17 de Setembro de 2014
Oi meninas! Que a paz e o amor de Cristo sejam com vocês *-* Hoje é dia do 16 on 16, projeto criado por 16 blogueiras que consiste em todo dia 16 do mês postar um texto (seja ele prosa ou poesia) com o tema escolhido pelas participantes. O tema do mês passado foi “Deixe seu recado após o sinal” e o tema deste segundo mês é “Tive que achar alguém para passar os dias ruins”. Não sei se ficou muito bom, fiz o texto correndo, mas espero que vocês compreendam a mensagem que quero passar.
16 de setembro de 2014,
Saí da minha aula de Introdução à Sociologia exausta, embora a aula tivesse sido cheia de debates e minha obrigação fosse participar deles e fazer anotações, tudo o que consegui foi ficar viajando em minha cabeça. Assim que saí da sala a ficha caiu pela primeira vez, você não estava ali me esperando, seu sorriso não estava à espera do meu.
 
Queria que o nosso término tivesse sido apenas um dos meus pesadelos, mas infelizmente era real. Enquanto caminhava pelos antigos corredores da universidade não tomei o caminho para casa, fui até o jardim e sentei na grama aos pés de uma árvore, deveria estar pronto para um momento como esse, deveria saber que a dor vem, mas passa. Depois de 2 términos esperava que o terceiro não fosse assim tão difícil.
 
Alguns amigos me disseram para ir em uma festa e beber até não aguentar mais, disseram que eu sou linda e que não preciso de você, tentaram me convencer que eu conseguiria qualquer garoto e que ele seria o cara mais sortudo do mundo… Estava cansada desses clichês e ainda mais de pensar que a culpa por todos esses relacionamentos terem chegado ao fim fosse minha.
 
Não queria desacreditar no amor nem viver por aí paixões de aventuras que preenchessem o meu tempo, queria algo novo, queria ser surpreendida. Fechei os olhos numa tentativa de me afastar da minha atual realidade e foi então que me lembrei de um dos conselhos: “Se não for o tempo certo, tudo pode dar errado.” Talvez o problema não fosse eu nem você, talvez este não seja o nosso tempo, talvez você não seja a minha pessoa e eu a sua.
 
A verdade é que não precisamos nos desesperar quanto a isso, você não precisa sair correndo atrás de outra garota e nem eu preciso me jogar nos braços do primeiro que passar. Uma vez minha mãe me disse que Deus tinha um plano para cada um de nós e que o amor estava incluído nele. Diferente do que a maioria de nós pensa, entregar a nossa vida sentimental nas mãos de Deus é tão importante quanto pedir à Ele que abençoe nosso dia-a-dia.
 
Naquela tarde enquanto sentia sua falta, Deus me mostrou o quanto é importante saber confiar Nele e o que é viver por sua própria vontade. Passei os últimos cinco anos entrando e saindo de relacionamentos afundados, colhi mais lágrimas do que sorrisos e tive que aprender lições na dor. Sabe o que tudo isso foi? Desnecessário! Não são esses momentos que quero me lembrar, não é essa história que quero contar.
 
Durante as horas que passei sentada naquela árvore aprendi que não era um homem quem iria mudar a minha vida ou dar sentido à ela, apenas o Senhor detinha esse poder. Não vou atrás de outro, vou apenas consertar o que está errado. Conheci o Deus de verdade naquele dia, compreendi que sou importante e que se permitir que Ele me ajude a criar a minha história nesse mundo vou colher mais lágrimas do que sorrisos.
 
Deus preencheu meu vazio, colheu minhas lágrimas e renovou minhas esperanças para o futuro. Aprendi que ninguém precisa de outra pessoa para se completar, só Deus é capaz disso. Agora sou completa por Ele e quando chegar o tempo de amar, o meu amado virá somar, virá multiplicar sorrisos, triplicar abraços, diminuir as lágrimas e somar vidas. Quero que você seja tão feliz quanto eu, quero que você encontre o que anda faltando no seu coração. O seu tempo vai chegar, alguém vai chamar você de amor um dia e pela primeira vez fará sentido.  
 
Gostaram? Espero que sim! >< 


Confiram os textos das outras participantes também:


Camyli;  Marlana;  Jade;  Nikki, Andressa, Fernanda e Jacqueline;  Lianne;  Deyse;  Sara;  Ariana Ghiovana;  JenifferGabrielaMariMaria Fernanda;

Beijinhos :*
Escrito por: Thaís Oliveira

Você também vai gostar

    Querida eu mesma
    Pense no que você diz a seu respeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

10 Comments

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO