27 de Janeiro de 2020

Bom dia, Princesa! Tudo bem com você? Espero que sim!

Ele fez tudo apropriado a seu tempo. Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade; mesmo assim este não consegue compreender inteiramente o que Deus fez. — Eclesiastes 3:11.

Você consegue olhar a sua volta e compreender que tudo isso é passageiro? Você consegue entender Princesa, que é uma peregrina nessa terra?

O autor de Eclesiastes nos ensina que o Senhor colocou em nosso coração um desejo pela eternidade, ou seja, há em nós um desejo por uma vida que vá além dessa terra, por algo mais. Quando nós aceitamos o Senhor Jesus como nosso Salvador, nós descobrimos que esse anseio é na verdade o desejo de estar com Deus, em Sua casa, para sempre. Nós temos saudade do lar que ainda não conhecemos, mas que Jesus foi preparar para nós.

C.S. Lewis uma vez escreveu:

“Se eu encontro em mim um desejo que nenhuma experiência desse mundo possa satisfazer, a explicação mais provável é que eu fui feito para um outro mundo…”

De fato, nós não fomos feitas para esse mundo, mas sim para algo maior. Embora não possamos compreender por completo esse sentimento, podemos ter a certeza de que ele não é uma ilusão, não é algo passageiro, é um desejo que o próprio Aba nos deu, e nós precisamos crer que esse anseio se tornará realidade.

Em meio a nossa rotina corrida e agitada, imersas em preocupações e obrigações, é muito fácil nos esquecermos que nossa vida não se resume a isso aqui, é muito fácil esquecermos da nossa verdadeira casa. Enquanto buscamos satisfazer nossos desejos e preenchemos nossas vidas com coisas passageiras, esquecemos que estamos em peregrinação. Mas hoje, te convido a lembrar comigo que nós fomos planejadas para algo maior. De fato, não somos merecedoras disso, mas a misericórdia do Senhor recaiu sobre nós.

Que nós possamos nos lembrar nesta manhã que para além do céu azul há moradas sendo preparadas por Jesus. Que possamos peregrinar em direção ao céu, e não nos perdermos na estrada.

Antes de finalizar, gostaria de deixar esta frase do C.S. Lewis para a sua reflexão.

“Se eu não tenho esse anseio, algo está errado comigo; se as coisas desse mundo me preenchem a ponto de não sobrar nenhum vazio, nenhuma saudade de Deus, nenhuma vontade de ir para ‘casa’, isso significa que algo está errado comigo. Se eu encontro em mim um desejo que nenhuma experiência desse mundo possa satisfazer, a explicação mais provável é que eu fui feito para um outro mundo… Se nenhum dos meus prazeres terrenos é capaz de satisfazê-lo, isso não prova que o universo é uma fraude. Provavelmente os prazeres terrenos não têm o propósito de satisfazê-lo, mas somente de despertá-lo, de sugerir a coisa real. Se for assim, tenho de tomar cuidado para, por um lado, jamais desprezar ou ser ingrato em relação a essas bênçãos terrenas, e, por outro jamais confundi-lo com outra coisa, da qual elas não passam de um tipo de cópia, ou eco, ou miragem.”


Podcast

Lembrando Princesa, que em nosso podcast nós disponibilizamos todos os nossos devocionais. Assim, você pode tê-los em primeira mão. Para acessá-los clique aqui.

Escrito por: Thaís Oliveira

Você também vai gostar

    Será que vale a pena (mesmo) esperar?
    Querido futuro marido,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO