12 de Julho de 2019

Há muito tempo essa garota percebeu que se ela quisesse chegar à algum lugar, se quisesse conquistar todos os sonhos que passara a infância toda construindo em seu coração, ela precisaria batalhar duro, como tantas outras pessoas por aí. Acordar cedo, trocar a preguiça por uma xícara de café, colocar os livros na mochila e passar o dia trabalhando em áreas que ela nem sempre gostava, para poder mergulhar nos estudos a noite.

Entre o tic-tac do relógio, que não é gentil com aqueles que estão sempre com pressa, a garota passou e passa grande parte do tempo correndo. Corre para chegar a tempo, corre para cumprir os prazos. Está em uma maratona constante em defesa dos seus sonhos e ideias. Mas nem sempre essa corrida é fácil. Muita gente que passa por ela, apesar de admirar sua força, não dá um grito de incentivo ou um conselho para a corrida, há aqueles que preferem lembrá-la do quão cansada está, outros a bombardeiam com perguntas do tipo: “será que vale mesmo a pena?”, enquanto outros preferem ser uma pedra de tropeço…

Observando essa garota, eu sei muito bem que ela tenta não dar ouvidos a essa gente, só que às vezes é inevitável. Alguns dias ela está tão exausta que não consegue se livrar dessas vozes desanimadoras. As vozes cruzam enquanto ela está sozinha no ponto de ônibus ou enquanto caminha de volta para casa, após mais um dia puxado. E por mais que ela não queira, as vozes encontram um caminho direto para o seu coração.

Essas vozes desanimadoras são perigosas, porque elas despertam os piores sentimentos e receios que ficam escondidos nessa garota. Talvez você já as tenha ouvido também. Eu já ouvi. Sabe o que elas dizem? Elas ficam colocando medo na garota, roubando sua paz.

“será que os seus sonhos valem todo esse esforço…?”

“você não está cansada de tentar tanto?”

“por que você não para? nada parece dar certo mesmo…”

“por que você não desiste logo? ninguém está olhando mesmo!”

“por que você insiste tanto nessa promessa? você não acha que já passou da hora de Deus a cumprir?”

Quando a menina está muito cansada, essas vozes se misturam com os seus medos, e ganham força em seu coração. Não julgue essa garota, quando você está cansada demais, é normal não encontrar forças para se defender de certos dardos flamejantes. Às vezes eles são tão certeiros, que nos acertam em cheio.

O que eu gostaria de dizer para esta garota hoje é um conselho bem simples: descansa, menina. Por um momento, pare de dar pernadas nesta maratona, e apenas respire. Olhe para esse pôr do sol nos fins de tarde de inverno, em que os tons alaranjados e rosados perdem-se em meio as nuvens. Olhe para a maneira suave com que o sol se põe atrás das montanhas que cercam a sua cidade e lembre-se que o mesmo Deus que planejou essa pintura, é o Pai que caminha ao seu lado todos os dias!

Essas vozes que se aglutinam em sua cabeça são tentativas de te fazer parar, são jogadas do inimigo da sua alma para te impedir de se tornar quem Deus te criou para ser.

Sabe menina, o que você precisa lembrar nesses dias difíceis é que todos esses sonhos que brotaram em seu coração quando ainda era uma garotinha, e tantos outros que foram surgindo em meio a sua adolescência e os que ainda estão surgindo agora, não são apenas seus. Muitos dos seus sonhos se misturam com os planos de Deus o tempo todo. Você acha que Deus não tem escrito propósitos para você? Que Ele não se importa com quem você é e onde vai chegar?

Davi compartilhou com a humanidade um conhecimento grande demais, que ele próprio não conseguia compreender por completo: Deus o amava a ponto de caminhar com Ele todo os dias. Davi escreve no Salmos 139, que o Senhor sondava o seu coração, que o via enquanto ele sentava ou levantava, que não havia lugar na Terra onde ele pudesse se esconder do Espírito de Deus! Ah, e Davi não deixa de enaltecer o Senhor, porque Ele viu aquele pastor de ovelhas quando ele ainda estava sendo formado no útero de sua mãe, e que ali Deus já havia escrito todos os dias da vida de Davi em Seu livro.

Você acha mesmo que Deus não fez a mesma coisa com você? Esses sonhos aí não são apenas seus, menina. Pelo contrário, eles nasceram no coração do seu Pai. Você acha que a caminhada está difícil? Pois quero que lembre agora de todos os dias em que você achou que não suportaria, lembre-se das batalhas que você achou que não venceria… Você as venceu, não foi? A vitória veio porque o seu Deus estava com você! E continua aí, bem pertinho.

Hoje, descansa. Lembre que a voz do seu Aba é mais forte e mais poderosa do que qualquer voz de desânimo e fracasso.

Hoje, fique quietinha olhando para o céu, lembrando que o seu Pai é o criador de tudo isso, e que Ele se importa com você!

Hoje, descansa.

Escrito por: Thaís

Você também vai gostar

    Não foi bem assim que eu planejei…
    Pare de tentar entender

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

4 Comments

  • Aline

    QUE TEXTO maravilhoso! veio de encontro ao que eu precisava essa manhã, obrigada Thaís por deixar deus usar a sua vida para nos abençoar, e por favor não fica sem postar não kkkk, esses 13 dias que o blog ficou sem devocionais fez uma falta enorme hehe bjus

  • Aline

    Só corrigindo meu comentário anterior Deus com letra maiuscula sempre hehe. Eu quase nunca comento aqui devido a correria (leio os devocionais no trabalho) porém são muito abençoadas com os textos aqui. Obrigada!

    • Thaís

      Ah, de vez em quando acontece. Errar é humano, né? rs
      Pode tratar de comentar mais hein, haha Um prazer ter vocês aqui e saber o que estão achando… ♥

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO