12 de Fevereiro de 2020

Bom dia, Princesa! Tudo bem? Espero que sim.

Lembrem como o nosso Deus guiou vocês pelo deserto esses quarenta anos. Durante essa longa caminhada, Deus os humilhou e os pôs à prova para saber se estavam resolvidos ou não a obedecer aos seus mandamentos. — Deuteronômio 8:2.

Assim como os israelitas, nós também somos levadas ao deserto. Talvez você esteja passando por um período desértico agora mesmo. Provações, tempestades de areia, provocações, obstáculos, dores. Pode ser que em meio ao deserto você não seja capaz de compreender as razões pelas quais Deus a levou até aí. Não se sinta um ET por isso, os israelitas também não compreendiam. Constantemente indagavam ao Senhor por tê-los tirado do Egito e os enviado ao deserto, temendo achavam que não sairiam dali com vida.

Então, por que o deserto? Você já parou para pensar que os israelitas, ao saírem do Egito não estavam prontos para adentrar a terra prometida? Depois de passar tanto tempo em uma terra estranha, com adorações a outros deuses e comportamentos desagradáveis a Deus, o povo escolhido não estava pronto, eles precisavam ser moldados pelo Senhor. Durante os 40 anos no deserto, o Senhor os ensinou por meio de cada provação. E eles não aprenderam fácil, foram rebeldes e teimosos, desconfiando do poder do Senhor, mesmo vendo inúmeros milagres, inúmeras demonstrações do poderio e da grandeza de Deus — como a abertura do Mar Vermelho, o maná e a água que brotou das rochas.

Às vezes nós só pensamos na terra prometida, ansiando pela realização das promessas, pelo cumprir dos propósitos revelados a nós pelo Senhor, mas será que estamos prontas para vivê-lo? Será que conhecemos ao Deus que servimos? Será que estamos estruturadas para viver as Suas promessas?

Com a experiência dos israelitas aprendo que a função do deserto é nos fazer dependentes de Deus, reconhecendo-O como nosso Senhor, nosso refúgio e fortaleza. Ao nos tornarmos dependentes, reconhecemos que apenas Ele sabe o que é melhor para nós e assim nos sujeitamos a Sua vontade. Conhecendo mais desse Senhor, nos aprofundando em Seu amor, é impossível permanecermos as mesmas, assim, no deserto, nós somos moldadas e ensinadas.

O Senhor ensinou aos israelitas que eles deveriam deixar de temer o deserto, que ao invés da insegurança e do medo, deveriam aprender a confiar nEle, porque Ele sabia o que estava fazendo. Ao invés do medo, eles precisavam aprender a depender do Senhor, que nós possamos fazer o mesmo.     


Podcast

Lembrando Princesa, que em nosso podcast nós disponibilizamos todos os nossos devocionais. Assim, você pode tê-los em primeira mão. Para acessá-los clique aqui.

Escrito por: Thaís Oliveira

Você também vai gostar

    Em seu lugar, o que Jesus faria?
    Seja uma influenciadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO