11 de Janeiro de 2019
Foto de Aleff Vinicíus.
Bom dia, princesa! Tudo bom? Prepare o cafezinho, escolha um lugar quieto e vamos falar com Deus?

Leia Gênesis 22:1-19 e reflita.

Passado algum tempo, Deus pôr Abraão à prova, dizendo-lhe: “Abraão!” Ele respondeu: “Eis-me aqui”. Então disse Deus: “Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei”. Na manhã seguinte, Abraão levantou-se e preparou o seu jumento. — Gênesis 22:1-3.
Deus, às vezes, pede coisas estranhas. Nada, porém, se iguala à tarefa confiada a Abraão. Deus não só lhe pediu que matasse seu filho, mas também estava tirando dele a resposta à promessa pela qual aguardara 25 anos. A morte de Isaque mataria também o sonho. Ou não?
Parece que Abraão não ficou se preocupando com o problema. Na manhã seguinte partiu para a viagem. Imagino que Abraão tenha falado muito com Deus. Ele sabia que obedecer a Deus o feriria, mas foi em frente. Quando chegou ao lugar, construiu um altar, amarrou o filho, colocou-o sobre o altar e levantou a faca.
Algum de nós conseguiria confiar tanto em Deus? 
Trememos ao pensar no sacrifício de um ser humano. Mas, assim como Isaque carregou a lenha para a oferta, Jesus levou a própria cruz até o Gólgota. Como Abraão colocou Isaque sobre o altar, Deus pôs seu Filho na cruz. Como Abraão levantou a faca para matar o filho, Deus permitiu que Jesus fosse morto, sofrendo o castigo por nosso pecado e, assim, nos fosse oferecido o perdão. Abraão sabia que Deus proveria o cordeiro para a oferta (Gn 22:8). Séculos depois, ele o fez. João Batista salientou: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (Jo 1:29).
Até que ponto você confia em Deus realmente?  O suficiente para  morrer por ele? O suficiente para permitir que um sonho morra? O suficiente para viver para ele? 
[Oração do dia]
Senhor, entrego todos os sonhos do meu coração a ti. Não quero me apegar a algo que tu não abençoarás, nem desistir de algo que seja a tua vontade.
 
— Stormir Omartian em “Bom dia! Leituras diárias com Stormie Omartian”.
 
 
Escrito por: Thaís

Você também vai gostar

    Uma fonte inesgotável de esperança
    Além da tempestade, há um céu azul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

receba as novidades


Inscreva-se no formulário ao lado e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail.
 
 

Acompanhe os vídeos no youtube


desenvolvido por QRNO