23 de Abril de 2019
“Pois todos pecaram e não
alcançam o padrão da glória de Deus, mas ele, em sua graça, nos declara justos
por meio de Cristo Jesus, que nos resgatou do castigo por nossos pecados.” 

Romanos 3:23-24
.
Em algum momento da sua vida você
já usou mais o cartão de crédito do que devia? Esquecendo-se de todas as suas
outras contas, você torrou cada limitizinho do cartão e no fim do mês, quando
todas as contas chegaram seu salário não foi o suficiente. No Brasil se você
não pagar as suas contas, logo o seu nome é negativado e por mais que você o
limpe, ganhar lugar no mercado como uma compradora de novo é um caminho
difícil. Para as empresas de cartão de crédito e empréstimos, é como se
houvesse uma fita amarela a sua volta dizendo: “Mal pagadora”.
Quero te convidar para imaginar
algumas coisas comigo nesta manhã. Quero que imagine que ao nascer você ganhou
um cartão de crédito. Através desse cartão você pode comprar tudo o que vier a
desejar durante a vida, mas você foi instruída que embora pudesse comprar tudo
o que quisesse, nem tudo seria conveniente (I Co 6:12). Com o decorrer do
tempo, você ficou encantada com os limites do seu cartão, e comprou tudo o que
viu pela frente. Muita coisa boa e útil, porém, muitas coisas inúteis e ruins
também.
E quando você menos esperava, o
limite do seu cartão estava extrapolado! Uma conta tão alta, que por mais que
você trabalhasse dia e noite, jamais conseguiria quitar a sua dívida. Sem saber
o que fazer, você foi ao banco, pedir perdão pelas suas más escolhas e pedir
ajuda. Ao chegar ao banco, contudo, você é surpreendida com a notícia de que
alguém pagou a sua dívida. Deixaram um cheque lá, em seu nome! Quem poderia
ser? Assinado em uma tinta cor de sangue está o nome de Jesus.
E ali, imerecidamente Ele derramou
sobre você a Graça. A Graça nada mais é do que um socorro imerecido, um cheque
assinado por Jesus que pagou todas as nossas dívidas e limpou o nosso nome. O pagamento
por nossas dívidas, oriundas de nossa desobediência aos mandamentos de Deus,
deveria ser quitado através da nossa morte, mas Jesus pagou esse preço por nós.
Não existe nada que nós
poderíamos fazer para pagar essa conta por conta própria. Por mais perfeita que
você fosse, sozinha você não a pagaria, porque é a graça quem nos salva, graça
alcançada por meio da nossa fé, uma fé que vem do próprio Deus (Ef 2:8). Nós
somos salvas por causa do cheque assinado por Jesus naquela cruz. A Sua Graça
redentora foi derramada sobre nós a partir do momento em que cremos que o Filho
de Deus é o nosso Salvador.
E essa mesma graça que nos
concedeu a salvação, abriu caminho para que nós encontrássemos o dono do
cheque: Deus. O Aba sacrificou Seu próprio Filho por nós, imerecidamente. E
agora, Ele nos acolhe em Seus braços de amor.
“A graça nunca é
concedida com base no que fizemos. É dádiva do amor de Deus por nós.” (
Stormie
Omartian)
Escrito por: Thaís Oliveira

Você também vai gostar

    Será que vale a pena (mesmo) esperar?
    Querido futuro marido,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO