28 de Novembro de 2019

“Mas tu enxergas o sofrimento e a dor; observa-os para tomá-los em tuas mãos. A vítima deles entrega-se a ti, tu és o protetor do órfão.” — Salmos 10:14

Você já foi machucada por alguém da sua igreja? Já foi humilhada, criticada ou mal compreendida? Se a sua resposta for positiva, você sabe na pele o quanto isso dói. Eu sei também. É triste, né? A Igreja, como o corpo de Cristo deveria ser um ambiente de paz e cura, um hospital para os doentes (ou seja, todos nós), mas às vezes também pode ser usada para ferir.

Nós não deveríamos ficar surpresas quando a nossa igreja nos fere ao invés de nos ajudar a curar, afinal, crescemos ouvindo que onde há a presença humana, também há o potencial de erros, falhas, dores e mágoas. Mas é muito difícil não sentir a dor após ser magoada, não é mesmo? É por isso que eu sinto a necessidade de falar sobre esse tema.

Porque após sermos magoadas, traídas, criticadas ou tratadas injustamente, é muito difícil não sentir. É muito doloroso, porque na grande maioria das vezes somos pegas de surpresa e pelas pessoas que menos esperamos. E por mais que lutemos, nosso maior desejo é fugir do lugar da ferida e não olhar mais para trás. O grande problema é que o lugar da ferida, também é o lugar onde encontramos o nosso Aba.

Infelizmente, muitas pessoas acabam abrindo mão do seu relacionamento com Deus e com o corpo de Cristo, após terem sido feridas por seus irmãos de congregação. Talvez essa não seja a intenção, mas quando elas passam a evitar a igreja que congregavam acabam ficando sem direção e se perdem do rebanho, o que com o tempo as afasta dos propósitos do Senhor.

Por isso, se você foi magoada pelas pessoas da sua igreja, entenda que abrir mão de fazer parte do Corpo de Cristo não é uma solução. Se você sentir necessidade de trocar de igreja e buscar em Deus a resposta para tal decisão, tudo bem, mas não pare de congregar. Não desacredite da igreja. Não desacredite da capacidade que o Corpo de Cristo tem de ser hospital, de ser local de cura, crescimento e fortalecimento espiritual.

Entenda que a igreja de Cristo não é um ambiente de pessoas perfeitas e que eventualmente nós seremos feridas e também podemos acabar ferindo algum irmão, mas que Deus usa situações como essas para o nosso crescimento. Também entenda que o fato de sermos imperfeitos não é uma desculpa para humilhar, ofender, julgar ou prejudicar um irmão.

Se você foi ferida, lembre-se:

  1. Sua identidade está em Deus! O que alguns pensam, julgam ou falam sem compreender, não determinam quem você é. A verdade sobre você está no seu Pai.
  2. O seu Aba é justo. Você não precisa criar meios para se defender, bater boca ou arrumar confusão. A justiça vem do Senhor.
  3. Não use essa experiência para julgar o Senhor ou estabelecer um “padrão” sobre as igrejas. Tenha sempre em mente que as falhas humanas e as nossas dores não devem pautar a nossa visão sobre Deus e o nosso relacionamento com Ele.

Não desista do Corpo de Cristo porque você foi ferida. Não desista do seu relacionamento com Deus porque pessoas te feriram. Foque seus olhos no seu Pai, lá estará toda a verdade sobre o Evangelho e sobre você. Ah, e também seja o tipo de irmã que está buscando encorajar e ajudar, e não a machucar. Nós podemos fazer a diferença em nossa igreja, amém?


Lembrando princesa, que você pode ouvir nossos devocionais em primeira mão através do nosso Podcast que está disponível em diversas plataformas, como o Spotify e o Google Podcast. Se você nos seguir por lá receberá em primeira mão!

Escrito por: Thaís

Você também vai gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO