Princesas guerreiras: qual a sua armadura?



Se eu te pedisse para fazer uma lista com seus três piores inimigos, você faria? Você consegue olhar a sua volta e encontrar pessoas que poderiam ser denominadas inimigas? Nós estamos tão acostumadas com a oposição secular entre amigos x inimigos, que ela não fica restrita aos filmes e as séries que assistimos. Todavia, nós cristãs precisamos compreender que os nossos verdadeiros inimigos não são pessoas, mas sim o diabo. "Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão." (Ef 6:12)

A todo tempo, o inimigo de nossas almas está maquinando e colocando em prática planos para nos afastar de Deus, da Verdade e dos Seus propósitos para as nossas vidas. A boa notícia é que nós não precisamos aceitar esses ataques, mas sim ser oposição a eles. Nessa luta contra as potestades, você não encara sozinha, pois Deus está com você e Ele é maior do que toda oposição que o nosso inimigo fizer. 

Em Efésios 6, nós lemos que Deus nos deixou armas para combater o nosso inimigo, a armadura da fé. A escritora Stormie Omartian tem um jeito maravilhoso de explicar os equipamentos da nossa armadura: 

- Palavra de Deus;
- Oração;
- Louvor;
- Obediência;
- Visão e Sabedoria.

A primeira coisa que você precisa ter em seu arsenal de guerra é o conhecimento. Você precisa conhecer o Deus a quem você serve, seus mandamentos e príncipios, e compreender que Ele tem planos para você. Também é de suma importância conhecer o seu inimigo, entender que assim como Deus cria planos para a sua vitória, satanás escreve táticas para a sua destruição. O conhecimento possibilitará que você enxergue o agir de Deus e confie nEle, bem como não caía nas armadilhas do diabo. 

A oração é a sua própria tática de guerra, é a luta em si. Contra potestades você não consegue cair no tapa, né? É de joelho no chão e boca no pó que você lutará todas as batalhas espirituais, sempre acompanhada do Espírito Santo. 

Já o louvor atrai para a sua vida a presença de Deus, e onde o Senhor está o inimigo não consegue ficar. O diabo odeia o louvor. Ao adorar a Deus, você O exalta por quem Ele é, ao mesmo tempo em que Ele cuida de você! 

Outro item da sua armadura é a obediência, ou seja, é ser submissa a vontade do Pai e aos seus planos. "Submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês." (Tg 4:7). Quando você leva uma vida de obediência, consegue perceber as verdades de Deus e as mentiras de satanás. O tempo todo o nosso inimigo tentará lançar mentiras e tentações em nosso caminho para nos desviar do foco, do alvo — Jesus —, mas uma vida de obediência nos ensina a permanecer olhando para Jesus, permanecer caminhando na Verdade, e não aceitando as mentiras que o pai delas nos conta. 

Uma vida de obediência, de busca de conhecimento e intimidade com Deus, gera em você visão e sabedoria para reconhecer o que é o agir humano e o agir maligno. Nós precisamos pedir a Deus que nos ensine, nos capacite a enxergar o que provém dEle, o que provém do maligno e o que é fruto das nossas próprias escolhas. Quando nós olhamos espiritualmente para as nossas batalhas, conseguimos compreender que nossos inimigos não são de carne e osso, mas sim espirituais. A visão espiritual nos permite compreender que muitas vezes pessoas são usadas como instrumento pelo diabo nas batalhas, mas elas não são inimigas, e sim o ladrão! E o jeito certo de combatê-lo é orando e tendo conhecimento espiritual!

Aí estão algumas armas que Deus te deu, menina. Não perca tempo achando que tudo isso é bobagem, que é um papo "espiritual" demais. A luta espiritual não é uma lenda, nem espera que você cresça e amadureça, ela acontece o tempo todo, principalmente quando estamos enfraquecidas em nossa fé. Por isso, fortaleça-se, busque mais em Deus e se equipe, lembrando sempre que Jesus já venceu o maligno e te capacitará para vencê-lo em Seu nome! "Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo" (I Jo 3:8). 

[Oração do dia]

Senhor Deus e Amado Pai, capacita-me e me fortaleça para fazer uso das armas e da armadura por completo que o Senhor preparou para mim, para que eu esteja pronta para lutar contra o inimigo da minha alma. Reconheço Pai, que não me abandonastes, sei que não enfrento essas batalhas sozinha, pois o Senhor está sempre comigo e o teu filho Jesus já derrotou o inimigo. Sou grata porque não me deixas só, porque cuidas de mim a todo instante. Senhor, me ensina a reconhecer as táticas e os planos do diabo, me permita compreender que eu não luto contra pessoas, mas sim contra seres espirituais. Também me ajude Pai a perdoar todos aqueles que se permitiram ser instrumentos nas mãos do inimigos para me ferir, e não deixe que eu também seja um instrumento nas mãos dele, Pai. Em nome do Teu filho amado, eu oro. Amém!

— Thaís Oliveira.

Felicidade por um fio




“Por isso, meus queridos amigos, fujam da adoração de ídolos.”
 — I Coríntios 10:14

Recentemente, assisti ao filme “Felicidade por um Fio” da Netflix, que conta a história de Violet, uma mulher negra que desde a sua infância cresceu ouvindo que o seu cabelo crespo era feio e que deveria fazer de tudo para alisá-lo, sempre. A mãe de Violet sempre deixava o cabelo da menina impecável, mas para estar “bonita” e ser aceita pelos outros, a garota precisava abrir mão de coisas simples e divertidas como um dia na piscina!

Violet cresceu, assim como seu cuidado pelo cabelo, que acabou tornando-se uma obsessão. Apesar de ter-se tornado uma grande profissional, era o seu cabelo que conduzia o seu dia. Todas as manhãs sua assistente lhe informava sobre as previsões climáticas para o dia, e se fosse chover, Violet dava um jeitinho de desmarcar tudo que pudesse molhar o seu cabelo. O cabelo de Violet, muito bem liso e sempre ordenado, era a essência da sua vida, o eixo, o determinador de como a sua vida transcorreria. Até o dia que uma tragédia capilar aconteceu.

O cabelo de Violet era o seu deus.

Enquanto assistia esse simples filme secular, não pude deixar de pensar em quantas vezes nós atribuímos tanta importância para certas coisas em nossa vida que elas se tornam nossos deuses. Pode ser os estudos, o trabalho, as séries e os livros, um relacionamento amoroso, uma amizade, enfim, qualquer coisa. Transformamos em deuses tudo aquilo que ganha nossa máxima prioridade, aquilo que tem todo o nosso tempo e dedicação. E o grande perigo desse endeusamento, é tirar o trono de quem de fato é rei, de quem de fato é Deus com D maiúsculo, o nosso Aba.

Nós sabemos que entre os 10 mandamentos, Deus nos ensinou a não adorar outros deuses. O que nós esquecemos com facilidade é que esse outro deus não é necessariamente outro ser intitulado divino, mas pode ser coisas simples, as ambições ou pessoas do nosso cotidiano. E toda vez que nós colocamos algo no lugar que pertence a Deus, nós nos distanciamos do Criador e do Seu amor, nós passamos a viver uma mentira, condicionadas a servir o nosso “deus”.

Meu conselho de hoje, tanto para mim quanto para você, é reveja sua vida, analise se você tem construído em seu coração um altar para outros ídolos. E caso encontre, apresente ao Verdadeiro do Deus e peça que Ele te ajude a limpar o seu coração e a renovar a sua mente, para que o trono seja dEle, apenas dEle!
[Oração do Dia]

Amado Deus, ajuda-me a reconhecer se em meu dia a dia eu tenho endeusado outro deus além de Ti. Me ajuda Senhor a rever minhas prioridades e a compreender que não há nada maior e mais importante do que Tu. Ah Pai, hoje eu entrego meu coração a Ti, para que purifique-o e santifique-o, e construo um altar para o verdadeiro e soberano Rei! Em nome do teu filho amado, amém!

O príncipe que espero...




Querido Jesus, 

Desde pequenas, as meninas são condicionadas a sonhar com um príncipe encantado. Todos aqueles filmes da Disney nos encheram de esperança e sonhos, projetando em nossas cabeças infantis que um dia encontraríamos um homem que nos salvaria de todo mundo, que derrotaria nossos inimigos, que nos faria acordar de uma maldição com um beijo, que escalaria uma torre e derrotaria uma bruxa má para nos trazer a liberdade, que por meio do sapatinho no pé correto reconheceria que nós éramos a linda princesa que fugira do baile as pressas... 

Nos ensinaram a esperar por um homem que não possui nem um defeito. Um homem que nos amaria no primeiro instante em que colocá-se seus olhos em nós. Um homem que não ligaria para a nossa classe ou posição social. Um homem que não se preocuparia com o nosso conhecimento de mundo. Um homem que nos amaria por completo. 

A vida de todas aquelas princesas só começavam de verdade quando elas encontravam o príncipe, e o fim era sempre marcado com um "felizes para sempre". 

Talvez esta não tenha sido a intenção das nossas mães quando nos colocaram diante da tevê durante todas aquelas tardes, para que pudessem ficar um pouquinho livres e dessem conta dos seus afazeres... Mas o Senhor sabe como a nossa mente é, e essas imagens não são esquecidas à medida em que trocamos as bonecas e o mundo de conto de fadas pela realidade da vida.  

Ah, Jesus! Como nós falhamos ao pensar dessa forma. As pessoas não são perfeitas! Assim como sou suscetível a falhas, meu futuro marido também será. Assim como tenho minhas manias e meus defeitos, meu noivo também terá os seus. Jesus, escrevo-te para que nos ensine a não esperar por um príncipe encantado, mas esperar por homem que seja príncipe porque um dia reconheceu que Tu és o Filho de Deus, que tenha O aceitado como seu Salvador e assim tenha ganhado o direito de fazer parte da família de Deus. 

Jesus, há muito tempo escolhi confiar essa área da minha vida nas mãos do Aba. Compreendi que por mais liberdade de escolha que eu tenha, eu nunca seria capaz de fazer a escolha certa sozinha. Talvez se eu tivesse ficado com a caneta na mão, sendo a autora da minha própria história de amor eu já tivesse vários capítulos escritos, e provavelmente a maioria deles não teria terminado bem, bem como o meu coração... Por isso, eu preferi entregar a caneta ao Pai, porque assim como os pais terrenos tem prazer em dar coisas boas aos seus filhos, o Pai celestial também anseia em nos dar coisas boas! 

Por isso Jesus, ao sonhar com meu futuro marido, eu não penso em altura, cor dos olhos, profissão ou até onde ele poderia chegar, como eu fazia nos dias inocentes da minha adolescência. Hoje, tudo o que eu desejo é que ele seja um homem completamente encantado pela Tua presença. Eu tenho esperado por um príncipe, Jesus, que reconheça que não há outro Salvador além de Ti! Eu espero por um homem que tenha prazer em sentar diante das Sagradas Escrituras e saboreie cada momento da leitura, e que ame aplicar tudo que aprenda Contigo. Sonho com um homem que tenha encontrado a Tua graça e o Teu amor, e que não saiba viver sem eles!

Meu futuro marido não será perfeito, eu sei. Eu também não sou. Não quero projetar nele a imagem de uma pessoa 100% certa, eu quero ser a pessoa certa. Quero compreender que a cada novo dia em que as nossas vidas não são entrelaçadas, é um dia a mais em que eu ganho para me aperfeiçoar em Ti e aprender a ser uma filha melhor. 

Hoje escrevo-te Jesus, para pedir que me ajude a ser uma boa mulher, uma boa esposa, uma esposa que amará o seu marido, que sonhará com ele e o ajudará a conquistar sonhos. Hoje não quero te pedir que o traga para mim conforme as minhas orações, mas que me transforme conforme a Tua vontade e que eu seja a resposta do meu amado, onde quer que Ele esteja. 

Escrevo-te Jesus, para que ensine a toda essa geração de garotas a compreender que elas não precisam de um príncipe que as salve da torre. Elas não precisam de um beijo para despertar de uma maldição. Nem precisam contar com a sorte para que o sapatinho de cristal chegue logo até a sua casa e a sua madrasta não impeça que ela o calce. Nós não precisamos de libertação humana, porque um Príncipe já nos salvou. Um Príncipe já enfrentou o mundo e as potestades espirituais para nos salvar! Um Príncipe já lutou e venceu a morte para nos dar vida e vida em abundância! E esse Príncipe é você, Jesus. 

Muito obrigada por ser esse Príncipe incrível, Jesus. 

Com amor,
Sua serva apaixonada.


O poder da palavra

Daiga Ellaby


“Provas o meu coração e de noite me examinas, tu me sondas, e nada encontras; decidi que a minha boca não pecará.” — Salmos 17:3.

Você já deve ter ouvido o quão poderosas as palavras são, mas será que se preocupa com essa afirmação no seu cotidiano? Você já parou para pensar em tudo o que fala acerca de si mesma e dos outros? Essa manhã, enquanto fazia meu devocional, fui relembrada dessa reflexão sobre a importância dos nossos lábios e senti um forte desejo de compartilhá-la com vocês.

A Bíblia diz que “Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando.” (Pv 13:3). Cada palavra que você diz tem muita importância para o seu coração, para Deus e para aqueles que a ouvem.

Você sabia que as suas palavras são um indicativo do estado em que está o seu coração? “A boca fala do que está cheio o coração.” (Mt 12:34). Se você tem expressado palavras de amor, paz, esperança e alegria, elas refletem a vida que se encontra em seu coração. Todavia, se você tem expresso palavras negativas, de maldição, amargura e dor, elas demonstram o quão doente e machucado o seu coração está.

Mas não se desespere! Há solução para isso! O maior antídoto para o problema enfrentado por seu coração é a Palavra de Deus. Quando nós mergulhamos na Palavra compreendemos a Verdade, e a Verdade cura, liberta e restaura. Enquanto muitas de nós, vivemos pregando ao nosso coração mentiras sobre nós mesmas, como “Eu sou uma inútil”, “Não há solução para os meus problemas”, “Jamais a minha vida irá mudar”, Deus diz o completo oposto. 

Muitas meninas e mulheres se desgastam relembrando palavras malditas por pessoas queridas. Quantas vezes eu mesma fiz isso! E toda vez que abrimos o nosso coração para relembrar das palavras duras e pesadas que o inimigo usou alguém que nós amamos para nos dizer, mais nós nos afligimos e fugimos da verdade que está em Cristo Jesus.

Não perca tempo lembrando de palavras dolorosas que nada acrescentam em sua vida. Não deixe que o inimigo nem que pessoas negativas tenham poder sobre você. Também não se permita ser esse tipo de pessoa! Não se amaldiçoe com palavras pesadas nem as lance sobre a vida de outras pessoas. Atenha-se a verdade, medite sobre o que Deus diz sobre você! Deus te diz que antes mesmo de você nascer, Ele já te via e escrevia os seus dias no livro da Vida! Deus fala através da Sua Palavra que Ele entregou o seu Filho primogênito para morrer por amor a você, e não se arrepende disso. Ele afirma que a ama e que escreveu belos propósitos para a sua vida!

Que o seu coração esteja cheio de vida, assim como os seus lábios! Que da sua boca saíam palavras abençoadas para a sua vida e para a vida de todos que estão a sua volta. Amém?

[Oração do dia]

Senhor Deus e amado Pai, me ajude a analisar minhas palavras e o meu coração Deus, transformando segundo a tua vontade! Senhor, eu rejeito todo amargura, tristeza e crítica que tem morado em meu coração e refletido na minha opinião sobre mim mesma e sobre as outras pessoas. Que no meu coração aja amor, paz, esperança e alegria oriundos de Ti, Pai. Me ensina a ser amável e sábia ao falar, me ensina a ser luz na vida das pessoas que me cercam e me usa para ajudá-las a encontrar em Ti a alegria e a sabedoria para o viver! Em nome de Jesus, amém!


Graça e Paz!
Um beijo,
Thaís Oliveira.

Como vencer as tentações?



"Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, eles lhes providenciará um escape, para que o possam suportar." — I Co 13:13

Vira e mexe os nossos velhos hábitos ressurgem, nos convidando para encher nossa carne de prazeres temporários, que trazem muito mais prejuízos do que qualquer benefício... Muitas pessoas, em meio aos seus desafios diários, cogitam que a tentação que os cerca, tenha sido elaborada pelo próprio Deus, mas não é assim que as coisas acontecem. A tentação é na verdade uma sedução para te levar a fazer o mal (Stormie Omartian), você acha mesmo que Deus te tentaria dessa forma? A tentação vem do inimigo das nossas almas, e não de Deus.

Mas por que a tentação chega até nós, então? Deus permite que a tentação sobrevenha sobre nós como um teste, não um teste para o nosso fracasso e destruição, ao contrário, para o nosso crescimento espiritual. 

Em I Pedro nós lemos que assim como um leão, o Diabo está ao nosso redor, rugindo e procurando uma presa fácil. Ele lança as suas seduções, como um belo e apetitoso fruto no Jardim, que tanto enfeitiçou a Eva, para nos desviar do caminho do Aba. Por isso, precisamos ter sempre em mente: "Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm me todo mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos." (I Pe 5:8-9). 

A chave para vencer qualquer tentação que se abater sobre a sua vida é a vigilância e a oração. Esteja atenta a toda oferta que o inimigo lhe fizer, e ao menor sinal, ore a Deus sobre ela. A oração te mantém em relacionamento constante com o Pai, e a busca pelo aprendizado sobre as Sagradas Escrituras lhe dera base e força para vencer os dilemas que rodearem a sua carne! 

Lembre-se que tudo que Deus permite que chegue até você, não está além dos seus esforços.  Nenhuma tentação é maior do que você pode suportar! E sabe por que? Porque você não a suporta sozinha, a todo instante o Pai traz força e perseverança. 

[Oração do Dia]

Senhor Deus, todos os dias o inimigo de minha alma lança sobre mim desejos que visam despertar atitudes do meu velho eu. Senhor, não quero fazer nada que te desagrade nem que me afaste de Ti. Pelo contrário, quero viver uma vida que Te agrade, uma vida de busca incessante. Por isso Aba, entrego-te todas as tentações que o inimigo tem trazido sobre a minha vida, me ensine e me dê forças para suportar e vencer cada tentação, Pai. Em nome de Jesus, amém!

— Thaís Oliveira.


Desafio "21 dias com minha amiga Elisabeth"


Nas últimas semanas, por inúmeras vezes vi postagens nas redes sociais sobre o e-book "21 dias com minha amiga Elisabeth", escrito pela Francine Veríssimo Walsh, criadora do Ministério Graça em Flor. Há algum tempo eu já conheço o trabalho da Francine, mas ainda não conhecia esse e-book que foi lançado em 2017. Sou apaixonada por devocionais e desafios de leitura diária, dessa forma foi impossível não ficar curiosa e procurar saber do que se tratava o e-book!

O "21 dias com minha amiga Elisabeth" é um livro com 21 devocionais que mesclam passagens do livro "Passion and Purity" de Elisabeth Elliot, com ensinamentos que a Francine aprendeu com Deus, enquanto lia a obra de Elisabeth e enquanto esperava em Deus. 

A Francine namorou a distância durante bastante tempo. O noivo de Francine morava nos Estados Unidos, enquanto ela morava aqui no Brasil. Em uma das vezes em que eles haviam combinado em que ele viajaria para cá, passar algumas semanas com a Francine e a sua família, devido alguns imprevistos, o noivo teve que adiar a viagem por 21 dias. Ao invés de ficar se remoendo e sofrendo com a saudade, Francine decidiu passar esses 21 dias aprendendo mais com Deus e com a Elisabeth, uma escritora que ela tanto admira! Nesse período, ela escreveu o "21 dias com minha amiga Elisabeth". Em 2017, a Francine liberou o e-book através do seu blog, para que pudesse abençoar outras vidas!

Entre os temas tratados no e-book estão relacionamento, pureza sexual, frustrações, dor e perdas. Abordando como lidar com esses dilemas em meio a nossa caminhada cristã e como trazer Cristo para o nosso dia a dia. São temáticas que chamaram muito a minha atenção e que eu anseio aprender mais!

Cada reflexão diária do e-book conta com passagens do livro da Elisabeth, que abordam justamente essas questões levantadas pela Francine. Ultimamente tenho visto muitas coisas sobre a Elisabeth Elliot, uma escritora e palestrante americana, viúva de Jim Elliot, um missionário que foi morto junto com quatro amigos e também missionários em 1956 por uma tribo indígena no Equador. Após a morte do marido, Elisabeth voltou a tribo que assassinou seu marido e trabalhou como missionária entre eles durante um período.

Tenho muita vontade de conhecer um pouco mais sobre Elisabeth e ler os seus escritos, por isso, esse é mais um dos motivos porque quero passar os próximos 21 dias lendo o e-book da Francine. 

Mas por que eu estou falando tudo isso aqui? Porque eu quero compartilhar um pouco do que eu for aprendendo durante esses 21 dias. Por isso, vou compartilhar no nosso Instagram trechos da minha leitura, reflexões que fizer sobre cada tema e até mesmo alguns stories compartilhando o que eu for aprendendo. Se você quiser embarcar nesse desafio/projeto literário comigo, será um prazer! Podemos trocar opiniões nas postagens lá no Instagram, beleza? Aprender juntas é muito mais gratificante do que sozinha, por isso fica aberto o meu convite!

Para ter acesso ao e-book você pode baixá-lo pelo blog da Francine, o Graça em Flor. Basta assinar a Newslatter do blog dela que você recebe o link para baixar o livro em seu e-mail, ou pode baixar por esse link que ela mesmo disponibilizou, basta clicar aqui.

Vou começar minha leitura nesse sábado, então você pode acompanhar pelo nosso Instagram!

Antes de ir embora, me conta aí se você tem participado de algum Projeto Literário e qual tem sido sua leitura atual!

Um beijo!


Do seu sonho quem cuida é Deus




 Bom dia, princesa! 

Me conta aí, como vai esse coração hein? E os sonhos? Está tudo em cima? Espero que você permaneça confiante! Pegue aquela xícara de café, a sua Bíblia e vá para um lugar quietinho. Deus quer falar com você.

“Eu a abençoarei e por meio dela darei a você um filho! Sim, eu a abençoarei, e ela se tornará mão de muitas nações. Haverá reis de nações entre seus descendentes.” ‘Abraão se prostrou com o rosto no chão e riu consigo.” — Gênesis 16-17

O sonho de Abraão era ser pai. Apesar de muito rico e respeitado entre os seus, e de ter sobre si a promessa de que Deus lhe daria a terra de Canaã, assim como a entregaria a seus descendentes, o maior sonho de Abraão era ter um filho e poder deixar para ele tudo o que havia conquistado. Quando Deus falava com Abrão sobre a promessa de Canaã, ele questionava o Senhor sobre o seu sonho (Gn 15:2).

Aos 99 anos de Abraão, Deus apareceu para ele e lhe confirmou que o daria um filho por meio de sua esposa, agora Sara. Naquela altura do campeonato, quando Abraão já completava 100 anos, a promessa do Senhor parecia impossível. Talvez até ridícula. Abraão não creu de imediato, pelo contrário, prostrou o rosto em terra e riu.

Riu. Você já riu de alguma promessa que Deus fez a você? Talvez não tenha rido, mas algum propósito do Senhor para a sua vida aos seus olhos, em algum momento, pareceu impossível? Muita gente já passou por isso, inclusive Abraão! Durante a minha adolescência eu tinha o sonho de escrever e publicar um livro. Eu olhava para a minha pilha de livros crescendo e sonhava com um livro com o meu nome na lombada, mas eu não tinha recurso algum para tornar meu sonho real.

O que eu não tinha ideia era de que aquele sonho não tinha nascido no meu coração do nada. Sabe quando um sonho vem de Deus? Pois é! E por mais impossível que ele parecesse para mim, o sonho não era só meu, era do Aba também, e quem cuidou do impossível foi Ele!

Não sei o que você espera. Desconheço a promessa que Deus te entregou e a quanto tempo foi isso. Talvez, devido ao cansaço da espera, você esteja tentada a rir desse sonho e a esquecê-lo, mas eu vim aqui para te dizer para não fazer isso! Por mais impossível que os sonhos de Deus pareçam, Deus é o Deus do impossível (Lc 18:27) e não poupa esforços para tornar o que Ele mesmo escreve em realidade!

Troque o riso da dúvida por fé! Busque em Deus confiança, fé e perseverança para enfrentar os dias nublados da espera. Do seu sonho quem cuida é Deus.

[Oração do Dia]

Senhor Deus e amado Pai, quero te agradecer por todos os sonhos e propósitos que o Senhor escreveu para mim! Obrigada por pensar nos meus dias e por escrever coisas tão lindas que eu se quer poderia imaginar! Mas nem todos os dias são fáceis Deus. Às vezes meu coração teima e quer desacreditar das Suas promessas. Me ajude nesses dias, Deus! Me ajude a trocar o medo e o cansaço por fé e confiança nas Tuas promessas! Que nada me desvie de viver os planos que sonhastes para mim! Em nome de Jesus, amém!

— Thaís Oliveira.



Não sou a mulher maravilha, também tenho medo



Ao decorrer da caminhada, alguns dias são mais difíceis do que outros. O coração fica apertado, a garganta fecha e dá uma vontade enorme de correr para casa, para o refúgio do quarto e das cobertas. Por mais adorável que fosse, a fé não cria em nós uma camada protetora que nos impede de sentir medo. Na verdade, o medo é uma das características que nos faz humanas. Não somos a mulher maravilha ou qualquer outra heroína que encara os desafios com os seus super poderes sem temer. 

Por um tempo eu pensei que por causa da minha fé eu não deveria ter medo. Eu não deveria me deixar sentir medo da incerteza do amanhã, ou medo do que as pessoas poderiam fazer comigo. Não podia temer os dias difíceis e angustiantes de espera por uma promessa. Mas, deixa eu te contar uma coisa: tudo bem ter medo

Deus não se irrita porque você sente medo. Deus não soca paredes porque o seu coração palpitou e você cogitou voltar para casa. Deus não te esquece porque um dia você teve ansiedade e acabou convivendo com ela por um tempo... Deus não se irrita por isso! 

 Contudo, através da fé a nossa perspectiva sobre o medo muda. 

Ontem, enquanto lia Gênesis, Deus falou muito comigo sobre o momento de espera, sobre medo e sobre insegurança. 

Ao decorrer do livro de Gênesis, nós acompanhamos Abrão deixar a sua terra e a sua parentela para caminhar com Deus. O Senhor prometeu-lhe toda a terra de Canaã, e para isso o homem que ficou conhecido como Pai da fé teve que deixar o mundo que conhecia para iniciar uma jornada de dependência com o Senhor. O Pai prometeu a Abrão toda a terra de Canaã e a seus descendentes, aliás, estes seriam tão numerosos quanto o pó da terra (Gn 13:14-16). 

Em meio a espera, Abrão que não era nenhum super herói, também deparou-se com o M.E.D.O. 

"Abrão, não tenha medo. Eu o protegerei de todo perigo e lhe darei uma grande recompensa." (Gn 15:1)

Antes mesmo que Abrão pudesse externalizar esse medo e contá-lo a Deus, o próprio Senhor conversou com o "super humano" sobre seu medo, dizendo-lhe que não precisava temer. Naquele momento, o medo de Abrão não evaporou de forma imediata. Na verdade, ele aproveitou para apresentar a Deus suas dúvidas. 

"Ó Senhor, meu Deus! De que vale a tua recompensa se eu continuo sem filhos? Eliézer, de Damasco, é quem vai herdar tudo o que tenho. Tu não me destes filhos, e por isso um dos meus empregados, nascido na minha casa, será o meu herdeiro." (Gn 15:2)

Gosto muito dessa passagem, porque ela deixa claro o quão humano Abrão era e o quanto ele expressa a sua vulnerabilidade a Deus. Muitas das vezes, muitas de nós, cobram-se a perfeição. Querem confiar cegamente e nunca temer. Mas Deus não exige isso de você. Deus compreende que a nossa carne é falha, sensível. 

Não estou querendo dizer que viver com medo é normal, e que ele pode fazer parte da sua vida. Não é nada disso! Estou dizendo que, em alguns dias o mundo a nossa volta fica tão pesado que é normal temer. Contudo, o que fazemos com o medo é a grande chave da questão.

Confesso que hoje eu tive medo. Meu coração ficou tão apertado! Como eu desejei correr para casa, voltar a ser criança e me esconder nos braços da minha mãe. Por um momento, eu comecei a pensar em tudo o que eu poderia estar fazendo para as coisas andarem mais rápido para a minha promessa finalmente acontecer, por um momento lamentei por não ser perfeita e cometer erros no trabalho, temi que a vontade de Deus não acontecesse na minha vida...

Mas na mesma hora eu me lembrei o que eu devo fazer com o medo: apresentá-lo a Deus, assim como fez Abrão. Deixei minha mesa por alguns minutos e corri para o banheiro. Orei. Contei a Deus que eu estava com medo e porque estava.

Na mesma hora me veio a memória um trecho de um livro da Stormie Omartian que tenho lido nas últimas semanas que diz assim,

"A verdade, porém, é que, quando você tem o temor do Senhor, não precisa viver com medo de mais nada. Ao transformar Deus em sua referência, na fonte de sua vida, ele passa a protegê-la. Na verdade, ele diz que devemos mergulhar em seu amor, que dissolve todo medo, e confiar que ele nos manterá a salvo. Quando sentirmos medo, podemos ir a Deus que ele lançará  fora esse sentimento." (30 dias para tornar-se uma mulher de oração, p. 96)

"Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo, do Senhor o seu refúgio, nenhum mal o atingirá, desgraça alguma chegará à sua tenda" (Sl 91:9-10).

Em II Timóteo 1:7, nós aprendemos que Deus não nos deu um espírito de temor, mas sim um espírito de fortaleza, de amor e moderação. O medo é descrito por Paulo como um espírito que escraviza, levando-nos como cativos atemorizados (Rm 8:15). Por isso, nós podemos rejeitar o medo, não aceitá-lo, porque nós recebemos um espírito de adoção, que nos tornou filhas de Deus — um Pai que nos guarda, que nos fortalece. 

Deus é o Pai que te escuta chorando à noite. Deus é aquele que nos encontra no banheiro do trabalho e nos escuta contar nossos medos. Deus é quem segura a nossa mão quando ninguém mais está lá. 

Deus não quer que você nunca mais tenha medo. Deus quer que toda vez que você temer, não escolha lidar com esse medo sozinha, mas sim, tome a decisão de entregar esse medo nas mãos dEle. 

Quando você confia o seu medo nas mãos do Aba, Ele troca o seu medo por força, Ele cura as áreas em você que estão fragilizadas e te renova para continuar prosseguindo. O fato de você ter medo e entregá-lo a Deus, não significa que você não tem fé. Significa que você confia nEle tanto, que deposita em Suas mãos poderosas todas as suas vulnerabilidades, toda a sua humanidade

Você não precisa ser uma mulher maravilha. Você precisa ser filha. Uma filha não precisa lidar com seus medos e inseguranças sozinha, porque ela sabe que pode contar tudo para o Pai. 

Porque o amor de Deus lança fora todo medo!

Quando eu saí do banheiro, meu medo tinha sido trocado por esperança. 
Quando deixei o banheiro, meu coração estava aquecido por ter sido lembrando que há um Deus que me ama mesmo quando estou vulnerável e falha. 

Uma receita para aumentar a sua fé!


Bom dia, princesa! ♥

Gosto de uma interpretação que a autora cristã, Stormie Omartian, faz de Romanos 12:3 em que ela diz que ao começarmos a jornada com Cristo, todas nós recebemos uma porção de fé para iniciar essa nova história, contudo essa porção não é o suficiente para toda a nossa história, e cabe a cada uma de nós buscar aumentar a nossa fé. 

Pense em sua fé como a semente de uma flor. É preciso cuidar do solo, tratando-o para receber as sementes. Após semear, é preciso regar e estar atenta a muda que com o passar dos dias vai surgindo. Enquanto a muda cresce, é preciso continuar regando, cuidando para que não pegue sol demais nem sol de menos, estar sempre atenta a pregas e infestações. A sua fé também precisa de cuidados para crescer, sabia? 

Por isso, quero compartilhar com você alguns ingredientes para o bom crescimento da sua fé! 

  • Regue sua fé com a Palavra!

Assim como a flor precisa da água para crescer, você precisa da Palavra de Deus, afinal, como servir a um Deus que você não conhece? Através do estudo e meditação da Palavra, o Senhor se revela a você, mostrando tudo aquilo o que Ele já fez e o que irá fazer em sua vida através do Seu poder! A Palavra é viva, trazendo cura e libertação para a sua vida (Sl 107:20), rompendo todas as pregas e infestações que a impedem de crescer! A Palavra dá base, solidifica a sua fé.

  •  A Obediência é o melhor adubo!

Não basta apenas conhecer a Palavra, é fundamental aplicar os princípios estabelecidos pelo Senhor a sua vida. Não há nada melhor para incentivar o seu crescimento e o fortalecimento da sua fé, do que a obediência aos mandamentos do Pai. Quando você aprende com Deus e preocupa-se em fazer uso dos Seus ensinamentos no seu dia a dia, você começa a compreender quais caminhos te afastam do Senhor e é fortalecida para afastar-se deles. Aliás, a obediência é sinal de respeito e confiança, duas características fundamentais para a fé. Como você pode confiar em alguém que não respeita nem confia?

  •  Tenha encontros com o Jardineiro. 
Você quer crescer, minha flor? Então precisa ter experiência com Deus! Através da leitura da Palavra, da oração e do jejum, você pode ter encontros com o Jardineiro. Quanto mais você O buscar, mais irá ouvir a Sua voz e e compreender o que Ele deseja que você faça! Ter experiências com Deus, permitirá que você mude a forma como vê a vida e passa a ter mais fé e esperança para vencer os dias difíceis.


  • Escolha ter fé.
Ter fé é uma escolha. Nós escolhemos um dia crer em Deus, nós escolhemos ter fé. Todos os dias volte a fazer essa mesma escolha! Escolha crer que Deus é o seu Pai, creia que não há outro como Ele! Independente do que as circunstâncias a sua volta tentam te dizer, escolha crer. Mas não tenha fé na sua fé, não é ela que tem o poder, mas sim o Deus em quem você confia. 


Essas são apenas algumas sugestões do que você pode fazer no seu dia a dia para expandir a sua fé. Claro que não é simples como os passos de uma receita de bolo. Mas não é impossível! Ela precisa de cuidados, assim como um jardim.

Lembre-se: ter fé é crer naquilo que seus olhos ainda não podem ver, mas que você tem certeza que é real, que irá acontecer! 

[Oração do dia]

Senhor, um dia eu escolhi crer que o Senhor é o criador de todas as coisas e que em meio a Sua grandeza, escolheu me amar e cuidar de mim! Ah Deus, que todos os dias da minha vida eu possa fazer essa escolha de novo, e que através da Palavra, das orações e dos momentos que eu passar Contigo, minha fé possa ser fortalecida e expandida. Independente das circunstâncias que me cercam, quero sempre confiar em Ti, Aba! Em nome de Jesus, amém!

— Thaís Oliveira.



Lembranças dolorosas




Bom dia, princesa! ♥

“Os meus olhos veem todos os seus caminhos; eles não estão escondidos de mim, nem a sua iniquidade está oculta aos meus olhos.” — Jr 16:17.

Talvez exista algo do seu passado que ainda machuque o seu coração e quando você menos espera a lembrança volta, como um fardo a ser carregado. É a lembrança de uma má atitude, uma fala que magoou alguém ou uma decisão que você tomou anos atrás, mas não pode mais voltar atrás... Esse é um fardo muito pesado que você ainda carrega não é mesmo, princesa?

Pois lembre-se que ao aceitar Jesus como o seu salvador todos os  seus pecados foram perdoados. Assim como as ondas apagam as pegadas deixadas na areia da praia, Deus apagou os erros do seu passado, uma vez que Jesus já pagou o preço por eles: a morte!

Por meio de Jesus, Deus nos dá um novo coração, onde Ele escreve a verdade sobre nós!

Se há em seu coração uma lembrança de um pecado que você ainda não confessou a Deus, confesse-o e arrependa-se. Deus irá perdoá-la. Todavia, se há algo que já foi confessado, mas a lembrança tem te feito se condenar, saiba que essa condenação não provém de Deus, não a aceite, pois Jesus já te perdoou!

Fique sempre alerta, porque embora purificado, nosso coração não está isento de pecados. Não somos perfeitas, e durante a caminhada cometemos erros. Todavia, é fundamental o arrependimento e a confissão, pois quando não o fazemos, tornamos a sujar o nosso coração, e quanto mais sujo, mais nos afastamos de Deus.

Por isso, analise o seu coração hoje. Será que ainda há lembranças de erros que te magoam? Será que ainda há algum pecado não confessado? Seu coração não é um depósito de entulhos, princesa! Aproveite o dia para conversar com Deus e juntos fazerem aquela limpeza no seu coração!

[Oração do dia]

Senhor Deus e amado Pai, por mais que acredite que conheça todo o meu coração e me lembre de tudo o que tenho acumulado por aqui, o Senhor é o único capaz de ver todas as coisas! Mostra-me ó Deus, se há em meu coração algum pecado que ainda não foi confessado e arrependido, mostra-me quais atitudes e comportamentos tenho tido no meu dia a dia que não agradam a Ti, e me ensina a melhorar. Senhor, se ainda há em mim feridas e lembranças do meu velho eu que já foram perdoados por Ti, me ensina a me perdoar e a ver nessas histórias a grandeza do Teu amor, e não uma condenação que já não mais existe. Em nome de Jesus, amém!

— Thaís Oliveira.



Uma aposta de auto risco

Foto de Analise Benevides
Leia este conto ouvindo "Ousado Amor" (no fim de texto temos um vídeo com a música).


Aquela manhã meu coração amanhecera apertado. Ao fechar os olhos ainda podia lembrar com detalhes das minhas escolhas imprudentes do dia anterior: uma mentira aqui, uma palavra pesada ali. Uma coisa eu tinha certeza em meio a correria dos meus dias: há muito tempo eu já não sabia quem eu era e muito menos quem eu era em Deus, ou para Deus

Há meses eu estava ocupada demais para pensar em Deus. Correndo contra o tique-tac do relógio, eu precisava dar conta do trabalho, dos estudos e de casa. No começo pensei que tudo ficaria bem, que mesmo correndo eu conseguiria me manter eu mesma e encontraria um tempo para Deus. Engraçado como de Dono de tudo, Deus passe a lutar por uma vaguinha em nossa agenda. Só uns minutos disponíveis, algumas vezes no mês. Como se fossemos alguém importante! Como se fosse possível ser mais importante do que Ele!

Ao olhar para a minha Bíblia, você não demoraria a entender onde Deus estava em minha rotina: na quarta prateleira da minha estante, tomando poeira. 

Não demorou, em meio a minha rotina, para que minha cabeça ficasse vazia e meu coração solitário. Quando eu dei por mim, já estava procurando soluções para o meu vazio em meio as alternativas desse mundo! O problema é que nada pode saciar o vazio por completo. Todas as soluções são passageiras, como viver correndo atrás do vento. E a cada nova solução, fosse a maratona de uma série, uma panela de brigadeiro ou um novo relacionamento, no fim eu ficava ainda mais vazia, e cada vez mais distante de Deus. E com uma vergonha maior a cada dia, afinal, Deus não é alguém a quem se pode enganar!

Tudo isso martelava em minha cabeça quando finalmente consegui sair do trabalho para o almoço. Sem ânimo para ir muito longe, comprei um Subway e caminhei para o parque no centro da cidade, à procura de um banco disponível. Caminhei pelas sombras de vários pés de Ipê até encontrar um banco vago. Poucos minutos depois, enquanto eu lutava com o embrulho do meu sanduíche, um senhor sentou ao meu lado. Ele sorriu pra mim ao mesmo tempo em que repousava uma velha Bíblia no colo, e logo em seguida tirava a boina cinza que cobria os cabelos que um dia foram pretos. 

À nossa frente, crianças brincavam no parquinho, empurrando umas as outras na fila do escorregador, correndo para lá e para cá, rindo umas das outras. 

— Miguel, não balance seu irmão com tanta força! Você o fará cair! — repreendeu uma mãe sentada em um banco próximo ao nosso.

Mas foi só ouvir a mãe, que o garoto Miguel balançou o irmão com ainda mais força.

— Miguel, não me faça ir até aí! — não se passaram dois minutos, e lá ia a mãe até os meninos.

Ao meu lado, o senhor riu.

— Não importa o quanto o tempo passe, eles continuam assim. — o senhor comentou, ainda com um sorriso no rosto. 

— Teimosos, o senhor quer dizer? — falar com estranhos sempre foi uma das regras da minha mãe que mais desobedeci. 

— Isso mesmo, menina! E quanto mais sabemos que uma coisa é errada, mais queremos fazer. Você não acha?

— Verdade... — pensei nas minhas próprias escolhas nos últimos tempos e em quantas vezes eu havia ignorado a voz de Deus e os seus ensinamentos preferindo acreditar que eu tinha o melhor pra mim e que sabia o que estava fazendo.

— Quando são os nossos pais que nos dizem uma coisa, então... — ele riu de novo. — Eu tive cinco filhos, sabe menina? E por mais maravilhosos que meus filhos sejam, eu os vi me desobedeceram muitas vezes, por mais que eu só os desejasse o seu bem.

— Acho que é muito fácil nós termos a ilusão de que sabemos tudo e podemos controlar tudo a nossa volta. — comentei.

— Acho que sim. Mas se tem uma coisa que eu aprendi ao decorrer da minha vida, é que nós não temos controle de nada. E é por eu não estar no controle das coisas que eu estou aqui hoje, sabia?

— É mesmo? — Sua fala me deixou intrigada.

— É, sim... Hoje, desde que eu acordei, uma voz no meu coração não parava de me dizer: Parque Fernando Passos. Parque Fernando Passos. Toda vida, toda vida a voz dizia. Mas eu não sabia o que isso queria dizer, afinal eu não tinha nada pra fazer por essas bandas. Então eu resolvi orar, porque sozinho eu não ia descobrir a resposta. Foi então que Deus me disse que eu devia vir aqui, porque Ele queria que eu desse algo para uma pessoa que estaria aqui.

A fé daquele senhor tocou o meu coração, e também me deixou curiosa.

— O senhor encontrou a pessoa? — perguntei.

— Sim, encontrei! — ele sorriu, todo feliz.

— E o senhor entregou a ela o que Deus mandou?

— Ainda não, vou entregar agora. — antes mesmo de completar a frase, o senhor estendeu a Bíblia que tinha em seu colo em minha direção.

— Deus mandou que o senhor me entregasse isso?

— É. — ele sorriu ainda mais, fazendo com que até seus olhos sorrissem.

Meu coração se acelerou e um frio surgiu em minha barriga.

— Como... Como o senhor sabe que sou eu? Pode ser qualquer outra pessoa.

— Não, é você. Sabe, eu entendo o seu receio e desconfiança. Eu também temi hoje de manhã quando Deus me disse para fazer isso. Perguntei a Ele como eu saberia quem seria a pessoa, então Ele me disse que você estaria sentada diante de um parquinho, e que eu a reconheceria pela mochila de rosas que você carrega.

Olhei para a mochila marrom com estampa de rosas que estava ao meu lado. Quase não a trouxe hoje de manhã. Estava trocando as coisas de lugar, passando para outra bolsa, quando me lembrei que precisaria passar na Biblioteca hoje a tarde e pegar uns livros novos.

— Nossa... Isso nunca aconteceu comigo antes! — peguei a Bíblia da mão dele. — Ele mandou o senhor me dizer alguma coisa?

— Apenas que eu te desse a Bíblia. — ele colocou a boina que havia deixado ao seu lado no banco sobre os cabelos e começou a se levantar.

— O senhor já vai?

— Já, querida. Acho que você e Deus precisam passar um tempo a sós. Foi um prazer conhecê-la. — ele acenou e começou a se afastar.

— O prazer foi meu!

O frio da minha barriga sumira, e eu senti um calor confortável crescendo em meu peito. Minha vontade era correr e dar um abraço bem apertado naquele senhor, mas ele já sumira pela estradinha de Ipês.

Analisei a Bíblia que tinha no colo. Era uma Bíblia antiga, de capa dura. Ao folheá-la, além do texto bíblico encontrei inúmeras marcações, comentários e ilustrações. Alguém passara muito tempo com ela e com Deus.

Havia um marca página entre as flores, com os mesmos desenhos de rosas da minha mochila. Abri a Bíblia na página marcada e fui pega de surpresa ao ver meu nome escrito entre as rosas do marca página. Alice. Enquanto alisava o meu nome, minha visão ficou embaçada pelas lágrimas. Sequei as lágrimas que começaram a cair, e fitei as páginas a minha frente.

A Bíblia estava aberta no livro de Oseias, bem no finalzinho do último capítulo, e havia um texto escrito ali, em uma bela letra cursiva.

Eram vários os pecados que estavam sobre Israel, e Deus se enfurecia em ver o quanto se afundavam no pecado, esquecendo quem era o seu Deus e o quanto haviam sido cuidados desde o Egito. Em Oseias fica claro que cada pecado possui uma consequência e ela não deixará de ser cobrada. Todavia, é possível ver que Deus não desistiu do seu povo, ao contrário, Deus se propôs a perdoá-lo e lhe fez promessas.
Deus decidiu dar uma nova chance a Israel mesmo sabendo quantas vezes eles fugiram dEle. Mas é isso que a graça faz, concede novas chances ao coração arrependido, uma aposta de auto risco. 
"Vamos nos dedicar mais e mais ao Senhor! Tão certo como nasce o sol, ele virá nos ajudar; virá tão certamente como vêm as chuvas da primavera que geram a terra." (Os 6:3)

Uma aposta de auto risco.... Eu era uma dessas apostas! Quantas vezes falhei com o Senhor nos últimos anos? Quantas vezes me esqueci de tudo o que Ele fizera por mim? Quantas vezes preferi ser dona do meu tempo e ditei o que era mais importante? Quantas vezes quis me reaproximar, mas temendo, pensei que Deus não me aceitaria como antes? E mesmo tendo errado tanto... aqui estava Ele, aqui estava Deus dizendo o quanto me ama.

Agora eu entendia porque eu lembrara da biblioteca ao tentar trocar a bolsa, também compreendia por que eu amanhecera com o coração apertado, lembrando o quanto eu estava vazia e distante de Deus... Eram pequenos sinais do cuidado de Deus, era a Sua voz me chamando para voltar para Seus braços de amor.

Naquela noite, eu tinha uma pilha de textos para ler, mas antes de iniciar qualquer um deles corri até minha estante, peguei a Bíblia na quarta prateleira, tirei a poeira e sentei com ela na escrivaninha. Não consegui dormir até concluir o livro de Oseias. A cada capítulo uma certeza crescia em meu coração: Deus me amava e estava disposto a lutar por mim mesmo que eu fosse uma aposta de auto risco.

Quando os planos de Deus não são os mesmos que os meus...




“Meus pensamentos são muito diferentes dos seus”, diz o Senhor, “e meus caminhos vão muito além de seus caminhos. Pois, assim como os céus são mais altos que a terra, meus caminhos são mais atos que seus caminhos, e meus pensamentos, mais altos que os seus pensamentos.” 
— Isaías 55:8-9.

Por mais que você planeje nem sempre a vida sai exatamente do jeito que você imaginou, não é mesmo? Ao olhar para as páginas do meu Bullet Journal  (um método de organização), vejo o quanto eu planejo e me programo para fazer algumas coisas, mas muitas outras acabam acontecendo e mudam todo meu planejamento. E nem sempre as mudanças são fáceis de compreender.

No início de 2019, me comprometi em voltar com as postagens no Princesas Adoradoras e reativar o nosso canal no Youtube, uma vez que conclui a faculdade e tenho muito mais tempo disponível agora. Tudo estava correndo bem, quando no começo de fevereiro meu notebook, novinho, parou de funcionar! Na mesma semana meu celular deu indícios de que também não cooperaria.

No começo eu fiquei confusa e entristecida. Como daria continuidade ao meu trabalho virtual sem as ferramentas necessárias? Ao questionar a Deus sobre isso, tudo o que Ele fez foi encher meu coração de paz e perseverança, me fazendo compreender que mesmo não entendendo, eu precisava confiar nEle. Todas as ferramentas necessárias para eu continuar fazendo meu trabalho! 

O computador ainda está no conserto, e o meu celular depois de alguns dias desligado, descansando, voltou a funcionar. O velho fichário saiu dos guardados e voltei a escrever a mão. Entre um minuto e outro no trabalho, digito um texto. Nas horas vagas, o celular vira um computador. A verdade é que, nas últimas semanas, pude passar muito mais tempo com Deus, ouvindo-o e aprendendo, muito mais do que nos dias em que toda tecnologia estava a minha disposição. Deus queria mais tempo comigo e que eu valorizasse ainda mais o trabalho que Ele me deu.

Nem sempre compreendemos o por quê de certas coisas acontecerem. Na maioria das vezes, ou quase sempre, se quer compreendemos como as coisas irão se desenrolar. Mas nesses dias, principalmente quando os dias forem difíceis e seu coração temer devido à incerteza, lembre-se que os planos de Deus não são sempre os mesmos que os seus, e tenha certeza em seu coração que a vontade de Deus é muito melhor do que a sua! Deixe que Ele tenha o controle da sua vida, e confie nEle, sempre!

[Oração do dia]

Senhor Deus, ensina-me a confiar em Ti tanto nos dias bons, quanto nos dias maus. Me ensina Aba, a compreender que a sua vontade, embora nem sempre coincida com a minha, é sempre melhor! Abro mão das minhas próprias vontades e dos meus planejamentos, para viver aquilo que Tens pra mim, Senhor! Me ensina a reconhecer o Teu agir no meu dia a dia, mesmo que eu não seja capaz de reconhecer o que estás fazendo. Em nome de Jesus, amém!


— Thaís Oliveira.

O que você tem ofertado a Deus?

Foto de Artem Kovalev



Bom dia, princesa!

“O tempo passou. Um dia Caim pegou alguns produtos da terra e os ofereceu a Deus, o Senhor. Abel, por sua vez, pegou o primeiro carneirinho nascido no seu rebanho, matou-o e ofereceu as melhores partes ao Senhor. O Senhor ficou contente com Abel e com a sua oferta, mas rejeitou Caim e a sua oferta  [...].” — Gênesis 4:3-5

Ao realizar um sacrifício ao Senhor, Caim pegou alguns produtos cultivados em sua terra e ofereceu a Deus. Talvez assim o tenha feito por aquele ser um período de sacrifícios, ou por ser um hábito de sua família, uma obrigação, ou talvez, tenha feito por fazer.

Já Abel, em meio a sua criação de ovelhas, pegou o primeiro cordeiro, o que julgou ser o melhor, e ainda ofereceu as melhores partes  — as gordurosas — ao Senhor. Nós sabemos o resultado dos sacrifícios desses dois irmãos: Deus aceitou a oferta de Abel, mas rejeitou a de Caim.

A diferença entre os irmãos está no coração, na intencionalidade. Abel ansiava agradar ao Senhor, enquanto Caim agiu na religiosidade, fez por obrigação.

A história desses irmãos nos faz refletir sobre o tipo de servas que temos sido. Será que temos separado o melhor para Deus? Ou sempre damos a Ele o que já está à mão, aquilo que é mais fácil? Pense em sua vida com Deus. Analise sua dedicação ao seu ministério, propósito e igreja. Reveja suas atitudes para com o próximo. Será que tens ofertado o melhor?

Sejamos como Abel! Que selecionemos o melhor e mais proveitoso tempo para estar com Deus. Que ofertemos o louvor mais sincero e a adoração mais pura. Que dediquemos tempo ao desenvolvimento dos nossos dons e talentos, para que façamos a nossa parte na seara. Que o amor de Deus encha o nosso coração ao ponto de transbordarmos em outras vidas.

Ao longo da caminhada vamos encontrar muitas pessoas como Caim, que não dedicam o seu melhor, que se revoltam por Deus não aceitar o que eles ofertam, e que passam a invejar a oferta dos outros. Não deixe-se ser desanimada pelos Caim’s que encontrar. Continue ofertando o seu melhor, porque o aroma do cordeiro tem chegado ao trono de Deus e o agradado. Caso você se sinta como um Caim saiba que hoje mesmo Deus deseja operar mudanças na sua vida! Abra-se a Ele!

[Oração do dia]

Amado Pai, anseio dedicar a Ti a minha melhor oferta! Senhor, me ajuda a dedicar o meu tempo, meus dons e talentos, e toda a minha vida a Ti. Recebe Pai, as minhas orações e louvores, e enquanto eu Te adoro, trabalhe em mim. Em nome de Jesus, amém!



Uma caminhada pelo Jardim




"Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra. Soprou o fôlego da vida em suas narinas, e o homem se tornou ser vivo." — Gênesis 2:7.


Toda vez que leio sobre a criação de Adão fico mais impressionada e encantada com o agir de Deus. Para criar a divisão entre o céu e terra, para fazer surgir às plantas e animais, Deus usou a sua voz: “Que aja luz”, “Que haja um espaço entre as águas...”. Mas ao criar o homem, Deus não usou apenas a Sua voz! Ele poderia ter apenas estalado os dedos e pronto! O homem estaria ali. Todavia, Deus preferiu fazer. “Façamos à nossa imagem”, disse Ele. Do pó da terra, Deus formou o homem. Aquele boneco de lama frágil recebeu o sopro do fôlego da vida, e tornou-se vivo.

Eu não consigo imaginar essa cena sem que uma palavra venha a minha mente: I.N.T.I.M.I.D.A.D.E. Naquele momento, ao criar o homem, segundo a sua própria imagem, Deus estava nos dando uma pequena amostra da aliança que Ele deseja estabelecer conosco: relacionamento.

Deus poderia ter criado Adão, ensinado a ele o que devia ser feito e o que não deveria e, pronto, voltar para o céu e vistoriar tudo lá de cima. Mas a Bíblia diz que ao entardecer Deus vinha a terra e caminhava pelo Jardim. Naquelas caminhadas, Adão e Deus nutriam seu relacionamento, imagino eu. Mas quando o pecado entrou no coração de Adão e Eva, a aliança foi quebrada, até que uma nova aliança Deus fez conosco através de Jesus.

Uma nova aliança foi feita, para que você tenha a oportunidade de caminhar com Deus pelo Jardim. Deus não quer ser o seu Deus de domingo. Deus não quer ser o seu socorro apenas nas horas difíceis. Deus não quer que você se lembre dele apenas para pedir, como um papai noel em tempo integral. Deus quer ser o seu DEUS. Deus quer ser seu amigo. Deus quer ser seu Pai. Deus quer ser seu amigo de caminhadas.

Como caminhar no Jardim? Orando. Lendo a Palavra. Louvando. Adorando. É a melhor caminhada que você pode fazer na vida, amiga!

[Oração do dia]

Amado Pai, anseio viver um relacionamento sincero e puro contigo. Quero ser como uma criança Pai, que te busca por amor, e não por interesses. Me dê um coração que tenha cada vez mais sede da Tua Palavra, um coração que anseie por Tua presença e sempre esteja aberto a sentir o amor que Tens por mim. Que todos os dias eu possa caminhar no Jardim da comunhão. Em nome de Jesus, amém!



Com os olhos de Jesus...

Foto de Diego Ph


Hoje eu acordei ranzinza, sentindo que não havia dormido o suficiente e ainda cansada. Eu já estava pronta para reclamar sobre o meu sono, pronta para me explicar pela centésima vez que eu preciso aprender a ir dormir mais cedo, quando olhei pela janela aberta e vi o céu ser banhado por uma tonalidade rosa. Enquanto o sol nascia no horizonte, uma camada rosa tomava conta das nuvens.

Aquele foi o primeiro sinal de Deus pra mim nesta manhã. Levantei, mas ainda mal humorada pelo sono. Enquanto me arrumava para começar o dia, mais um sinal de Deus pra mim. Uma vozinha falou lá no meu coração: Por que reclamar do sono? Você se lembra de como era o dia a dia de Jesus?

E foi aí que eu me lembrei de todas as vezes em que imaginei as noites longas em que Jesus dormiu sobre as estrelas, tendo o chão como colchão e travesseiro, as caminhadas por quilômetros entre uma cidade e outra, com sapatos desconfortáveis e acompanhado de pessoas de todos os tipos e temperamentos. A vida de Jesus não foi fácil, nenhum pouco. Mas nós não lemos sobre Jesus resmungando das noites mal dormidas e das longas caminhadas, não é mesmo?

Jesus não perdia tempo com reclamações, pois ele sabia que elas não mudam nada. Os olhos de Jesus sobre a vida eram movidos pelo amor do Pai.  Jesus caminhou por amor, preferiu a simplicidade ao luxo, foi menino, adolescente e homem. Tudo isso por obediência ao Pai e amor a sua vida.

Jesus também quer nos ensinar a olhar para o mundo a nossa volta com os Seus olhos, porque assim aprenderemos a olhar além das dificuldades e fitaremos Deus. Basta lembrarmos das palavras ditas aos Filipenses: “Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.” (Fl 2:5 – NTLH). O Espírito Santo nos ensina a ter uma mente parecida com Cristo, uma mente que produzirá os frutos do Espírito: Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei.” (Gl 5:22-23) Ao aplicarmos esses frutos em nosso dia a dia, nossa perspectiva de vida muda!

[Oração do dia]

Senhor Jesus, me ensina a ter uma mente parecida com a Sua, com pensamentos que sejam agradáveis a Deus. Me ensina Senhor a ser mais grata, a olhar para o mundo com mais amor e a ser luz sobre essa terra todos os dias. Em nome de Jesus, amém!

— Thaís Oliveira.



Uma carta a Jesus...

Arte de Josenaide Santos.


Querido Jesus,

Quando olho para a minha história não consigo deixar de sorrir. É incrível poder olhar a minha volta e encontrar detalhes que revelam a Sua presença e o cuidado intenso do seu Pai. 

Nos últimos dias, uma chuva tranquila e leve cobriu a minha cidade, afastando-nos, ao menos um pouco, dos dias quentes de verão. A paisagem não estava nem um pouco bonita antes da chuva. A grama estava seca, as flores murchas e era muito comum ver queimadas surgindo pelos morros que rodeiam a cidade. Faltava vida à cidade. Até que veio a chuva. Durante dias a paisagem ficou fria e cinza. Até que ontem o sol voltou mais uma vez. 

As nuvens que cobriam a cidade se afastaram e o sol brilhou nas montanhas e pedras da cidade. Meus olhos se encantaram com o verde que cobriam as montanhas! Tudo está tão verde, tão vivo! À medida em que o sol descia atrás de uma serra, contemplei a paisagem viva, e naquele momento não pude deixar de pensar em você, Jesus.

Da mesma forma que olhar a cidade após a chuva fez com que a paisagem mudasse, ficando mais intensa e viva, a forma como vejo minha vida mudou desde que conheci Você. Ah Jesus, você mudou a forma como eu vejo o mundo. Onde antes eu via dor, hoje encontro a mão do Senhor. Onde havia morte e desesperança, eu encontro esperança para prosseguir. Onde via ódio, você me ensinou a ver o amor.

A vida não ficou mais fácil, pelo contrário, alguns desafios que surgem parecem ser impossíveis de vencer... Mas logo me lembro que não estou sozinha e que Pai e Filho sempre lutam por mim.

Embora Você saiba cada palavra que eu vou escrever, antes mesmo que elas brotem em meu coração, eu queria escrever esta carta para te dizer o quanto eu te amo Jesus, o quanto eu sou grata por tudo o que Você fez por mim.

Eu sempre fui uma garota comum, sem nada de especial, mas em meu coração Você encontrou morada e fez com que eu me sentisse a garota mais feliz do mundo! Você morreu por mim naquela cruz para que eu tivesse a oportunidade de conhecer o seu Pai, para que eu descobrisse o quanto o seu Pai me ama e o quanto Ele anseia para cuidar de mim! Crer em Você, como o Salvador da minha alma perdida, fez com que eu encontrasse o caminho para casa, descobrindo de quem sou filha e por que nasci.

Você mudou tudo, Jesus. Tudo! E é tão lindo ver que as mudassem não param. Através do Espírito Santo eu não sou a mesma todos os dias, mas estou sempre melhorando um pouquinho, e mesmo quando não dou todos os passos que deveria, o seu Pai, o nosso Pai, não desiste de mim, sendo paciente e bondoso em me ensinar.

Jesus, Você é tudo! Me ensina a viver de maneira que agrade ao Pai, me ensina a caminhar em direção ao Pai.

Um dia, quero poder morar no seu abraço!

— Com amor, 
mais uma filha do Aba.

O amor lança fora o medo



Bom dia, princesa! Como você está? Espero que bem! Prepara a xícara de casa, a Bíblia e um lugar especial, vamos conversar com o Aba.

"Esse amor não tem medo, pois o perfeito amor afasta todo medo. Se temos medo, é porque tememos o castigo, e isso mostra que ainda não experimentamos plenamente o amor." — I Jo 4:18.

Fui uma criança muito criativa, o que era ótimo para a hora de brincar, mas péssimo na hora de dormir. Qualquer chamada de filme de terror ou suspense na TV, por menor que fosse, tornava-se um terrível pesadelo! Uma vez só de assistir a um trailer de Jurassic Park, acordei em pânico chamando por minha mãe.

Nessas noites de pesadelo, mamãe me ensinou uma verdade que nunca mais esqueci: você não precisa ter medo, porque Deus está com você! Minha mãe me ensinou a descansar em Deus e a confiar que ele sempre cuidava de mim.

Nós precisamos aprender que o medo não deve fazer parte de nossa vida, não podemos aceita-lo, porque o medo nos paralisa. Em I Jo 4:18, nós lemos que no amor não há medo, porque o perfeito amor  — Deus — expulsa todo medo. Viver com medo é levar uma vida de castigo, aprisionada, e não é isso que Deus quer para você.

Em meio a nossa pequenez, é comum para a carne humana temer, mas nós não precisamos aceitar o medo como uma constante em nossa vida! Por isso, aqui está uma listinha de motivos para você rejeitar o medo:

1. A presença de Deus permanece com você, livrando-a do medo (Sl 23:4). Como um pastor que cuida das suas ovelhas, o cajado do Pastor sempre a protegerá.

2. As promessas de Deus te dão poder para rejeitar o medo. Lembre-se que Deus nos diz que não precisamos temer, pois é Ele quem está conosco, nos fortalecendo e ajudando, segurando a nossa mão (Is 41:10).

3. Não se esqueça: o amor lança fora o medo! Não há razão para temer quando Deus está de mãos dadas com você.

Não deixe que o medo roube os seus sonhos e a te impeça de viver de verdade! Não deixe que o medo sufoque a garota que Deus te criou para ser!

[Oração do dia]

Querido Aba, não permita que eu viva cercada pelo medo. Por mais difícil que a vida possa ser, me ensine a confiar cada detalhe da minha vida a Ti, porque a Tua palavra diz que aqueles que em Ti confiam, tem as forças renovadas. Me ensina Senhor, a ser corajosa para lutar pelos meus sonhos e Teus propósitos, e me torna a cada dia a filha que me criaste para ser! Em nome de Jesus, amém.

— Thaís Oliveira.



Popular Posts

O blog virou livro!

O blog virou livro!
Compre o nosso livro!

Bom dia, princesa

Bom dia, princesa
Nosso novo livro está em pré-venda, acesse o site da Editora UPbooks e descubra mais sobre esse livro que será benção na sua vida.