O Conto da Princesa – Quem Eu Sou? | Capítulo 5



Olá, Meninas *-* A paz do Senhor. Espero que vocês curtam mais este pedacinho da história da Elise.
Capítulo 5
Elise não acreditou que a história de Claire era aquilo mesmo que ela
acabara de ouvir, mesmo vendo toda a tristeza e angustia que abatera a menina
sentada ao seu lado, Elise não conseguia imaginar elas sendo a mesma pessoa.
Como acabara de pensar, Claire era uma menina assim como ela.
Também não conseguiu entender o surgir inesperado do Rei, “será
que ele ficou ouvindo atrás da porta?”
Elise ousou pensar. “Ou
será que tudo isso faz parte de um esquema, para manter pessoas aqui? Peter Pan
conseguia manter os meninos perdidos na ilha…”
– Você deve estar confusa com tudo isso… Para esclarecer eu não estava
ouvindo atrás da porta e se o que Claire estava contando pra você era a
história da vida dela, se sinta especial porque realmente ela não conta muito
sobre o passado dela para as pessoas. – Disse o Rei sorrindo. E assim tirando
Elise de seus devaneios.
– Ah, eu não estava pensando nada… – Elise gaguejou. E se repreendeu
em seus pensamentos, “isso lá é hora de gaguejar, moça?” – Eu
só fiquei um pouquinho surpresa.
– Posso entender. Então, deseja conhecer minha sala? – Apontou
gentilmente para a porta.
– Claro. – Elisa entrou com Claire logo atrás dela.
Eles sentaram em cadeiras que estavam dispostas em volta de uma mesa de
chá, haviam biscoitinhos e pequenos pães, uma geleia de morango, um bule e três
xícaras. O Rei começou a servir o chá.
– Claire, ainda bem que você chegou a tempo, preciso te colocar em dia a
respeito das novidades da Escolas. – disse enquanto servia o chá de Elise.
– Estou ansiosa para saber, Pai. – Claire voltou com o seu sorriso de
menina.
– Mais um ano termina na escola e desta vez a comemoração será de forma
diferente. – o Rei se ajeitou em sua cadeira.
– Diferente como, Pai? Ano passado as meninas fizeram viagens para por
em prática tudo o que aprenderam e foi realmente maravilhoso, mas e este ano?
Elas deixaram de viajar? – Claire falou rapidamente, deixando claro sua
ansiedade e amor por aquela escola.
Elise se pegou prestando uma atenção demasiada na conversa dos dois,
algo que a mãe cansara de ensinar como feio, mas poxa ela estava sentada entre
eles, estava num lugar que ela não conhecia e que por sinal era um máximo,
prestar atenção na conversa era tudo que ela podia fazer no momento.
– Acalme-se querida. Vou te explicar tudo. Que tal enquanto isso você e
Elise não provarem um desses biscoitos, está mesmo de lamber os dedos.
Ambas levaram suas mãos até o potinho de biscoitos e assim que Elise o
provou não se arrependeu, era muito melhores que os biscoitos de sua mãe e até
de sua vó, uma velha doceira. Enquanto saboreava o biscoito, Elise se perguntou
como o Rei poderia saber o seu nome, ela não se lembrou de ter dito nem de
ouvir Claire dizendo.
– Elas farão a viagem também, mas esse ano nós teremos um baile.
– Um baile? – a expressão de Claire se tornou confusa. – Nós nunca
fizemos isso…
– Exato! E as histórias das meninas são sempre tão marcantes, elas lutam
tanto para se tornarem melhores, elas merecem ser princesas e merecem receber
esse momento de homenagem pelo que levaram tanto tempo para aceitar. – o Rei
sorriu, como um pai amoroso que se orgulha dos filhos.
– Então será um momento de honra para elas? – Claire sorriu.
–  Isso mesmo.
– Então, vou ir agora mesmo conversar com a tia Ana.
E lá se foi Claire correndo com seu imenso vestido novamente, deixando
Elise confusa, ela iria ou não atrás dela?
– Então Claire te contou a história dela? – o Rei disse gentilmente.
– Sim, e nem parece que realmente é a história dela. São duas pessoas
totalmente diferentes. – disse pensativa.
– Parece mesmo, mas uma única pessoa pode fazer muitas escolhas
diferentes. E são as nossas escolhas que definem quem somos e onde chegaremos.
Ser uma princesa estava na história de Claire muito antes dela nascer, ela já
fazia parte da realeza só não sabia e não agia como tal.
– Como o senhor sabe disso? – perguntou em meio a confusão que ganhava
vida em sua cabeça.
– Bem… Porque sou eu que nomeio minhas princesas e meus príncipes.
– E são muitos? Ou só alguns poucos selecionados?
– Ora, ora, são muitíssimos Elise. Na verdade todos que já passaram por
essa terra foram escolhidos por mim para serem integrantes da realeza, mas
infelizmente muitos não quiserem. – o rosto do Rei se tornou triste.
Elise tentou aceitar todas aquelas palavras, enquanto fazia isso não
conseguia esconder a confusão em seu rosto.
– Quando o senhor diz terra é só essa aqui em que viver, certo? – Elise
perguntou envergonhada, enquanto colocava uma mexa do seu cabelo atras da
orelha.
– Não, Elise, não estou me referindo apenas a essa terra, mas a todo
Planeta Terra.
Assim que o Rei terminou sua resposta, a xícara que estava na mão de
Elisa foi colocada de maneira abrupta na mesa e seus lábios formaram um O, o
mesmo formado quando ela ficou admirando o reino nos primeiros minutos de sua
chegada.
– Quer dizer que até eu fui nomeada princesa?
– Sim, é claro que você foi. – o Rei sorriu.
– E como isso funciona?
– Que tal eu mostrar uma coisa a você? – o Rei se levantou e estendeu
uma mão para Elise.

Sua curiosidade era muito maior do que qualquer medo ou outra reação de
defesa, Elise se levantou e segurou a mão daquele Rei que se dizia Pai de
todos, se o que ele realmente dizia era verdade Elisa queria ver com seus
próprios olhos.
Agradeço por estarem acompanhando ♥
Fiquem na Paz!
Cumprimentos Reais *-*

2 comentários sobre “O Conto da Princesa – Quem Eu Sou? | Capítulo 5”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code