A bela do Senhor

sexta-feira, março 08, 2019


Bom dia, princesa!

Meu amado me disse: "Levante-se, minha querida! Venha comigo, minha bela! Veja, o inverno acabou, e as chuvas passaram. As flores estão brotando; chegou a época das canções, e o arrulhar das pombas enche o ar. As figueiras começam a dar frutos, e as videiras perfumadas florescem. Levante-se, minha querida! Venha comigo, minha bela!". — Cântico dos Cânticos 2:10-13

Sexta-feira, 08 de março, Dia Internacional da Mulher. Nós vivemos em uma sociedade em que as mulheres ainda sofrem — inúmeras mulheres são agredidas por seus parceiros, seja de maneira física, emocional ou sexual; as mulheres ainda sofrem com a desigualdade de salários; são tidas por muitos como um mero objeto sexual, entre tantas outras injustiças. As mulheres ainda lutam pelo seu espaço, pelo respeito, pelo dia em que também serão vistas como seres humanos. 

A Igreja não pode se calar diante dos desafios e injustiças enfrentados pelas mulheres. Jesus não se calou. Queridas, Jesus viveu em uma época em que as mulheres não podiam falar em público a não ser com seu marido; as mulheres não eram testemunhas confiáveis; o cabelo e a voz da mulher eram tidos como "tentações", por isso ela deveria permanecer calada e coberta. A mulher não podia aprender a Torá com os homens nem se sentar para comer com eles. A mulher era uma propriedade do pai, depois do marido e até mesmo do filho. 

As atitudes de Jesus para com as mulheres foi de libertação de todas as práticas sociais que as oprimiam. Jesus não apenas curou a mulher do fluxo de sangue, como a incentivou a contar quem ela era e o que havia acontecido, quebrando a exclusão social daquela mulher que a 12 anos era tida como impura, e transformando em uma mensageira das Boas-Novas (Mc 5:25-34). Jesus se agradou de Maria, irmã de Marta, que largou todos os seus afazeres para sentar aos pés de Jesus e aprender mais da Lei, mesmo que socialmente fosse proibido uma mulher aprender com homens (Lc 10:38-42). O Mestre impediu que uma mulher adúltera fosse apedrejada, apresentando-a a Graça e Misericórdia de seu Pai (Jo 8). Em tempos em que as mulheres eram uma propriedade, Jesus dedicou parte de seu ministério a curá-las fisicamente, emocionalmente e espiritualmente. 

Menina, moça ou mulher, eu não sei qual é o seu sofrimento hoje, mas sei que Jesus estende a mão para você e diz: "Levante-se, minha querida! Venha comigo, minha bela!". Jesus pode e vai acalmar a tempestade que cerca a sua vida, Jesus vai trazer a primavera, com as flores e seus perfumes. Entenda que na caminhada nós sempre enfrentaremos batalhas, afinal, são através delas que nós crescemos, mas para cada batalha Deus escreve uma vitória. 

Hoje, gostaria de compartilhar com você que Jesus é o seu Libertador, Ele é o Príncipe do cavalo branco que traz a justiça, a cura e o refrigério. Esconda-se nEle, proteja-se nEle. Descubra-se nEle. Moça, isso não significa que você nasceu para padecer nas mãos de homens, na verdade, você nasceu para ser amada por um Deus infinito, não aceite nada menos do que o amor, o amor de I Co 13. Se você tem enfrentado situações de abuso, não as considere normais, o Senhor não te criou para viver dessa forma, Jesus é o libertador, lembra? Procure ajuda! 

Compreenda que você é a bela do Senhor, uma filha amada! Deus tem o melhor para você! Aconchegue-se nEle! 

Feliz dia da mulher, não só no 08 de março, mas em todos os dias!



You Might Also Like

0 Comments

Popular Posts

O blog virou livro!

O blog virou livro!
Compre o nosso livro!

Bom dia, princesa

Bom dia, princesa
Nosso novo livro está em pré-venda, acesse o site da Editora UPbooks e descubra mais sobre esse livro que será benção na sua vida.