18 de Novembro de 2019

Bom dia, Princesa! Como você está? Espero que bem.

“Eu reconheço que para ti nada é impossível e que nenhum dos teus planos pode ser impedido. Tu me perguntaste como me atrevi a pôr em dúvida a tua sabedoria, visto que sou tão ignorante. É que falei de coisas que eu não compreendia, coisas que eram maravilhosas demais para mim e que eu não podia entender.” — Jó 42:2-3.

Jó não conseguia compreender por que, de uma hora para outra, a sua vida virou de cabeça para baixo. A riqueza foi embora. Os filhos estavam mortos. A esposa não hesitou em dizer: “Abandona esse Deus e morre”. Os amigos, também sem compreender, preferir ensinar a Jó que se ele se encontrava naquela provação, devia ser culpa dele mesmo, algum pecado cometido, o resultado de ego, teimosia e autoconfiança. Jó não compreendia.

É angustiante acompanhar Jó em sua busca por compreensão. É angustiante para nós, embora no início da história de Jó nós sejamos informadas do porquê. Jó não tinha a mínima ideia, mas Deus permitiu que sua riqueza lhe fosse tirada, seus filhos, sua fama e respeito, porque Ele sabia que a fé de Jó prevaleceria. Satanás teve autorização do Senhor para tocar em Jó, porque Deus conhecia Jó, porque Deus sabia da fé e do relacionamento que aquele homem tinha com Ele. Mas Jó não tinha a mínima ideia de tudo isso…    

Muitas vezes, nós também desconhecemos o porquê das situações que o Senhor nos permite viver. Por que Deus tirou o seu pai tão cedo? Por que o seu marido foi embora? Por que você perdeu aquela bolsa na faculdade dos seus sonhos? Por quê? Nem sempre o Senhor nos revelará a razão de certas dificuldades que enfrentamos, todavia, nós precisamos aprender com Jó a permanecer servindo a esse Deus mesmo quando nós desconhecemos as Suas razões.

Sou apaixonada pelos capítulos finais do livro de Jó, quando o Senhor se revela a ele e a seus amigos. O Senhor pergunta a Jó: Onde você estava quando eu criei o mundo? Você sabe quem resolveu qual seria o tamanho do mundo e quem foi que fez as medições? (38:4-5) Jó, alguma vez na sua vida você ordenou que viesse a madrugada e assim começasse um novo dia? (38:12). Nessas falas, é como se Deus mostrasse a Jó o seu currículo, a extensão do seu poder, e indagasse ao pequeno Jó qual a extensão do poder dele… Sabe o que eu aprendo com tudo isso? Pra mim é como se Deus dissesse: “Jó, não tente entender os meus planos. Sua inteligência não se compara a minha! Apenas confie em mim!”.

Nós passamos muito tempo indagando ao Senhor o por que disso, o por que daquilo. Nós queremos compreender as razões de cada dificuldade, cada aflição… Mas sabe o que é mais importante? É compreender que quem está por trás de nós, é o próprio Deus, é aquele que mantém o controle sobre todas as coisas. O responsável pelas medidas das estrelas, pela quantidade de grãos de areia e pela firmeza da Terra, este é o Deus que guia a sua história. Não tente entender os planos dEle, apenas confie! No tempo certo Ele te revela tudo o que você precisa saber.   


Lembrando que você pode ouvir nossos devocionais em primeira mão através do nosso Podcast! Não esquece de nos seguir por lá para receber as novidades em primeira mão, viu?

Tenha um dia incrível! Deus te abençoe!

Escrito por: Thaís

Você também vai gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO