da janela vi o pôr do sol - os tons rosa, azul e laranja se escondendo entre as montanhas enquanto as primeiras estrelas começavam a surgir. Vi longas pastagens, com uma árvore aqui e outra ali, sem nenhum sinal de vida humana. Vi cidades pequenas, com casinhas na beira da estrada e crianças brincando de pique-pega. Meus olhos se ofuscaram com as luzes das metrópoles. Vi jovens voltando para casa, sabe Deus de onde, às 5:40 da manhã. Vi prédios grandes, trânsito, rodoviárias. 

Enquanto o ônibus percorria as estradas, tudo a minha volta mudava, e não posso deixar de pensar o quanto a vida é parecida com uma longa viagem de ônibus. Quando nós mal entramos em uma cidade, logo vemos a placa de "Volte-sempre!", e às vezes não temos vontade de voltar. Somos surpreendidos o tempo todo, porque nada parece estar ao nosso controle. E de fato não está.

Esta manhã li um devocional muito interessante sobre confiança que me fez pensar na vida, na minha viagem de ônibus até São Paulo, em relacionamentos... Em tudo na verdade (haha), e eu não fiquei em paz enquanto não sentei para escrever sobre tudo isso aqui.

Primeiro preciso te perguntar algumas coisas:

- Em quem você confia? 

- Se você tivesse que escrever uma lista agora com as cinco pessoas em que mais confia, quem ocuparia o primeiro lugar?

- Haveriam cinco pessoas na sua lista?  Ela precisaria ser maior ou você não tem gente para ocupar todas as vagas?

Segundo o Dicio (Dicionário Online de Português), Confiança é um substantivo feminino que significa: "Sentimento de quem confia, de quem acredita na sinceridade de algo ou de alguém [...] Crença na retidão moral, no caráter e na lealdade de uma outra pessoa. Crença em si mesmo, em suas próprias qualidades [...]." 

Confiança nada mais é do que o sentimento que nos faz pular da beira da piscina no colo do pai, mesmo sabendo que a piscina é funda. Confiança é o que te faz correr até uma amiga para contar um segredo! É o sentimento que te dá esperança e certeza de que a sua mãe vai te encontrar depois de você se perder em algum lugar... 

A confiança é linda, mas nem sempre ela funciona como deveria. Às vezes nós somos traídos por nossos melhores amigos. Às vezes, somos nós que traímos. Por vezes, pais ou mães traem seus filhos. Ou filhos traem seus pais. Amigos de trabalho te enganam e te passam a perna. Vizinhos se aproveitam da sua bondade. Namoros e casamentos terminam pela falta de confiança, pela traição...

E quando nós somos traídos, voltar a confiar é uma coisa difícil. 

Talvez se eu tivesse te feito aquelas perguntas há cinco anos atrás, uma lista com cinco pessoas seria pouco. Quem sabe você não teria 6, 8 ou 10 pessoas em quem confiasse? Ou talvez você tenha mais agora do que há cinco anos atrás!

A verdade é que assim como vi diversas paisagens pela janela do ônibus, as pessoas também mudam com muita facilidade. E por vezes, nós esquecemos que por melhores que as pessoas sejam, por mais confiáveis e dignas, todos nós somos imperfeitos e estamos sujeitos a cometer erros. Da mesma forma que um dia você foi traída, pode vir a trair alguém. Não que isso seja desculpa para você magoar alguém, nunca é! Só quero que você entenda que assim como eu não sou perfeita, você também não é.

É por isso que a Bíblia nos diz que maldito é o homem que coloca a sua confiança em homens, pois está depositando o seu coração em alguém que é falho.

Assim diz o Senhor: "Maldito é o homem que confia em homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor". (Jeremias 17:5) 

Não estou querendo dizer que você deva levar essa passagem ao pé da letra e não confiar mais em ninguém. Até porque não dá para estabelecer boas relações sem confiança. Todavia, o primeiro nome da sua lista deve ser do Abba! Diferente da humanidade, podemos depositar nossa confiança total em Deus, porque Ele nunca nos decepcionará!

"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento" (Provérbios 3:5)

O Abba não está sujeito à mudanças como a janela do nosso ônibus. O Abba não vive em uma montanha-russa de emoções, te amando hoje e amanhã não tendo certeza. O Abba não ganha vantagem alguma revelando os seus segredos para outras pessoas. O Abba não precisa comentar sobre você com ninguém. O nosso Abba é o mesmo ontem, hoje e sempre (Hb 13:8). Ele não muda como as sombras inconstantes (Tg 1:17). O caminho dEle é perfeito (Sl 18:30) e o Seu amor dura para sempre (Sl 136:25). Quer base mais sólida do que essa para depositar sua confiança? 

Talvez você já esteja cansada demais de confiar nas pessoas. Talvez tenha sido magoada tantas vezes, que prefere hoje magoar também, ao invés de abrir o seu coração de novo. Moça, eu sei que confiar e perdoar não é fácil, mas é preciso, sabe? É necessário que você perdoe, porque só assim jogará toda essa sujeirada que está acumulada em seu coração fora. E é preciso confiar de novo, porque só assim você viverá de verdade. O meu conselho de amiga é que o primeiro da sua lista seja o Abba, porque quando o nosso coração pertence a Ele, somos curados e tratados, somos sustentados quando a vida nos dá uma rasteira.

Confiar em Deus não significa que você nunca mais sera traída. Confiar é correr riscos, sempre! Mas quando o nosso coração está voltado para Deus, totalmente para Ele, as traições humanas se tornam menores e Deus nos ajuda a superar cada uma delas, e até a aprender com elas para ajudar outras pessoas a serem curadas.

Falo por experiência própria. Já vi pessoas que amo serem traídas e outras traírem. Já fui traída ao ponto de dizer que nunca mais confiaria naquela pessoa de novo. Hoje mesmo receosa estou aprendendo a confiar de novo, sabe? Porque eu sei que o meu coração está voltado para Deus e é o amor dEle que me faz dar uma segunda chance as outras pessoas, porque Deus já me deu tantas segundas chances, que eu até perdi as contas. Eu não sou merecedora de uma segunda chance do Senhor, mas mesmo assim Ele me dá! Por que as pessoas a minha volta também não são merecedoras de outras chances? Só que Papai me ensinou que não preciso entregar meu coração por completo a elas, porque ele já tem dono, é do Abba!

Popular Posts

O blog virou livro!

O blog virou livro!
Compre o nosso livro!

Bom dia, princesa

Bom dia, princesa
Nosso novo livro está em pré-venda, acesse o site da Editora UPbooks e descubra mais sobre esse livro que será benção na sua vida.